Mente

Os 3 estágios da falha na vida e no trabalho (e como corrigi-los)

Por um lado, perseverança e coragem são fundamentais para alcançar o sucesso em qualquer campo. Qualquer um que domine seu ofício enfrentará momentos de dúvida e, de alguma forma, encontrará a vontade interior de continuar.

Se você quer construir um negócio de sucesso, ou criar um ótimo casamento, ou aprender uma nova habilidade, então “insistir” talvez seja o traço mais importante para se ter.

Por outro lado, dizer a alguém para nunca desistir é um conselho terrível. Pessoas bem-sucedidas desistem o tempo todo. Se algo não está funcionando, pessoas inteligentes não repetem isso indefinidamente.

Elas revisam. Elas ajustam. Elas seguem outra direção. Elas desistem.

Como diz o ditado, “loucura é fazer a mesma coisa repetidas vezes e esperar resultados diferentes”.

A vida requer ambas as estratégias.

Às vezes você precisa demonstrar confiança inabalável e dobrar seus esforços. Às vezes você precisa abandonar as coisas que não estão funcionando e tentar algo novo.

A questão é: como você sabe quando desistir e quando insistir?

Uma maneira de responder a essa pergunta é usar uma estrutura que chamo de “os 3 estágios da falha”.

Os 3 estágios da falha

Essa estrutura ajuda a esclarecer as coisas dividindo os desafios em três estágios de fracasso:

  1. A fase 1 é uma falha de táticas. Estes são erros COMO. Eles ocorrem quando você não consegue construir sistemas robustos, esquece de medir com cuidado e não se atenta aos detalhes. Um fracasso de tática é uma falha na execução de um bom plano e uma visão clara.
  2. O estágio 2 é uma falha de estratégia. Estes são erros O QUE. Eles ocorrem quando você segue uma estratégia que não consegue entregar os resultados desejados. Você consegue saber por que você faz as coisas que faz e consegue saber como fazer o trabalho, mas ainda escolher o errado “o que” para fazer acontecer.
  3. O estágio 3 é uma falha de visão. Estes são erros POR QUÊ. Eles ocorrem quando você não define uma direção clara para si mesmo, segue uma visão que não o satisfaz ou não entende por que faz as coisas que faz.

No restante deste artigo, compartilharei uma história, uma solução e um resumo para cada estágio de falha.

Minha esperança é que a estrutura dos 3 estágios da falha irá ajudá-lo a navegar na difícil decisão de decidir quando sair e quando insistir.

Não é perfeito, mas espero que você ache útil.

Estágio 1: Uma falha de táticas

Os 3 estágios da falha

Sam Carpenter tornou-se proprietário de uma pequena empresa em 1984. Usando US$ 5.000 como pagamento inicial, ele comprou uma empresa em dificuldades em Bend, Oregon, e renomeou para Centratel.

A Centratel forneceu serviço de atendimento telefônico 24 horas por dia, 7 dias por semana para médicos, veterinários e outros negócios que precisavam que os telefones fossem atendidos em todas as horas, mas não podiam pagar um funcionário para se sentar à mesa constantemente.

Quando ele comprou o negócio, Carpenter esperava que a Centratel “um dia fosse o serviço de atendimento telefônico de maior qualidade nos Estados Unidos”.

As coisas não saíram como esperado.

Em uma entrevista de 2012, Carpenter descreveu sua primeira década e meia de empreendedorismo dizendo:

Eu estava literalmente trabalhando 80 a 100 horas por semana durante 15 anos. Eu era um pai solteiro com dois filhos, acredite ou não. Eu estava muito doente. Eu tomava todos os tipos de antidepressivos e assim por diante…eu não ia cumprir com uma folha de pagamento e ia perder toda a minha empresa. Se você puder imaginar um desastre nervoso, um desastre físico e multiplicar isso por dez, é isso que eu era. Foi uma época horrível.

Uma noite, pouco antes de não conseguir cumprir com a folha de pagamento, Carpenter teve uma percepção. Seu negócio estava em dificuldades porque faltava os sistemas necessários para atingir o desempenho ideal.

Nas palavras de Carpenter, “estávamos tendo todos os tipos de problemas porque todos estavam fazendo da maneira que achavam melhor”.

Carpenter acreditava que, se conseguisse aperfeiçoar seus sistemas, sua equipe poderia passar cada dia seguindo as melhores práticas, em vez de apagar incêndios constantemente.

