Mente

7 coisas que você não sabe que está fazendo por ser muito inteligente

Você acha que é inteligente?

Se você é como a maioria das pessoas, provavelmente pensa que não é.

Infelizmente, isso é o que os exames rotineiros fazem na escola.

As pessoas que “se conformam” e “seguem as instruções” acreditam que são espertas, enquanto as pessoas que pensam por si mesmas e perseguem seus próprios interesses são rotuladas como burras.

Mas a inteligência não é uma questão de receber uma nota 10 em um teste e, em seguida, esquecer as informações.

Inteligência é sobre criatividade e pensar por si mesmo.

Então, esqueça o que a sociedade lhe ensinou.

Aqui estão 7 razões apoiadas pela ciência do por que você é realmente muito mais esperto do que pensa.

Hábitos de pessoas inteligentes

1. Você é uma coruja da noite

Você não vai acreditar, mas pesquisas descobriram que as pessoas que ficam acordadas até mais tarde são mais inteligentes do que as pessoas que vão para a cama mais cedo.

Isso não significa que ficar acordado até mais tarde o torne mais inteligente. Significa apenas que há uma correlação entre alta inteligência e corujas da noite.

O que explica isso?

Uma teoria sugere que nos tempos de nossos ancestrais, ficar acordado até tarde era um “romance evolucionário”.

O romance evolucionário é uma coisa boa, pois pesquisas sugerem que pessoas inteligentes são mais propensas a adaptar tais comportamentos.

Outro estudo também descobriu que as corujas da noite estão mentalmente alertas por uma parte mais longa do dia do que os “pássaros da manhã”.

2. Você é um introvertido

Há muitas evidências que mostram que pessoas introvertidas são mais inteligentes, em média.

Um estudo feito pelo The Gifted Development Center mostrou que 60% das crianças superdotadas são introvertidas.

De fato, pessoas com QI muito alto, acima de 160, geralmente são extremamente introvertidas, até mesmo patologicamente.

Por quê?

Um estudo particularmente interessante mostrou que o cérebro funciona de maneira diferente para os introvertidos em comparação aos extrovertidos.

O psicólogo alemão, Hans Eysenck, pesquisou o cérebro de um introvertido e descobriu que os introvertidos têm uma excitação cortical naturalmente alta, o que significa que sua capacidade de processar informações por segundo é maior do que a média extrovertida.

Leia:  Como se amar mais: 7 dicas infalíveis para o amor-próprio

3. Você pode fazer as pessoas rirem

Um estudo nos anos 70 provou que os comediantes têm QI mais alto em comparação com pessoas comuns.

Não é preciso ser um gênio para descobrir o porquê. Pessoas engraçadas são mais espirituosas e criativas em conversas.

Curiosamente, as pessoas engraçadas também têm uma pontuação particularmente alta nos exames de inteligência verbal.

4. Você entende o quanto você não sabe

As pessoas que são mais inteligentes não têm problemas em admitir quando não sabem alguma coisa.

Isto é apoiado por um estudo clássico de Justin Kruger e David Dunning, que descobriu que quanto menos inteligente você é, mais você superestima suas habilidades cognitivas.

No estudo, os estudantes que pontuaram no quartil mais baixo do teste superestimaram o número de perguntas que eles acertaram em quase 50%.

5. Você tem uma curiosidade insaciável

Você provavelmente já ouviu falar da famosa citação de Einstein:

“Eu não tenho talentos especiais, sou apenas apaixonadamente curioso”.

Um estudo de 2016 descobriu que existe uma ligação entre a inteligência infantil e a abertura à experiência – que muitas vezes leva à curiosidade intelectual mais tarde na vida.

6. Você tem a mente aberta

Se você é mais inteligente, é improvável que se feche para novas ideias.

Os psicólogos acreditam que as pessoas que são capazes de olhar para os dois lados de um argumento tendem a ter uma pontuação mais alta nos testes de inteligência.

Ao mesmo tempo, uma pessoa inteligente não aceitará cegamente qualquer ideia nova.

Como o grande Aristóteles disse:

“É a marca de uma mente educada ser capaz de entreter um pensamento sem aceitá-lo.”

7. Você é sensível às experiências de outras pessoas

Pessoas inteligentes tendem a ser altamente qualificadas em mostrar empatia.

A psicologia diz que estar em sintonia com os sentimentos e necessidades de outras pessoas é um grande componente da inteligência emocional.

Indivíduos emocionalmente inteligentes gostam de conversar com novas pessoas e entender de onde elas vêm.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em IdeaPod escrito por Lachlan Brown.

Imagem: pexels.com

Gostou? Compartilhe este conteúdo com seus amigos inteligentes!!