Mente

13 coisas que pessoas mentalmente fortes não fazem

Muitas vezes ouvimos conselhos como: “pense positivo, e coisas boas vão acontecer”, ou “tente o seu melhor e, eventualmente, as coisas vão dar certo”.

Embora tais palavras de sabedoria certamente tenham mérito, essas sugestões bem-intencionadas não o ajudarão a alcançar seus objetivos se você tiver, simultaneamente, um comportamento pouco saudável.

Reconhecer e substituir os pensamentos, comportamentos e sentimentos nocivos que podem estar sabotando seus esforços é a chave para construir a força mental.

Tente comparar a força mental com a força física. Enquanto um fisiculturista mantém seu físico com bons hábitos, como ir à academia, é igualmente importante para o fisiculturista se livrar de hábitos pouco saudáveis, como comer junk food.

Um regime de exercícios não será eficaz na construção de massa muscular magra, a menos que hábitos alimentares pouco saudáveis também sejam eliminados.

Da mesma forma, construir músculos mentais requer muito trabalho, dedicação e exercício.

Além de adotar hábitos saudáveis, evitar hábitos prejudiciais – como pensamentos negativos, comportamento improdutivo e emoções autodestrutivas – também é essencial.

Se você está trabalhando para se tornar um pai ou mãe mais paciente, ou se está se esforçando para se tornar um atleta de elite, a construção da força mental o ajudará a alcançar seus objetivos.

Aprenda a identificar as armadilhas comuns com as quais você é propenso e pratique exercícios que o ajudarão a se tornar o melhor de si.

Coisas que pessoas mentalmente fortes não fazem

Aqui estão as 13 coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem:

1. Perder tempo sentindo pena de si mesmos

Muitos dos problemas e tristezas da vida são inevitáveis, mas sentir pena de si mesmo é uma escolha. Se você está lutando para pagar suas contas ou lidando com problemas de saúde inexplicáveis, entregar-se a autopiedade não vai resolver seus problemas.

Se você está propenso a sentir pena de si mesmo quando as coisas ficam difíceis, treine seu cérebro para trocar a autopiedade por gratidão.

Pessoas mentalmente fortes não perdem tempo e energia pensando no problema, ao invés disso, concentram-se em criar uma solução.

2. Dar seu poder aos outros

Pode ser muito tentador culpar outras pessoas por nossos problemas e circunstâncias. Pensar coisas como: “minha sogra me faz sentir mal comigo mesmo”, dá poder aos outros sobre nós.

Retome seu poder aceitando a total responsabilidade de como você pensa, sente e se comporta.

Capacitar a si mesmo é um componente essencial para construir a força mental e criar o tipo de vida que você quer viver.

3. Fugir da mudança

Embora nos sintamos mais seguros quando ficamos em nossas zonas de conforto, evitar novos desafios serve como o maior obstáculo para uma vida plena e rica.

Aprender a reconhecer quando você evita a mudança por causa do desconforto envolvido em fazer algo novo pode ser o primeiro passo em uma longa jornada para melhorar sua vida.

Quanto mais você pratica a tolerância aos sentimentos desconfortáveis associados à mudança – seja assumir um novo emprego ou deixar um relacionamento ruim – mais confiante você será em sua capacidade de criar seu futuro.

4. Desperdiçar energia em coisas que não podem controlar

Muitas vezes nos preocupamos com as coisas erradas. Em vez de nos concentrarmos na preparação para a tempestade, desperdiçamos energia desejando que a tempestade não venha.

Se investíssemos essa mesma energia nas coisas sobre as quais temos controle, estaríamos muito melhor preparados para qualquer coisa que a vida coloque em nosso caminho.

Preste atenção nas vezes em que você é tentado a se preocupar com algo que você não pode controlar – como as escolhas que as outras pessoas fazem ou como seu concorrente se comporta – e dedique essa energia a algo mais produtivo.

Coisas que pessoas mentalmente fortes não fazem

5. Preocupar-se em agradar os outros

Muitas pessoas dizem: “Eu não me importo com o que as outras pessoas pensam”, mas muitas vezes esse é um mecanismo de defesa destinado a protegê-las da mágoa e da dor associadas à rejeição.

Existem vários tipos de pessoas que gostam de agradar os outros. Às vezes você consegue identificar um a um quilômetro de distância e, em outros momentos, o medo de irritar os outros está profundamente enraizado.

Fazer e dizer coisas que não podem agradar exige coragem, mas viver uma vida autêntica exige que você viva de acordo com seus valores, mesmo quando suas escolhas não são populares.