Ele imediatamente começou a escrever todos os processos da empresa.

“Por exemplo”, disse ele. “Temos um procedimento de nove passos para atender o telefone na recepção. Todo mundo faz desse jeito, é 100% a melhor maneira de fazer isso, e nós pegamos um sistema orgânico e o tornamos mecânico, e o tornamos perfeito.”

Nos dois anos seguintes, Carpenter registrou e revisou todos os processos da empresa. Como fazer uma apresentação de vendas. Como depositar um cheque. Como pagar faturas de clientes. Como processar a folha de pagamento.

Ele criou um manual que qualquer funcionário poderia pegar e seguir para qualquer procedimento dentro da empresa – sistema a sistema, passo a passo.

O que aconteceu?

A semana de trabalho de Carpenter diminuiu rapidamente de 100 horas por semana para menos de 10 horas por semana.

Ele não era mais necessário para lidar com todas as emergências, pois havia um procedimento para orientar os funcionários em cada situação.

Como a qualidade de seu trabalho melhorou, a Centratel aumentou seus preços e a margem de lucro da empresa explodiu para 40%.

Hoje, a Centratel cresceu para quase 60 funcionários e recentemente celebrou seu 30º ano. Carpenter agora trabalha apenas duas horas por semana.

Corrigindo uma falha de táticas

Uma falha de táticas é um problema de COMO.

No caso da Centratel, eles tinham uma visão clara (ser “o serviço de atendimento telefônico de maior qualidade nos Estados Unidos”) e uma boa estratégia (o mercado de atendimento telefônico era grande), mas não sabiam como executar sua estratégia e visão.

Existem três maneiras principais de corrigir as Falhas de Táticas.

  1. Registre seu processo.
  2. Meça seus resultados.
  3. Revise e ajuste suas táticas.

Registre seu processo.

O McDonald’s tem mais de 35.000 lojas em todo o mundo. Por que eles podem inserir rapidamente novos funcionários enquanto ainda entregam um produto consistente?

Porque eles têm sistemas matadores para todos os processos.

Não importa se você está administrando uma empresa, criando uma família ou administrando sua própria vida, a criação de sistemas excelentes é crucial para o sucesso repetido.

Tudo começa com a anotação de cada etapa específica do processo e o desenvolvimento de uma lista de verificação que você pode seguir quando as coisas ficam agitadas.

Meça seus resultados.

Se algo é importante para você, meça.

Se você é um empreendedor, meça quantas ligações de vendas você faz por dia. Se você é escritor, meça com que frequência você publica um novo artigo. Se você é um halterofilista, meça com que frequência treina.

Se você nunca medir seus resultados, como saberá quais táticas estão funcionando?

Revise e ajuste suas táticas.

O mais fatigante das falhas do estágio 1 é que elas nunca param. Táticas que costumavam funcionar se tornarão obsoletas. Táticas que eram uma má ideia anteriormente podem ser uma boa ideia agora.

Você precisa estar constantemente revisando e melhorando como você faz o seu trabalho. Pessoas de sucesso rotineiramente desistem de táticas que não levam adiante sua estratégia e visão.

Consertar uma falha de táticas não é um trabalho único, é um estilo de vida.

Estágio 2: Uma falha de estratégia

Os 3 estágios da falha

Era março de 1999. Jeff Bezos, o fundador da Amazon, havia acabado de anunciar que sua empresa lançaria um novo serviço chamado Amazon Auctions, para ajudar as pessoas a vender “virtualmente qualquer coisa online”.

A ideia era criar algo que pudesse competir com o eBay. Bezos sabia que havia milhões de pessoas com mercadorias para vender e queria que a Amazon fosse o lugar onde essas transações aconteciam.

Greg Linden, engenheiro de software da Amazon na época, relembrou o projeto dizendo:

Nos bastidores, esse foi um esforço hercúleo. Pessoas de toda a empresa foram retiradas de seus projetos. Todo o site do Auctions, com todos os recursos do eBay e mais, foi construído do zero. Ele foi projetado, arquitetado, desenvolvido, testado e lançado em menos de três meses.”

O Amazon Auctions foi um fracasso espetacular.

Apenas seis meses após o lançamento, a gerência percebeu que o projeto não estava indo a lugar nenhum. Em setembro de 1999, eles se esforçaram para lançar uma nova oferta chamada Amazon zShops.

