Negócios

Uma receita de bolo para você investir (6 passos para ver seu dinheiro crescer)

Investir pode ser tão fácil e divertido quanto fazer um bolo. Por isso pegue o seu caderno de anotações, vista o seu melhor avental e vamos colocar a mão na massa.

Os ingredientes para essa receita são:

  • 1 objetivo bem definido.
  • 2 doses de disposição.
  • 1 fone de ouvido.
  • 1 dispositivo para acessar a internet, a sua escolha.
  • Dinheiro a gosto.

Antes de começar a fazer a receita, você já deve colocar os fones de ouvido, dessa forma não vai poder ouvir a torcida contra o seu sucesso e nem os invejosos que costumam aparecer.

Deixa tocar aquele som que faz você se animar, isso vai ajudar com as doses de disposição que precisa para fazer o bolo crescer.

1. Escolha o seu objetivo.

Para essa receita você deve escolher um objetivo bem definido, isso significa que ele precisa ter as seguintes características:

  • Possuir um prazo específico.
  • Ser alcançável.
  • Até uma criança precisa entender.

O objetivo é o ingrediente mais importante, se ele não for bem escolhido, assim como um ovo podre jogado na massa, pode estragar a receita toda.

2. Mãos na massa.

Pegue dinheiro a gosto e distribua de acordo com o objetivo que escolheu.

Em algumas receitas pode ser uma pitada de 30 reais e em outras um punhado de 2 mil reais, isso depende inteiramente do primeiro passo da receita.

Caso o dinheiro não cubra toda a massa, você precisa pensar em como conseguir mais desse ingrediente ou exagerou no tamanho da massa, talvez essa seja a base para construir o resto do seu bolo.

3. Prepare a sua disposição.

Os melhores investimentos não são oferecidos pelo seu gerente do banco ou encontrados pela tela do internet banking, você vai precisar das suas doses de disposição nessa parte.

Busque corretoras independentes que oferecem investimentos com um retorno bem maior que os bancos tradicionais e custos quase zero.

Existem várias corretoras, para todos os tipos de bolsos e gostos, pesquise um pouco e ache a que se encaixa melhor no seu perfil.

4. Jogue tudo na forma.

Pegue o dispositivo que escolheu, pode ser um computador, notebook, tablet ou celular, vamos usar no contato com as corretoras.

Fale com a corretora que selecionou, abra uma conta on-line e sem custos, assim você já vai conseguir um lugar para jogar a sua massa, ela será como uma forma.

5. Coloque no forno.

Agora é a hora de levar a sua mistura que está dentro da forma, para o forno.

Na corretora que selecionou você deve investir o seu dinheiro de acordo com o objetivo, em investimentos bem seguros é possível começar com 30 reais ou até menos, sem a obrigação de colocar dinheiro todo mês ou se preocupar em perder.

Leia:  Conheça a cidade da Romênia onde pessoas que leem livros no ônibus não pagam transporte

Não é verdade que apenas investimentos arriscados pagam bem, existem investimentos seguros que são ótimos para começar.

A poupança costuma ser a mais conhecida, porém existem alternativas que rendem bem mais, por exemplo o Tesouro Direto, e que vão fazer seu bolo crescer quase 2 vezes mais rápido do que na poupança.

Existem muitos tipos de bolos que você pode montar, todos vão ficar bons no final, o que muda é tempo de preparo da massa e a quantidade de ingredientes.

6. Espere esfriar e sirva.

Você deve dar uma olhada de vez em quando na sua massa, espie se está crescendo bem ou precisa aumentar um pouco o fogo.

O dinheiro é apenas um meio, um jeito de atingir os nossos objetivos e com os investimentos podemos agilizar bastante o processo, depois de um tempo é normal que a sua massa cresça tanto que poderá fazer até outros bolos com ela.

E depois do tempo que definiu, pode tirar aquele bolo do forno e servir, afinal é para isso que servem os bolos, comer!

Assim também é com o dinheiro, atingindo o objetivo é o momento de aproveitar, sem culpa ou cobranças, mas com orgulho e a sensação de propósito atingido.

Precisa de ajuda para fazer o seu bolo?

Fazer um bolo nem sempre é fácil, mesmo seguindo uma receita. Eu sei bem disso, porque quando comecei pensava que investir era só pra quem tinha muita grana ou que não valia a pena, porque eu não era rico, apenas um universitário duro e que pagava meus estudos.

Eu estava errado, depois de vários anos aprimorando minha receita, consigo viver apenas com meus investimentos e não preciso mais depender de ninguém.

Isso é o que ensino no curso Criando Futuro, em um ambiente 100% online, com aulas em vídeo e tarefas práticas, confio tanto nessa receita que ofereço garantia incondicional para os alunos e alunas, durante os 12 meses de acesso do curso.

Você pode se matricular agora e começar a preparar a sua própria receita, quanto mais cedo, maior o bolo: CriandoFuturo.com.

***

Bruno Papi é investidor desde 2011 na Bolsa de Valores, vive atualmente apenas de seus investimentos. Fundador do site General Investidor e co-fundador do Criando Futuro. É Bacharel em Sistemas de Informação, MBA em Gestão de Projetos e cursa pós-graduação em Finanças, Investimentos e Banking pela PUCRS.