6. Temer assumir riscos calculados

Fazemos dezenas – se não centenas – de escolhas todos os dias, com pouca consideração dos riscos que estamos assumindo.

Leia:  A cura para seu vício em tecnologia está onde você menos espera: no tédio

Seja optar por usar um capacete em um passeio de bicicleta, ou decidir fazer um empréstimo, muitas vezes baseamos nossas escolhas em nossas emoções, e não no verdadeiro nível de risco.

Tomar decisões com base no seu nível de medo não é uma maneira precisa de calcular o risco. Emoções são muitas vezes irracionais e não confiáveis.

Você não consegue ser extraordinário sem correr riscos, e aprender a calcular o risco com precisão garantirá que está fazendo as melhores escolhas.

7. Remoer o passado

Embora refletir sobre o passado e aprender com ele seja uma parte útil da construção da força mental, a ruminação pode ser prejudicial.

Fazer as pazes com o passado para que você possa viver o presente e planejar o futuro pode ser difícil, especialmente se você suportou muitas desgraças, mas é um passo necessário para tornar-se o seu melhor de si.

8. Repetir os mesmos erros

Seria bom aprender o suficiente de cada erro para garantir que nunca repetiríamos o mesmo erro duas vezes. Mas a realidade é que estamos propensos a repetir os mesmos erros algumas vezes.

Aprender com nossos erros requer humildade e disposição para procurar novas estratégias para melhorar.

Pessoas mentalmente fortes não escondem seus erros nem inventam desculpas para eles. Em vez disso, elas transformam seus erros em oportunidades de crescimento próprio.

Coisas que pessoas mentalmente fortes não fazem

9. Invejar o sucesso de outras pessoas

Ver um colega de trabalho receber uma promoção ou ouvir um amigo falar sobre suas realizações pode provocar sentimentos de inveja. Mas invejar o sucesso de outras pessoas só irá interferir na sua capacidade de alcançar seus objetivos.

Quando você é seguro de sua própria definição de sucesso, você para de invejar outras pessoas para obter seus objetivos e se compromete em realizar seus sonhos.

10. Desistir após fracassar

É normal sentir-se envergonhado, desanimado e derrotado quando suas primeiras tentativas não funcionam.

Desde pequeno, muitas vezes somos ensinados que o fracasso é ruim, mas é quase impossível ter sucesso sem nunca falhar.

Pessoas mentalmente fortes veem o fracasso como prova de que estão indo até o limite de seus esforços para alcançar seu pleno potencial.

11. Temer o tempo sozinho

No mundo acelerado de hoje, conseguir um pouco de tempo silencioso geralmente exige um esforço conjunto.

Muitas pessoas evitam o silêncio e a solidão porque a falta de atividade é desconfortável. Mas o tempo para si mesmo é um componente essencial para a construção da força mental.

Pessoas mentalmente fortes criam oportunidades de estar sozinhas com seus pensamentos, refletir sobre seu progresso e criar metas para o futuro.

12. Achar que o mundo lhes deve algo

É fácil ser pego sentindo uma sensação de ter direito a algo. Mas esperar que o mundo – ou as pessoas nele – lhe dê o que você acha que merece não é uma estratégia de vida útil.

Se você está ocupado tentando pegar o que você acha que merece, não terá tempo de se concentrar em tudo que tem para dar. E todos possuem dádivas que podem ser compartilhados, independentemente de terem obtido um “acordo justo” na vida.

13. Esperar resultados imediatos

Não seria legal se tudo na vida acontecesse ao toque de um botão?

Muitas vezes crescemos tão acostumados ao nosso mundo “sem filas, sem espera”, que nossos cérebros começam a acreditar que tudo deve acontecer instantaneamente. Mas o crescimento próprio se desenvolve mais como um passo de lesma do que à velocidade da luz.

Se você está tentando perder peso ou desenvolver uma atitude mais agradável, o lento e estável ganham a corrida, e esperar resultados imediatos só levará à decepção.

Pessoas mentalmente fortes sabem que a verdadeira mudança leva tempo e estão dispostas a trabalhar duro para ver os resultados.

A boa notícia é que todos têm a capacidade de construir força mental. Mas, para isso, você precisa desenvolver a autoconsciência sobre os pensamentos, comportamentos e sentimentos autodestrutivos que impedem que você alcance todo o seu potencial.

Depois de reconhecer as áreas que precisam de trabalho, comprometer-se com exercícios de força mental ajudará você a criar hábitos mais saudáveis e a construir músculos mentais.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Psychology Today escrito por Amy Morin.

Imagens: pexels.com e pixabay.com

Compartilhe este texto com seus amigos!