Negócios

Por que o Brasil não dá certo? Elon Musk pode ser a resposta.

“Ideias e somente ideias podem iluminar a escuridão.”Ludwig von Mises.

Em minha jornada como empreendedor, houve um processo que outras pessoas podem estar passando, e por isso decidi escrever este texto.

Minha família não é de empreendedores. Muito pelo contrário, meu pai foi empregado a vida inteira e sempre trabalhou na mesma empresa. Minha mãe sempre teve o trabalho mais árduo do mundo, ser uma excelente mãe de duas crianças.

Por isso isso não aprendi ter mentalidade empreendedora dentro de casa, e diversos brasileiros não tiveram.

Quando era criança, nunca tive o sonho de ser empreendedor ou de abrir um empresa, inclusive nunca tive amigos empreendedores ou familiares próximos. Não tive essas referências quando era criança.

Em contrapartida, como morava em Santos (SP), não faltavam exemplos de jogadores de futebol ou cantores de pagode. Eles tem todos os méritos pelo sucesso, mas não difundiam os valores e a mentalidade empreendedora que eu futuramente iria precisar.

O empreendedor

Se você não sabe quem é Elon Musk, recomendo pesquisar sobre ele.

Musk é um dos maiores empreendedores vivos. Bilionário, tem projetos inovadores em diversas áreas.

Por exemplo, a Tesla, uma das primeiras empresas focadas exclusivamente em carros elétricos e mais recentemente em baterias de carro e residencial.

Em diversos momentos de sua jornada, Musk demonstrou sua mentalidade empreendedora.

Apenas para ilustrar, além de possuir um incrível hábito de leitura, Musk ao descobrir que a NASA não tinham planos para colonizar Marte, ele decidiu que poderia empreender no mercado espacial alinhada com sua visão de futuro.

elon musk

Para colonizar Marte, é necessário que os naves espaciais ficassem mais baratas e aprimorassem suas tecnologia.

Aplicando a mesma lógica de mercado de viagens dentro da Terra, sua ideia é aproveitar as mesmas naves para fazer as viagens interplanetárias, dessa forma reduzindo o custo de cada viagem.

O Resumocast fez um resumo apenas sobre sua trajetória:

Se preferir, ouça o resumo no YouTube.

Musk, desde seus primeiros empreendimentos, já tinha uma visão de futuro.

Fundou e realizou vendas de empresas como Zip2 e Paypal, recebendo quantias de dinheiro que seriam o suficiente para aposentar, mas seu comprometimento com a sua visão de futuro fez com que ele continuasse a se arriscar e fazer projetos ainda mais audaciosos.

A SpaceX, uma de suas empresas, atingiu um feito histórico: fez o primeiro drone autônomo realizar um pouso em uma plataforma do oceano.

Veja que incrível:

Se preferir, assista ao vídeo no YouTube.

Em suma, ele estudou e trabalhou muito para realizar seus projetos, não desistiu em seu primeiro fracasso ou parou em seu primeiro sucesso.

Vale a pena citar um empreendedor brasileiro que também tem a mesma mentalidade.

Geraldo Rufino. O empresário faliu 4 vezes, chegou a dever milhões de reais, mas não desistiu e continuou a trabalhar até virar o jogo.

self made man

Em 2016, 58% das famílias estavam endividadas, logo talvez você esteja passando dificuldades financeiras, Rufino mostrou que mesmo no país com umas das maiores taxas de juros do mundo, é possível pagar a dívida e voltar a ter lucro.

Tanto Elon quanto Geraldo tem podem ser considerados “self-made man”.

O foto é de uma estátua que expressa um dos conceitos mais importantes para os empreendedores. Self-made man é a pessoa que consegue subir na vida com o próprio esforço. É o indivíduo que “se fez sozinho”, que “fez o próprio caminho”.

No Brasil é comum conhecer as pessoas chamadas “rentista”, pessoas que vivem de aluguel, ou de herdeiros que vivem de juros da riqueza de seus familiares.

