Corpo

Benefícios da atividade física: 15 razões para se exercitar regularmente

Os benefícios da atividade física parecem estar em todo lugar: no rádio, na televisão e nas redes sociais.

Todo mundo fala sobre as vantagens de se exercitar. Mas o que é verdade e o que é mito?

Neste artigo o Awebic separou apenas os benefícios baseados em evidências científicas. Após a leitura, você estará convencido de que praticar exercícios regularmente é como desenvolver um superpoder.

Em outras palavras, os principais benefícios da atividade física são:

  1. Mais felicidade;
  2. Perda de peso;
  3. Fortalecimento de músculos e ossos;
  4. Mais energia;
  5. Menos risco de ter doença crônica
  6. Pele mais saudável;
  7. Mais saúde mental e memória;
  8. Menos estresse e mais qualidade de sono;
  9. Menos dor;
  10. Melhor vida sexual;
  11. Mais autoconfiança;
  12. Mais controle sobre vícios;
  13. Mais criatividade;
  14. Menos preguiça e procrastinação;
  15. Inspirar outras pessoas.

Antes de seguirmos com os detalhes de cada benefício e as descobertas da ciência, precisamos deixar claro:

Atividade física é definida como qualquer movimento que faz nossos músculos trabalharem e exige que nosso corpo queime calorias.

Existem muitos tipos de atividades física, como natação, caminhada, corrida, dança, ciclismo e musculação. Praticar esses exercícios com frequência é manter-se fisicamente ativo.

O resultado não apenas traz vantagens para o corpo, como também para a mente.

Veja abaixo cada um dos principais benefícios da atividade física — e o que a ciência nos diz sobre eles (links em amarelo).

1. Pode provocar mais felicidade.

beneficios da atividade fisica felicidade

Talvez a alegria não apareça durante a prática, como na foto, mas ela chega. Crédito: Bruce Mars | Pexels.

Foi provado que execício físico melhora o seu humor e diminui os sentimentos de depressão, promovendo sensação de felicidade.

Isto é: produz mudanças nas partes do cérebro que regulam o estresse e a ansiedade. Além disso, pode aumentar a sensibilidade do cérebro para os hormônios serotonina e norepinefrina, que aliviam os sentimentos de depressão.

Ainda, a atividade física pode aumentar a produção de endorfina, que são conhecidas por ajudar a produzir sentimentos positivos e reduzir a percepção da dor.

Curiosamente, não importa quão intenso é o seu treino. Parece que o seu humor pode se beneficiar do exercício, independentemente da intensidade da atividade física.

De fato, um estudo realizado com 24 mulheres diagnosticadas com depressão mostrou que o exercício de qualquer intensidade diminuiu significativamente os sentimentos depressivos.

Os efeitos do exercício no humor são tão poderosos que a escolha de se exercitar (ou não) até faz diferença em períodos curtos.

Realmente, um estudo pediu a 26 homens e mulheres saudáveis que se exercitavam regularmente que escolhessem continuar com as atividades físicas ou parar por duas semanas. Aqueles que pararam de se exercitar tiveram um aumento de mau humor e pensamentos negativos.

2. Pode ajudar no emagrecimento.

Alguns estudos mostraram que o sedentarismo (falta de atividade física) é um fator importante no ganho de peso e obesidade. Para entender o efeito do exercício na redução de peso, é importante entender a relação entre exercício e gasto energético.

Seu corpo gasta energia de três maneiras:

  1. Digerindo alimentos;
  2. Praticando atividade física;
  3. E mantendo funções corporais como batimentos cardíacos e respiração.

Em primeiro lugar, sua dieta influencia no gasto energético sendo que uma ingestão calórica reduzida irá diminuir sua taxa metabólica, atrasando a perda de peso. Por outro lado, o exercício regular se provou como um excelente aliado para aumentar sua taxa metabólica e, consequentemente, ajudar a queimar mais calorias e emagrecer.

Além disso, estudos mostraram que a combinação de exercícios aeróbicos com treinamento de resistência pode maximizar a perda de gordura e a manutenção da massa muscular, o que é essencial para manter peso sob controle.