Essa versão da ideia permitia que qualquer pessoa, de grandes empresas até indivíduos, montasse uma loja on-line e vendesse produtos pela Amazon.

Mais uma vez, a Amazon tentou e errou. Nem o Amazon Auctions nem Amazon zShops estão em execução hoje.

Em dezembro de 2014, Bezos se referiu aos projetos fracassados dizendo: “Eu fiz bilhões de dólares em falhas na Amazon.com. Literalmente bilhões.

Destemida, a Amazon tentou mais uma vez criar uma plataforma para vendedores terceirizados. Em novembro de 2000, eles lançaram o Amazon Marketplace, que permitia que os indivíduos vendessem produtos usados junto com os novos itens da Amazon.

Por exemplo, uma pequena livraria poderia listar seus livros usados diretamente junto com os novos da Amazon.

Funcionou. Marketplace foi um grande sucesso. Em 2015, o Amazon Marketplace foi responsável por quase 50% dos US$ 107 bilhões em vendas na Amazon.com.

Corrigindo uma falha de estratégia

Uma falha de estratégia é um problema de O QUE.

Em 1999, a Amazon tinha uma visão clara de “ser a empresa mais centrada no cliente no mundo”. Eles também eram mestres em fazer as coisas, e foi por isso que conseguiram lançar o Amazon Auctions em apenas três meses.

O porquê e o como foram cuidados, mas o o que era desconhecido.

Existem três maneiras principais de corrigir as Falhas de Estratégia.

  1. Lance rapidamente.
  2. Faça de forma barata.
  3. Revise rapidamente.

Lance rapidamente.

Algumas ideias funcionam muito melhor do que outras, mas ninguém sabe quais ideias funcionam até que você as experimente. Ninguém sabe de antemão – nem os investidores de risco, nem os inteligentes da Amazon, nem seus amigos ou familiares.

Todo o planejamento, pesquisa e design é apenas pretexto. Eu adoro a opinião de Paul Graham sobre isso: “Você não começou a trabalhar de verdade [em sua ideia] até que você tenha lançado.”

Por isso, é essencial lançar estratégias rapidamente. Quanto mais rápido você testar uma estratégia no mundo real, mais rápido você obterá feedback se ela funciona ou não.

Observe a linha do tempo em que a Amazon operou: O Amazon Auctions foi lançado em março de 1999. O Amazon zShops foi lançado em setembro de 1999. O Amazon Marketplace foi lançado em novembro de 2000.

Três tentativas enormes dentro de 20 meses.

Faça de forma barata.

Assumindo que você tenha atingido um nível mínimo de qualidade, é melhor testar novas estratégias de forma barata.

Leia:  Quando você medita, pode também estar ajustando seu genes

Falhar de forma barata aumenta sua área de superfície para o sucesso, pois significa que você pode testar mais ideias.

Além disso, fazer as coisas de maneira barata serve a outro propósito crucial. Reduz seu apego a uma ideia em particular.

Se você investir muito tempo e dinheiro em uma estratégia específica, será difícil desistir dessa estratégia. Quanto mais energia você coloca em alguma coisa, mais dono dela você se sente.

Ideias ruins de negócios, relacionamentos tóxicos e hábitos destrutivos de todos os tipos podem ser difíceis de abandonar quando se tornam parte de sua identidade.

Testar novas estratégias de maneira barata evita essas armadilhas e aumenta a probabilidade de você seguir a estratégia que funciona melhor, em vez daquela que você mais investiu.

Revise rapidamente.

As estratégias devem ser revisadas e ajustadas. Você teria dificuldade em encontrar um empreendedor, artista ou criador de sucesso que esteja fazendo exatamente a mesma coisa hoje em relação a quando começou.

A Starbucks vendeu suprimentos de café e máquinas de café expresso por mais de uma década antes de abrir suas próprias lojas.

37signals começou como uma empresa de web design antes de virar uma empresa de software que vale mais de US$ 100 milhões atualmente.

A Nintendo fez cartas de baralho e aspiradores de pó antes de roubar os corações dos amantes de videogames em todos os lugares.

Muitos empresários pensam que, se a sua primeira ideia de negócio é um fracasso, eles não estão preparados para isso.

Muitos artistas presumem que, se seus primeiros trabalhos não forem elogiados, eles não têm a habilidade necessária.

Muitas pessoas acreditam que, se seus primeiros dois ou três relacionamentos forem ruins, nunca encontrarão amor. (Elas certamente precisam ler mais sobre amor-próprio.)