O self-made man é o oposto deste conceito, é o indivíduo que não nasceu rico e venceu todas as adversidades de abrir uma empresa e mante-la saudável. Uma dica que me ajudou muito para mudar a minha mentalidade foi seguir pessoas que possuem este perfil.

Leia:  20 tatuagens pequenas e discretas para quem curte o minimalismo

Mesmo com o ambiente super espinhoso, o Brasil tem muitos exemplos que servem de inspiração como Geraldo Rufino (JR Diesel), Flávio Augusto (Wise Up), Eduardo Saverin (Facebook), Jorge Paulo Lemann (Ambev). Fora do Brasil temos Elon Musk (Tesla), Bill Gates (Microsoft), Oprah Winfrey (apresentadora de televisão), Chris Gardner (escritor e investidor) entre outros.

Inclusive, Chris Gardner tem um filme dedicado a sua história que é um dos filmes mais inspiradores para mim. À Procura da Felicidade (The Pursuit of Happiness), se você não assistiu eu recomendo fortemente.

Lei de Gérson

Infelizmente, são poucos os empreendedores brasileiros que têm a mesma mentalidade de Musk. A maioria tem a mentalidade de Gérson, da lei de Gérson.

A lei de Gérson diz “O importante é levar vantagem em tudo, certo?”. Não, não tem nada de certo nesta lei.

Antes de empreender pela primeira vez, minha mentalidade era o oposto de Musk e de Rufino. Era muito mais parecido com a mentalidade da lei de Gérson.

Eu queria aproveitar a vida, os bons momentos, não tinha uma visão de futuro muito menos qualquer comprometimento com o sucesso. No meu caso, a mudança de mentalidade foi quando comecei a empreender, ler mais sobre o assunto, conhecer pessoas e suas histórias e, aos poucos, a mentalidade passou a mudar.

Não conhecia o conceito de self-made man e achava que a única forma de enriquecer era ser filho de alguém que já era rico ou ganhar na loteria.

Só pude perceber que como essa mentalidade é nociva na hora imaginar o futuro — e o que me remete à acontecimentos recentes.

Com certeza você deve ter visto pela internet cenas tristes sobre caos que aconteceu no Estado do Espírito Santo.

caos no espirito santo

Além do elevado número de mortos, foram 270 lojas foram roubadas apenas nos primeiros 4 dias. Muitas destas lojas saqueadas foram roubadas por pessoas comuns, e não por grandes traficantes de drogas que possuem a mentalidade do Gérson.

O Conselheiro Aires em Esaú e Jacó, de Machado de Assis já dizia: “Não é a ocasião que faz o ladrão; A ocasião faz o furto; o ladrão nasce feito”.

Tenho certeza que muitos capixabas têm mentalidade empreendedora e são honestos e trabalhadores, não estou generalizando, contudo é importante reconhecer que enquanto a mentalidade Gérson ainda coexistir em nossa sociedade, mais difícil será vencermos todos os desafios de nosso tempo.

Menos Gérson, por favor.

Se queremos ter mais empreendedores e que nossas empresas tenham sucesso, temos que desestimular a mentalidade de Gérson e incentivar a mentalidade empreendedora.

É claro que existem vários outros fatores que influenciam além da mentalidade. Mas percebi que se não se tem uma mudança de mentalidade, o sucesso na jornada do empreendedor.

A exemplo de Elon Musk e Geraldo Rufino, a mentalidade empreendedora buscaria oportunidades, não querer ganhar vantagem em cima de outras pessoas, mas sim de oferecer produtos e serviços.

São diversas as oportunidades. Por exemplo: empresas de segurança privada, câmeras de seguranças, sistemas de alarme, técnicas de sobrevivencialismo, cursos de defesa pessoal, seguros de vida e de empresas e muito mais.

Exemplo de inovação nesse setor são os aplicativos Fogo Cruzado que mostram que mostram onde foram os lugares que tiveram tiroteio através de uma plataforma colaborativa.

O outro é o Bluclub, aplicativo concorrente do Uber, que oferece carros blindados com motoristas contratados para transporte particular.

Qual mentalidade você tem? Você segue a risca a Lei de Gérson? Ou você se inspira em pessoas com Elon Musk e Geraldo Rufino?