3. Pode fortalecer músculos e ossos.

O exercício desempenha um papel vital na construção e manutenção de músculos e ossos fortes. A musculação, por exemplo, pode estimular a construção muscular quando associada à ingestão adequada de proteínas.

Isso ocorre porque o exercício ajuda a liberar hormônios que promovem a capacidade dos músculos de absorver aminoácidos.

À medida que as pessoas envelhecem, elas tendem a perder massa muscular, o que pode levar a lesões e incapacidades. Praticar atividade física regular é importante para evitar tal perda, bem como manter autonomia durante a terceira idade.

Além disso, o exercício ajuda a construir a densidade óssea quando você é jovem, além de ajudar a prevenir a osteoporose mais tarde na vida.

Curiosamente, exercícios de alto impacto, como ginástica ou corrida, ou esportes de impacto ímpar, como futebol e basquete, mostraram promover uma maior densidade óssea do que esportes sem impacto, como natação e ciclismo.

4. Pode oferecer mais energia ao longo do dia.

A atividade física pode ser uma verdadeira propulsora de energia para pessoas saudáveis, bem como para aqueles que sofrem de várias condições médicas.

Um estudo descobriu que seis semanas de exercício regular reduziam a sensação de fadiga em 36 pessoas saudáveis que relataram fadiga persistente.

Além disso, o exercício físico pode aumentar significativamente os níveis de energia para pessoas que sofrem de síndrome da fadiga crônica (SFC) e outras doenças graves.

De fato, praticar atividade física parece ser mais eficaz no combate ao SFC do que outros tratamentos, incluindo terapias passivas, como relaxamento e alongamento, ou nenhum tratamento.

Além disso, pode aumentar os níveis de energia em pessoas que sofrem de doenças progressivas, como câncer, HIV / AIDS e esclerose múltipla.

5. Pode diminuir risco de doença crônica.

A falta de atividade física regular é a principal causa de doença crônica.

Demonstrou-se que o exercício regular melhora a sensibilidade à insulina, a aptidão cardiovascular e a composição corporal, enquanto diminui a pressão arterial e os níveis de gordura no sangue.

Em contraste, a falta de exercícios regulares — mesmo a curto prazo — pode levar a aumentos significativos na gordura da barriga, o que aumenta o risco de diabetes tipo 2, doenças cardíacas e morte precoce.

Portanto, a atividade física diária é recomendada para reduzir a gordura da barriga e diminuir o risco de desenvolver essas doenças — tanto em homens quanto em mulheres.

6. Pode ajudar a saúde da pele.

beneficios da atividade fisica

Praticar atividade física deve ser prazeroso para você. Escolha o que desperta seu interesse. Crédito: Vidal Balielo Jr. | Pexels.

A pele pode ser afetada pela quantidade excessiva de estresse oxidativo no corpo.

O estresse oxidativo ocorre quando as defesas antioxidantes do organismo não conseguem reparar completamente os danos que os radicais livres causam às células. Isso pode danificar suas estruturas internas e deteriorar sua pele.

Você não quer isso para o maior órgão do seu corpo, certo?

Embora a atividade física intensa e exaustiva possa contribuir para o dano oxidativo, o exercício moderado regular pode aumentar a produção de antioxidantes naturais do seu corpo, o que ajuda a proteger as células.

Da mesma forma, o exercício pode estimular o fluxo sanguíneo e induzir adaptações nas células da pele que podem ajudar a retardar o aparecimento do envelhecimento da pele.

7. Pode melhorar saúde mental e memória.

A atividade física pode melhorar a função cerebral e proteger a memória e as habilidades de pensamento.

Para começar, aumenta a frequência cardíaca, que promove o fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro. Também pode estimular a produção de hormônios que podem aumentar o crescimento das células cerebrais.

Além disso, a capacidade de exercício para prevenir doenças crônicas pode se traduzir em benefícios para o cérebro, já que sua função pode ser afetada por essas doenças.

