Estudos apontam características especiais de pessoas ansiosas
Saúde

Estudos apontam características especiais de pessoas ansiosas

Quem tem ansiedade, sabe dos desafios que enfrenta no dia a dia.

Esta condição pode afetar negativamente a vida de uma pessoa e atrapalhar a realização de atividades simples.

Apesar dos efeitos negativos da ansiedade, cientistas têm estudado que há “poderes” também causados por ela.

Por exemplo, a ansiedade traz uma elevada percepção.

E nesta capacidade de perceber as coisas encontram-se alguns poderes, como:

Reconhecimento rápido de perigo

Cientistas da Universidade Paris Sciences et LettresUniversité Pierre et Marie Curie na França, usaram uma técnica chamada eletroencefalografia (EEG) para registrar a resposta da atividade cerebral em voluntários enquanto examinavam expressões faciais de raiva e medo.

Foi descoberto que:

“As emoções que sinalizavam uma ameaça para o observador estão melhor representadas em determinadas regiões do cérebro – incluindo aquelas que controlam a ação – dentro de uma fração de segundo depois que a expressão facial foi mostrada ao voluntário.

Além disso, a resposta das regiões cerebrais que controlam a ação foi maior em voluntários com níveis mais altos de ansiedade, o que destaca o papel da ansiedade em reagir rapidamente às ameaças sociais no ambiente.”

QI Elevado

Pesquisadores de vários institutos médicos nos Estados Unidos descobriram que a relação entre inteligência e ansiedade foi positiva em pacientes com Transtorno de Ansiedade Generalizada, mas o inverso em voluntários sem a condição.

Além disso, em pacientes com TAG, o QI elevado foi associado a um maior grau de preocupação.

Método:

Participaram 18 voluntários sem o transtorno e 26 pacientes com TAG. Esse estudo foi comparado com um estudo anterior.

A avaliação utilizou o Questionário de Preocupação Penn State, o quociente de inteligência Wechsler Brief  e espectroscopia de prótons por ressonância magnética (método que possibilita a detecção de alterações metabólicas e bioquímicas de áreas do encéfalo).

Elevada habilidade empática

Cientistas do Departamento de Psicologia da Universidade de Haifa, em Israel, descobriram através de um estudo que pessoas com alto nível de ansiedade social têm “tendências elevadas de empatia.”

Nessa descoberta, os cientistas observaram que essas pessoas não apenas possuem elevado senso de empatia, como também conseguem perceber as emoções dos outros com alto nível de precisão.

Método:

87 voluntários com idades entre 19 e 53 anos, responderam um questionário aplicado por um psicólogo clínico em que incluía perguntas sobre dados demográficos, dados físicos e questões de saúde.

Você já percebeu essas características em pessoas ansiosas?

Se você gostou da informação, compartilhe com seus amigos e familiares.

Fonte: curiousmindmagazine.com

Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo