Viagem

5 lugares imperdíveis para você visitar em Capitólio (MG)

Sabe, durante muito tempo eu ignorei destinos próximos a São Paulo e foquei só em viagens para outros estados e outros países. De uns tempos para cá, isso mudou radicalmente.

Há 4 anos eu embarcava em um avião com uma passagem só de ida para Roma, onde começaria uma jornada de autoconhecimento pegando carona e pulando trens até Jerusalém e, posteriormente, até Ibiza. Eu tinha 23 anos, estava desempregado no Brasil, morando com meus pais e sem nenhuma amarra.

Voltei para casa quase um ano depois, com muita história para contar.

Tantas que escrevi um livro chamado “GiraMundo – Uma história surrealmente real”, que é um dos mais vendidos em duas categorias da Amazon. Entretanto, também voltei mudado. E com as mudanças na minha personalidade aproveitei para mudar vários aspectos da minha vida radicalmente. Arranjei emprego, construí uma carreira, aluguei um apartamento, fiz pós-graduação e, sem querer, acabei me amarrando de um jeito que é difícil me soltar de novo para fazer um mochilão ou viver uma aventura como a que vivi.

Mas a vontade de me jogar de novo no mundo nunca me abandonou. Então, comecei a explorar destinos financeiramente viáveis e que fossem relativamente próximos de São Paulo, cidade onde moro atualmente. Um desses destinos foi Capitólio.

Para quem não sabe, Capitólio é uma cidadezinha situada em MG, a quase seis horas de distância da cidade de São Paulo. A cidade em si não é nada demais, mas seus arredores são repletos de cachoeiras e cânions incríveis que ficaram famosos de uns anos para cá no Instagram. É tanta coisa para fazer que o viajante fica perdido na hora de escolher.

Por isso mesmo fiz essa lista de 5 coisas imperdíveis por lá, que podem ser complementadas com outros atrativos dependendo do gosto de cada um.

1. Trilha do Sol

Crédito: Stefano Giorgi

Uma trilha com 3 pontos principais — Poço Dourado, Cachoeira do Grito e No Limite — com cerca de 3km de extensão. Começando em um restaurante, onde se paga a taxa de R$40,00 para entrar, o visitante vai sendo guiado por placas e monitores pelo caminho. É um lugar lindo e com uma energia fantástica.

Crédito: Stefano Giorgi

Especialmente no Poço Dourado, com seus paredões rochosos repletos de totens que visitantes deixaram no caminho fazendo pedidos.

2. Pedreira Lagoa Azul

Crédito: Stefano Giorgi

Uma antiga pedreira desativada, com várias piscinas naturais de águas azuladas por conta da ação da chuva e dos minérios. A “trilha” até lá tem que ser feita com um carro alto. Eu estava com o Duster da avó da minha namorada, então não tive muitos problemas, mas vi um Punto conseguir fazer o percurso apesar do sufoco.

Além disso, quase me ferrei por não saber o caminho direito. O segredo é tentar seguir os 4X4 que vão para lá, observando direitinho por onde passam.

3. Paraíso Perdido

Talvez tenha sido meu lugar favorito na viagem que fiz.

Leia:  10 lugares para viajar pelo mundo sem ir à falência
Crédito: Stefano Giorgi

Uma trilha em cima de pedras cinzentas seguindo o caminho das águas com vários pontos para banho de cachoeira. Logo no começo da “trilha” você pode encontrar pinturas rupestres em uma das pedras. A taxa de entrada também é de R$40,00.

Atenção: se você for para lá, não cometa a mesma burrice que eu e minha namorada. Nós deixamos nossas coisas no AirBnB, e o Paraíso Perdido fica a 50min de distância de Capitólio, na mesma estrada que vai em direção a SP. Ou seja, o ideal é ir para lá com tudo no carro, no começo ou no final da viagem. Além disso, o lugar tem um restaurante com uma comida caseira maravilhosa a preço justo (R$43,00 o kilo).

4. Passeio de lancha pelo Cânions de Furnas

Crédito: Stefano Giorgi

Ver os cânions a bordo de uma lancha é totalmente diferente do que vê-los pela estrada ou por qualquer mirante. Os preços do passeio giram em torno de R$90,00 a R$110,00 por pessoa para 3 horas de duração passando pelos pontos principais dos cânions. Quem tiver interesse, indico o guia Fabinho (35 9118-2265).

Entretanto, vou levantar um ponto aqui. O passeio de lancha é um dos atrativos mais procurados em Capitólio. Sendo assim, em feriados e alta temporada, alguns pontos do passeio ficam repletos de farofeiros. Som alto, gente fumando, galera fazendo churrasquinho… é foda!

Mas quem for em baixa temporada ou em alguma folga durante a semana vai poder explorar um lugar paradisíaco praticamente sem ninguém.

5. Mirante dos Cânions

Crédito: Stefano Giorgi

Foram tantas postagens de Instagram que vi desse lugar que tive que visitá-lo, mas, dessa lista, ele é a atração “menos imperdível”. Não que não seja incrível. Muito pelo contrário. É um lugar com uma vista de tirar o fôlego.

Mas, novamente, outro lugar lotado de gente e muvuca, o que acaba estragando parte da experiência. A famosa foto do Instagram tem uma fila para ser feita. Por isso, a foto acima foi tirada em outro ponto, um pouco mais vazio, de onde pude aproveitar a vista com um pouco mais de sossego.

Bônus: Pão de Queijaria

Como sou fã do clássico do Super Nintendo Donkey Kong, resolvi colocar um bônus nessa lista. Essa dica é a Pão de Queijaria, pertinho da igreja no centro da cidade. Se você for para Capitólio, não deixe de passar lá e provar o pão de queijo tradicional e o recheado com doce de leite. Além desses dois, a Pão de Queijaria tem outras inúmeras opções de pães de queijo recheados para agradar a todos os gostos.

Enfim, esses são os pontos que, pessoalmente, acredito serem imperdíveis por Capitólio. Mas, preste bem atenção, não são os únicos atrativos de tirar o fôlego por lá. Lugares como Cascata Eco Parque, Cachoeira Lagoa Azul, Morro do Chapéu e muitos outros valem a visita e complementam a viagem.

Vai de cada um. O importante a saber é que, se você for um amante de trilhas e Natureza, Capitólio precisa ser adicionado a sua lista de destinos para as próximas viagens. É praticamente impossível se arrepender!

E, se tiver alguma outra dúvida, pode me perguntar pelo Instagram @ststefano.

Boa viagem!