A prática de atividade física regular é especialmente importante em idosos, já que o envelhecimento — combinado com o estresse oxidativo e a inflamação — promove mudanças na estrutura e função do cérebro.

Foi demonstrado que o exercício faz com que o hipocampo, uma parte do cérebro vital para a memória e o aprendizado, cresça em tamanho. Isso serve para aumentar a função mental em adultos mais velhos.

Por último, o exercício foi mostrado para reduzir as alterações no cérebro que podem causar a doença de Alzheimer e esquizofrenia.

8. Pode diminuir estresse e melhorar qualidade de sono.

O exercício regular pode ajudá-lo a relaxar e dormir melhor. Em relação à qualidade do sono, o esgotamento energético que ocorre durante o exercício estimula os processos de recuperação durante o sono.

Além disso, acredita-se que o aumento da temperatura corporal que ocorre durante o exercício melhora a qualidade do sono ajudando a diminuí-la durante o sono.

Muitos estudos sobre os efeitos do exercício no sono chegaram a conclusões semelhantes.

Um estudo descobriu que 150 minutos de atividade moderada a vigorosa por semana podem fornecer até 65% de melhora na qualidade do sono.

Outro mostrou que 16 semanas de atividade física aumentaram a qualidade do sono e ajudaram 17 pessoas com insônia a dormir mais e mais profundamente do que o grupo controle. Isso também os ajudou a se sentirem mais energizados durante o dia.

Além disso, o exercício regular parece ser benéfico para os idosos, que tendem a ser afetados por distúrbios do sono.

Você pode escolher qualquer tipo de atividade física. Parece que tanto o exercício aeróbico isolado quanto o exercício aeróbico, combinado com o treinamento de resistência, podem igualmente ajudar a qualidade do sono.

9. Pode reduzir dor crônica.

A dor crônica pode ser debilitante, mas o exercício pode realmente ajudar a reduzi-la. De fato, por muitos anos, a recomendação para o tratamento da dor crônica foi repouso e inatividade. No entanto, estudos recentes mostram que o exercício ajuda a aliviar a dor crônica.

Uma revisão de vários estudos indica que o exercício ajuda os participantes com dor crônica a reduzir sua dor e melhorar sua qualidade de vida.

Vários estudos mostram que o exercício pode ajudar a controlar a dor que está associada a várias condições de saúde, incluindo dor lombar crônica, fibromialgia e distúrbio crônico do ombro, para citar apenas alguns.

Além disso, a atividade física também pode aumentar a tolerância à dor e diminuir a percepção da dor.

10. Pode promover uma vida sexual melhor.

Foi comprovado que o exercício físico regular pode impulsionar o desejo sexual. Ainda, pode fortalecer o sistema cardiovascular, melhorar a circulação sanguínea, tonificar os músculos e aumentar a flexibilidade, o que pode melhorar sua vida sexual.

A atividade física pode melhorar o desempenho sexual e o prazer sexual, bem como aumentar a frequência da atividade sexual.

Um grupo de mulheres na faixa dos 40 anos observou que elas experimentaram orgasmos com mais frequência quando incorporaram exercícios mais extenuantes em seus estilos de vida, como sprints, campos de treinamento e musculação.

Além disso, um grupo de 178 homens saudáveis relataram que mais horas de exercício por semana proporcionaram melhores funções sexuais. Um estudo descobriu que uma rotina simples de uma caminhada de seis minutos pelo bairro ajudou 41 homens a reduzir seus sintomas de disfunção erétil em 71%.

Outro estudo realizado em 78 homens sedentários revelou que 60 minutos de caminhada por dia (três dias e meio por semana, em média) melhoraram seu comportamento sexual, incluindo frequência, funcionamento adequado e satisfação.

Além disso, um estudo demonstrou que mulheres que sofrem de síndrome dos ovários policísticos, que podem reduzir o desejo sexual, aumentaram seu desejo sexual com treinamento de resistência regular por 16 semanas.

11. Pode melhorar sua autoconfiança.

beneficios do exercicio fisico corpo e mente

Enxergue a prática da atividade física com bom humor. Crédito: Tarzine Jackson | Pexels.

