Mente

20 hábitos que você precisa largar se quiser ser uma pessoa bem-sucedida

“Você passa toda a sua vida preso no labirinto, pensando em como você vai escapar um dia, e o quão incrível será, e imaginar aquele futuro o mantém vivo, mas você nunca escapa. Você apenas usa o futuro para escapar do presente.” ― John Green, ‘Quem é Você, Alasca?’

De vez em quando nós paramos e tentamos descobrir o que precisamos começar a fazer.

Nós refletimos sobre nossas ações passadas e seus resultados, onde estamos agora e o que devemos fazer a seguir.

Embora esses sejam passos lógicos a serem tomados, negligenciamos o fato de que colocar mais coisas em nossas vidas significa que precisamos remover outros componentes.

Afinal, temos um limite de tempo e energia no dia. E para criar espaço para o que queremos fazer, precisamos primeiro descartar nossos maus hábitos.

Hábitos anti felicidade e sucesso

Aqui estão as 20 coisas que você precisa parar agora:

1. Pare de sonhar acordado sobre o futuro.

Pesquisas descobriram que fantasiar sobre um futuro idealizado diminui os níveis de energia, dando-lhe menos motivação para realmente perseguir esses devaneios.

Então, quando imaginar o futuro se torna prejudicial e quando é útil?

Pense na diferença entre os dois como fantasiar versus imaginar.

Quando você fantasia, imagina algo tão distante da realidade, que é difícil ou impossível agir. Imaginando o futuro, por outro lado, é sobre ver possibilidades realistas de onde suas ações cotidianas podem levá-lo.

Quando consegue diferenciar entre os dois, você aprende a avançar ao invés de fingir que avança.

2. Pare de procurar um motivo para começar.

Nós caímos na armadilha de pensar que há um momento perfeito para perseguir um objetivo. Talvez esperemos até que nossas carreiras atinjam um certo ponto, acumulemos dinheiro suficiente ou alguém tenha nos dado permissão para fazê-lo.

E enquanto certas condições são melhores que outras, as estrelas não se alinharão para criar o cenário perfeito.

Alguém que eu conheci disse uma vez que nunca há um momento perfeito para começar uma família porque algo sempre atrapalha.

Da mesma forma, nunca há um momento perfeito para começar a trabalhar em sua ideia, tentar algo novo ou adquirir uma habilidade.

A melhor hora para começar é agora. Ao longo do caminho, você cometerá erros e continuará aprendendo.

3. Pare de esperar a situação mudar.

Estar preso em uma rotina pode levar a um ciclo vicioso. Você se sente para baixo, então você não faz nada para mudar sua situação, o que faz você se sentir ainda pior.

Uma vez que você entra nesse ciclo, todos os componentes de sua vida começam a pesar.

Se você está se sentindo preso, concentre-se em apenas uma coisa em que possa trabalhar hoje. Antes de conseguir correr, você precisa andar.

Melhore primeiro um pequeno componente da sua vida.

4. Pare de fazer algo apenas para se encaixar.

Quando você tenta mudar quem você é para se encaixar, você pode fingir apenas por um tempo. Depois de algum tempo, você fica exausto.

Talvez você esteja perseguindo uma carreira que não se adapte à sua personalidade, porque é de prestígio, ou está em uma situação ruim por medo de mudança.

Quanto mais tempo e esforço você gasta, mais difícil cortar as perdas. Seja honesto consigo mesmo.

Se você tem que mudar seus interesses, valores e crenças para se encaixar em algum lugar, isso significa que você está no lugar errado.

5. Pare de viver para agradar os outros.

Sim, você precisa cuidar das pessoas ao seu redor, como sua família e as pessoas ao seu redor. Mas isso não significa que você deve fazer coisas apenas com o propósito de agradar os outros.

Se você sempre seguir as expectativas dos outros para a sua própria insatisfação, você acabará olhando para trás e sentindo ressentimento.

É hora de fazer uma pausa e avaliar o que você quer.

Hábitos anti felicidade e sucesso

6. Pare de culpar outras pessoas.

Às vezes é realmente culpa de alguém que algo de ruim aconteceu. Mas o que você pode fazer?

Culpar outras pessoas é um exercício fútil que não resolve nada.

Em vez disso, cria mais raiva e não ajuda em nada para te levar adiante. Se você foi injustiçado por alguém, deixe de lado esses sentimentos amargos e siga em frente.