Imagine se as forças da natureza funcionassem dessa maneira. E se a Mãe Natureza apenas se desse uma chance de criar vida? Todos nós seríamos apenas organismos unicelulares.

Felizmente, não é assim que a evolução funciona. Por milhões de anos, a vida vem adaptando, evoluindo, revisando e iterando até alcançar as diversas e variadas espécies que habitam nosso planeta hoje.

Não é o curso natural das coisas descobrir tudo na primeira tentativa.

Então, se a sua ideia original é um fracasso e você sente que está constantemente revisando e ajustando, faça uma pausa. Mudar sua estratégia é normal.

É literalmente o modo como o mundo funciona. Você tem que ficar na estrada.

Estágio 3: Uma falha de visão

Os 3 estágios da falha

Ralph Waldo Emerson nasceu em Massachusetts em 1803. Seu pai era um ministro da Igreja Unitarista, que era uma área relativamente popular do cristianismo na época.

Como seu pai, Emerson frequentou Harvard e tornou-se pastor ordenado. Ao contrário de seu pai, ele se viu em desacordo com muitos dos ensinamentos da Igreja depois de alguns anos.

Emerson debateu pesadamente com os líderes da igreja antes de escrever, “Este modo de comemorar a Cristo não é adequado para mim. Isso é motivo suficiente para eu abandonar.”

Emerson saiu da igreja em 1832 e passou o ano seguinte viajando pela Europa. As viagens despertaram sua imaginação e levaram à amizades com filósofos e escritores contemporâneos como John Stuart Mill, William Wordsworth, Samuel Taylor Coleridge e Thomas Carlyle.

Mais tarde, foi escrito que suas viagens a Paris provocaram “um momento de intensidade quase visionária que o afastou da teologia e da ciência”.

Ao retornar aos Estados Unidos, Emerson fundou o Clube Transcendental, que era um grupo de intelectuais da Nova Inglaterra como ele, que queria falar sobre filosofia, cultura, ciência e melhorar a sociedade americana.

O profundo questionamento de Emerson sobre sua vida e valores, que começou com seu trabalho como pastor, intensificou-se durante suas viagens internacionais e continuou com suas reuniões do Clube Transcendental, ajudando-o a perceber o desejo de se tornar filósofo e escritor.

Ele passou o resto de seus anos buscando ideias independentes e escrevendo ensaios e livros que ainda são valorizados hoje.

Corrigindo uma falha de visão

Uma falha de visão é um problema de POR QUÊ. Elas acontecem porque sua visão ou meta para o que você quer se tornar (seu por quê) não se alinha com as ações que você está tomando.

Existem três maneiras principais de corrigir falhas de visão.

  1. Faça um balanço da sua vida.
  2. Determine seu não negociável.
  3. Navegue pelas críticas.

Faça um balanço da sua vida.

As pessoas raramente reservam tempo para pensar criticamente sobre sua visão e valores.

Claro, não há nenhum requisito que diga que você deve desenvolver uma visão pessoal para o seu trabalho ou sua vida. Muitas pessoas preferem seguir o fluxo e deixar que a vida os levem.

Em teoria, isso é ótimo. Mas na prática, há um problema:

Se você nunca decide uma visão para a sua vida, muitas vezes você se vê vivendo o sonho de outra pessoa.

Como muitas crianças, Emerson seguiu o caminho de seu pai para a mesma escola e a mesma profissão antes de abrir os olhos e perceber que não era o que ele queria.

Adotar a visão de outra pessoa como sua – seja de familiares, amigos, celebridades, seu chefe ou a sociedade como um todo – provavelmente não levará a seu sonho pessoal.

Sua identidade e seus hábitos precisam estar alinhados.

Por causa disso, você precisa fazer um balanço da sua vida. O que você quer alcançar? Como você quer passar seus dias?

Não é tarefa de outra pessoa descobrir a visão de sua vida. Isso só pode ser feito por você.

Minha sugestão é começar explorando seus valores fundamentais. Em seguida, revise suas experiências recentes escrevendo uma Revisão Anual ou fazendo um Relatório de Integridade.

Determine seu não negociável.

Seu “não negociável” é a única coisa que você não está disposto a ceder, não importa o quê. Um erro comum é tornar a sua estratégia não negociável, quando deveria ser sua visão.