Basicamente, desenvolver sua aptidão física pode aumentar sua autoestima e, consequentemente, melhorar a forma como você se vê.

Independentemente de peso, altura, gênero ou idade, o exercício regular pode rapidamente elevar a percepção de uma pessoa sobre sua atratividade, ou seja, mais autoconfiança.

Quer coisa mais prazerosa do que gostar mais de si mesmo? É um dos benefícios da atividade física mais fáceis de serem alcançados — por incrível que pareça.

12. Pode ajudar a controlar vícios.

O cérebro libera dopamina, o “produto químico de recompensa” em resposta a qualquer forma de prazer, seja exercício, sexo, drogas, álcool ou comida.

Infelizmente, algumas pessoas se tornam dependentes da dopamina e dependem das substâncias que a produzem, como drogas ou álcool (e mais raramente, comida e sexo).

No lado positivo, o exercício pode ajudar na recuperação do vício. Sessões de exercícios curtos também podem efetivamente distrair dependentes de drogas ou álcool, fazendo com que eles não priorizem os desejos (pelo menos a curto prazo).

13. Pode incentivar a criatividade.

A maioria das pessoas termina um treino difícil com um banho quente, mas talvez devêssemos pegar os lápis coloridos.

Uma sessão de musculação com bombeamento cardíaco pode estimular a criatividade por até duas horas depois. Sobrecarregue a inspiração criativa pós-treino exercitando-se ao ar livre e interagindo com a natureza.

Da próxima vez que você precisar de uma explosão de criatividade, entre nas trilhas para uma longa caminhada ou corra para refrescar o corpo e o cérebro ao mesmo tempo.

14. Pode diminuir a preguiça e a procrastinação.

Sentindo-se desanimado e sem vontade de fazer suas tarefas? A solução pode ser apenas uma curta corrida ou pedalada.

Pesquisas mostram que profissionais que separam tempo para se exercitar regularmente são mais produtivos e tem mais energia do que seus colegas sedentários.

Embora uma agenda corrida possa dificultar a realização de um treino no meio do dia, alguns especialistas acreditam que o meio-dia é o horário ideal para um treino devido aos ritmos circadianos do corpo.

15. Pode inspirar os outros.

Seja um jogo de futebol, uma aula em grupo na academia ou apenas uma corrida com um amigo, o exercício raramente é solitário.

E isso é uma boa notícia para todos nós. Estudos mostram que a maioria das pessoas tem um melhor desempenho nos testes aeróbicos quando feitos com um parceiro de treino.

Seja por inspiração ou competição, ninguém quer decepcionar a outra pessoa. De fato, fazer parte de uma equipe é tão poderoso que pode realmente aumentar a tolerância dos atletas à dor.

Mesmo os iniciantes no mundo fitness podem inspirar uns aos outros para se esforçarem mais durante a atividade física, então encontre um parceiro de treino e comece a se mexer!

Conclusão: os benefícios da atividade física promovem saúde completa.

vida atividade fisica

Atividade física é vida! Crédito: The Lazy Artist Gallery | Pexels.

Corporal, mental ou emocional — escolha praticar atividades físicas regularmente e você sentirá todos os aspectos da sua saúde melhorarem.

Se você está “preso” em um estilo de vida sedentário há muito tempo, comece aos poucos. Tente introduzir o novo hábito do exercício uma ou duas vezes por semana; faça sessões de 10 a 20 minutos.

A construção de hábitos é muito mais sobre consistência do que intensidade. Não faz sentido você se jogar na esteira todos os dias da semana por uma hora, mas se machucar ou desistir na semana seguinte.

Vá com calma. Convide alguém para fazer parte desta nova fase da sua vida. Não olhe para a atividade física como um sacrifício temporário; veja como um prazer contínuo que vai te fazer alcançar sua melhor versão.

Divirta-se!

Se você gostou deste artigo recheado de evidências científicas sobre os benefícios da atividade física, por favor, compartilhe com seus amigos que precisam ler sobre isso. Obrigado!

Leia:  Fotógrafo passa 10 anos viajando para registrar a beleza da humanidade