Perdoe. Em vez disso, concentre-se em suas ações.

7. Pare de se preocupar com fatores fora de seu controle.

Ansiedade é especialmente prevalente hoje, com todos os eventos acontecendo em nossas vidas e além. A ansiedade crônica se manifesta em sintomas físicos, como problemas respiratórios, úlceras e doenças cardíacas.

Embora haja um número infinito de coisas com as quais você pode se preocupar, há apenas um número finito de coisas que você pode controlar.

Lembre-se de que você não pode mudar o que os outros dizem ou pensam sobre você. Você não pode decidir as ações que outras pessoas tomam ou como elas afetam você.

O que você pode fazer, no entanto, é decidir qual é o próximo passo.

8. Pare de se fixar em coisas sobre você que não pode mudar.

Há certas partes sobre você que não pode mudar, como onde e quando você nasceu.

Não há dúvida de que alguns desses fatores afetam sua vida em larga escala. Mas quando você fica preso neles, você perde o foco em outras partes da sua vida, como a sua atitude, suas ações e as oportunidades à sua frente.

Aceite as coisas que você não pode mudar, para que você possa começar a trabalhar no que você pode mudar.

9. Pare de remoer os erros do passado.

Todos nós temos momentos em nosso passado que, após reflexão, poderiam ter sido feitos de forma melhor ou diferente.

Ocasionalmente, eu me pergunto se as coisas poderiam ter sido melhores se eu tivesse feito escolhas diferentes.

Ainda assim, me lembro de não ficar preso ao passado.

Em vez de ponderar sobre o que você não pode mudar, use os erros do passado para pensar proativamente sobre como você faria as coisas hoje.

Falhas podem ser usadas a seu favor, se você estiver disposto a transformá-las em lições para o futuro.

10. Pare de procurar por atalhos.

Alguns métodos são mais eficazes que outros. Por exemplo, trabalhar com um treinador para entrar em forma é melhor do que se forçar a ir à academia.

Mas não é isso que quero dizer com “atalho”.

Leia:  Os livros que você lê definitivamente formam quem você é

Um conhecido meu sempre persegue as maiores oportunidades de negócios sem se esforçar.

Isso significou não ter tempo para ganhar a confiança dos outros, sem paciência para ver resultados e tomar decisões precipitadas sem considerar as consequências.

Se você buscar algo que tenha levado muito tempo, energia e dedicação aos outros, não será divertido nem excitante o tempo todo. Não vá atrás de uma bala mágica.

Hábitos anti felicidade e sucesso

11. Pare de se distrair com a mais nova moda.

Novas pessoas, lugares e coisas são sempre interessantes. No entanto, após exposição repetida, até mesmo as coisas mais excitantes acabam perdendo seu brilho.

Você começa a olhar em volta e se pergunta se essa nova oportunidade é melhor, ou se deve largar o que tem para perseguir outra coisa.

Mas antes disso, lembre-se de que tudo tem seu lado negativo.

Embora seja perfeitamente possível que você termine em uma situação melhor, você também pode acabar percebendo que as coisas não são tão atraentes quanto pareciam antes.

12. Pare de negligenciar o presente.

Nossas mentes estão tão ocupadas vagando por todo tipo de lugar que esquecemos o que está diante de nós. Ficamos presos em nossas memórias, aspirações e devaneios.

No processo, usamos mal o nosso tempo e perdemos o presente.

Se você estiver indo fazer uma caminhada, aproveite a vegetação e os sons serenos da natureza. Se você está trabalhando em algo, pare de sonhar acordado sobre suas férias maravilhosas.

Seria trágico olhar para os eventos críticos e perceber que sua mente estava em outro lugar durante todo esse tempo.

13. Pare de fazer as coisas sem pausa.

Você sente constantemente que precisa apenas fazer alguma coisa ou ter algum tipo de plano alinhado?

Enquanto normalmente os vemos como atributos positivos, eles se tornam problemáticos quando não conseguimos parar e perguntar “por quê?”

No passado, me encontrei assumindo uma tarefa sem refletir se era o passo certo a ser feito.

Se você se pegar em certas rotinas, pense para onde elas levaram e o que te motivou a fazer aquilo em primeiro lugar.

