Saúde

As 5 drogas mais viciantes que existem (três delas são legais)

Existem fatores que determinam qual é o potencial de uma droga, o quanto ela pode ser viciante. Que danos ela causa, qual o valor de mercado, de que forma pode ser encontrada e o efeito que ela causa são alguns desses fatores.

São muitas as vertentes que podem determinar se uma droga é viciante ou não, aliás, existem até pesquisadores que acreditam que nenhuma droga é sempre viciante.

David Nutt, um cientista, fez uma pesquisa com viciados em drogas, e os resultados que ele encontrou podem te surpreender, muitas das drogas mais viciantes do mundo já são bem conhecidas, veja isso:

1. Nicotina

A nicotina é o principal componente do tabaco, que junto com centenas de outras substâncias formam o cigarro.

nicotina

Ela é uma droga altamente viciante, e o pior é que ela além de prejudicar o próprio usuário ainda prejudica os que estão próximos a ele. Assim que um usuário traga o cigarro, a nicotina é absorvida pelo organismo e levada para o cérebro.

Além disso, as pessoas ao redor do usuário se tornam fumantes passivos e podem ter efeitos iguais ou até piores que o usuário. A nicotina pode provocar dificuldade para se concentrar, taquicardia, ganho de peso e até problemas cardiovasculares.

2. Cocaína

Essa era considerada a “droga dos ricos” por ser cara, mas o efeito é tão pesado e viciante que já está em todas as classes econômicas.

cocaina

A cocaína afeta diretamente a parte do sistema central responsável pela dopamina, “a substância do prazer”.

Ela faz com que os níveis de dopamina do corpo subam, provocando euforia momentânea, além de aumentar a necessidade de oxigênio no corpo mas suprimir a capacidade de respiração, o que pode resultar em arritmias e deixar o usuário pré-disposto a infartos.

Leia:  10 coisas que você deve verificar antes de mudar para uma nova casa

Após a sensação de euforia, a cocaína pode trazer depressão para o usuário, o que o incentiva a ir atrás de mais droga.

3. Álcool

Embora seja uma droga legalizada em diversos países, inclusive no Brasil, o álcool é altamente viciante e prejudicial.

alcool-e-direção

O álcool já começa a entrar na sua corrente sanguínea assim que você o coloca na boca. Ele inicialmente provoca euforia, mas depois vai fazendo com que haja mudança de humor, perda e coordenação e até o autocontrole, além de dificultar a digestão de alimentos.

4. Heroína

Criada com o intuito de ajudar viciados em morfina, ela se tornou uma droga 3x mais viciante e poderosa que a morfina.

heroina

É necessária somente 2 semanas para se tornar um viciado, mas é necessário 3 anos de muito esforço e um tratamento caro e desconfortável para se tornar livre dela.

O efeito imediato da heroína é uma sonolência, seguida de uma euforia e conforto. Após esse período o usuário cai numa depressão profunda, o que faz com que ele procure mais heroína para repetir o efeito.

Ela pode trazer várias complicações físicas como cegueira, delírio e até surdez.

5. Calmantes

Eles que vieram para tornar a vida das pessoas com ansiedade mais tranquila, acabaram se tornando os favoritos dos brasileiros. Segundo dados da IMS Health o consumo de calmantes no Brasil cresceu mais de 40% desde 2006.

clinipam-plano-de-saude-venda-calmantes

Esse índice se deve a sensação que o calmante pode trazer.

Ele bloqueia certas partes do cérebro, provocando sensação de euforia e tranquilidade. A sua grande armadilha é que essa sensação faz com que as pessoas se tornem dependentes do remédio.

Muitas vezes, com o uso constante, o cérebro acaba precisando dos calmantes para funcionar corretamente, tornando o vício mais difícil de ser largado.

Fonte: catracalivre.com.br.