Saúde

Entenda porque as pessoas com depressão são na verdade as mais fortes

Quando você namora uma pessoa com depressão, aqui está o que você precisa saber: eles são os sobreviventes mais fortes.

Todo dia é uma luta para eles, uma guerra.

Mas eles ainda saem da cama todas as manhãs e enfrentam sua dor e suas lutas.

Pessoas com depressão vão trabalhar todos os dias, realizam suas tarefas, sustentam suas famílias, e isso tudo apesar de estarem doentes.

Tão doentes que dificilmente conseguem encontrar motivação em qualquer lugar.

Pessoas com depressão fazem um esforço constante para as pessoas que amam, tentam passar o tempo com elas e fazem coisas que elas desejam.

Tudo isso para mostrar o quanto elas apreciam tê-las em suas vidas.

Pessoas com depressão são as mais fortes (1)

As pessoas com depressão normalmente são muito tolerantes e roem os dentes para lidar com tanta ignorância.

Elas estão conscientes de que, aonde quer que vão, haverá pessoas que não tem a menor ideia sobre o que a depressão se trata, já que nunca sofreram disso.

Pessoas que insistem em equiparar a depressão com fraqueza.

A depressão é uma coisa negra escondida dentro de seu cérebro, fechando lentamente todas as luzes até que você tenha nada além do abismo.

Para onde correr quando a coisa da qual você está fugindo está dentro da sua cabeça?

Pessoas com depressão são as mais fortes (2)

A depressão é um monstro inabalável que acorda com você pela manhã e fica com você até os ecos da meia-noite.

Isso é depressão, e as pessoas que lutam contra isso todo dia são guerreiras, fazendo tudo que podem para não deixar que essa luta transpareça e afete as pessoas que amam.

Pessoas com depressão são os seres humanos mais fortes. E, respeitar sua guerra, sua batalha, sua sobrevivência é o mínimo que podemos fazer.

Leia:  20 fotos 'antes e depois' de cachorros com seus donos

Se você tem depressão, sua luta é válida. Você é corajoso. Eu te vejo.

***

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Thought Catalog, por Nikita Gill.

Compartilhe com seus amigos para que eles também possam entender o tamanho da força de quem sofre de depressão.