Você tem feito coisas ou entrado em oportunidades porque elas são certas para você, ou simplesmente porque são convenientes?

14. Pare com as promessas vazias.

Há menos coisas mais decepcionantes do que quando alguém faz promessas, mas nunca as cumpre. Eventualmente, as palavras da pessoa perdem seu significado e tornam-se desprovidas de confiança.

Se você quiser ajudar alguém, pense cuidadosamente sobre o que isso implica antes de se oferecer para ajudar. Curiosamente, as pessoas que falam mais alto acabam fazendo o mínimo.

A próxima vez que você quiser fazer alguma coisa, tome a iniciativa e ajude. Deixe os resultados falarem por si mesmos.

15. Pare de comprar objetos para buscar felicidade.

Pode ser contraintuitivo, mas gastar dinheiro em experiências cria maior satisfação do que objetos físicos.

Experiências, devido à sua natureza temporária, criam boas recordações. Também criamos fortes laços com as pessoas e lugares que encontramos em uma viagem ao exterior ou em uma excursão.

Objetos, no entanto, perdem seu brilho inicial à medida que nos acostumamos com eles.

Então, se você quiser dar algo a si mesmo, considere fazer algum curso em vez de comprar outra peça de decoração.

Hábitos anti felicidade e sucesso

16. Pare de subestimar as coisas.

É fácil aceitar as coisas e as pessoas que temos como uma dádiva. Ficamos cegos para o que temos até perdê-los.

Quando você subestima as coisas, nada que você tem pode satisfazê-lo.

Para combater isso, aqui está algo que pratico: eu digo “obrigado” às pessoas sempre que possível. Isso significa agradecer às pessoas por me darem feedback, por me avisarem sobre algo ou por um gesto gentil.

Quando você agradece a alguém, a outra pessoa se sente apreciada e você fica internamente mais grato, mesmo pelas pequenas coisas.

Depois de algum tempo, o seu entorno começa a parecer um pouco mais brilhante.

17. Pare de deixar sua saúde de lado.

Quando você está preso no turbilhão da vida, a saúde pode acabar sendo deixada de lado.

Para fazer mais, você corta o sono e pula sua rotina de exercícios. Depois de uma manhã cansativa, você toma aquela bebida açucarada porque precisa de um aumento de energia.

Infelizmente, os efeitos dos maus hábitos de saúde só aparecem anos depois.

O Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue recomenda que o colesterol seja medido pelo menos uma vez a cada 5 anos a partir dos 20 anos de idade, o que significa que a saúde não é um problema “posterior”, mas algo que precisa ser tratado hoje.

18. Pare de andar na montanha russa emocional.

Não deixe que todas as pequenas coisas afetem você. Se algo ótimo aconteceu com você, aproveite enquanto durar. Se algo lamentável aconteceu, saiba que isso passará.

Lembre-se de que coisas boas e ruins são finitas.

Mesmo quando ocorrem mudanças permanentes, nos acostumamos a elas e gradualmente retornamos aos nossos níveis de felicidade básicos. Humanos são criaturas notavelmente resistentes.

19. Pare de deixar que outras pessoas definam os padrões para você.

Quando as pessoas dizem para você parar de tentar, você se pergunta se elas estão certas.

Quando eles mostram a você o que é aceitável, é muito mais fácil abaixar o nível para você mesmo, em vez de aumentá-lo para os outros.

Nós nos encontramos dizendo: “Fulano fez isso, então não deve ter problema”.

Se houver um descompasso entre seus padrões e os de outra pessoa, é hora de passar mais tempo com pessoas que o elevam ao nível que você deseja.

20. Pare de deixar alguém determinar seu valor.

Quando alguém te elogia, parece incrivelmente satisfatório. Infelizmente, a rejeição e as palavras duras têm o efeito oposto dez vezes maior.

Você instantaneamente se sente esvaziado à medida que sua confiança é derrubada. Avançando, essas lembranças do passado colorem sua abordagem para futuros empreendimentos.

Mas a questão é que todo mundo tem opiniões diferentes. O que uma pessoa detesta, outra pessoa absolutamente ama. Quem você é e o que você faz não será adequado para todos.

Decida seu próprio valor.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Thrive Global escrito por Melissa Chu.

Imagens: pexels.com e pixabay.com

Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e faça-os largarem esses hábitos nocivos à felicidade!