É muito fácil se fixar na sua ideia. Mas se você vai ficar obcecado por algo, fique obcecado pela sua visão, não pela sua ideia.

Seja firme na visão, não nesta versão particular da sua ideia. Jeff Bezos disse: “Somos teimosos em visão. Somos flexíveis em detalhes”.

O segredo é perceber que quase tudo é um detalhe – suas táticas, sua estratégia, até mesmo seu modelo de negócios. Se o seu não negociável é ser um empreendedor de sucesso, então há muitas maneiras de alcançar essa visão.

Se o não negociável da Amazon for “ser a empresa mais centrada no cliente do mundo”, ela poderá perder bilhões em Amazon Auctions e Amazon zShops e ainda atingir sua meta.

Uma vez que você está confiante em sua visão, é raro perdê-la de uma vez só. Há pouquíssimos erros que levam à aniquilação completa de um sonho.

Mais provavelmente, você falhou em um nível estratégico e se sentiu desmoralizado. Isso prejudicou seu entusiasmo e você desistiu não porque deveria, mas porque se sentiu assim.

Suas emoções fizeram com que você transformasse uma falha de Fase 1 ou Fase 2 em uma falha de Fase 3. A maioria dos erros que as pessoas assumem como falhas de visão são, na verdade, falhas de estratégia.

Muitos empreendedores, artistas e criadores ficam presos a uma versão específica de sua ideia e, quando a ideia falha, desistem da visão também. Não desenvolva um senso de propriedade sobre a coisa errada.

Existem maneiras quase infinitas de alcançar sua visão se você estiver disposto a ser flexível nos detalhes.

Navegue pelas críticas.

A crítica pode ser um indicador de estratégias e táticas falhas, mas – supondo que você seja uma pessoa razoável com boas intenções – raramente é um indicador de uma visão falha.

Se você está empenhado em tornar sua visão um fator não negociável em sua vida e não desistir da primeira tentativa, então você tem que estar disposto a lidar com as críticas.

Você não precisa se desculpar pelas coisas que ama, mas precisa aprender a lidar com os inimigos.

O 4º estágio da falha

Os 3 estágios da falha

Há um 4º estágio de falha sobre o qual não falamos: Falhas de oportunidade.

Estes são erros de QUEM. Eles ocorrem quando a sociedade falha em fornecer oportunidades iguais para todas as pessoas.

Falhas de oportunidade são o resultado de muitos fatores complexos: idade, raça, sexo, renda, educação e muito mais.

Por exemplo, há milhares de homens da minha idade vivendo nas favelas da Índia ou nas ruas de Bangladesh, que são mais inteligentes e mais talentosos do que eu, mas vivemos vidas muito diferentes em grande parte por causa das oportunidades que nos são apresentadas.

Falhas de oportunidade merecem um artigo próprio e há muitas coisas que podemos fazer como indivíduos e como sociedade para reduzi-las.

No entanto, optei por não focar nelas porque as falhas de oportunidade são difíceis de influenciar. Enquanto isso, sua visão, sua estratégia e suas táticas são todas coisas que você pode controlar diretamente.

Uma nota final sobre falhas

Espero que a estrutura dos 3 estágios da falha tenha ajudado a esclarecer alguns dos problemas que você enfrenta e como lidar com eles. Uma coisa que pode não ser aparente à primeira vista é como os diferentes estágios podem impactar um ao outro.

Por exemplo, falhas de táticas podem ocasionalmente criar bastante confusão, que você erroneamente acredita que tem uma falha de visão.

Imagine como Sam Carpenter se sentia quando trabalhava 100 horas por semana. Teria sido fácil supor que sua visão de ser um empreendedor era a falha quando, na verdade, eram apenas táticas ruins que causavam o problema.

Às vezes você precisa de algumas táticas para criar espaços em branco suficientes para descobrir sua estratégia ou visão. É por isso que escrevo sobre coisas como gerenciar sua rotina diária e como descobrir suas prioridades e por que a multitarefa é um mito.

Não, esses tópicos não vão criar uma visão de mudança de mundo por si mesmos. Mas eles podem liberar espaço suficiente no seu calendário para você imaginar uma visão que muda o mundo.

Em outras palavras, você pode não estar andando no caminho errado, no final das contas. Apenas há muita poeira girando em torno de você, que você não consegue ver o caminho.

Descubra as táticas e estratégias corretas – limpe a poeira do ar – e você descobrirá que a visão geralmente se revela.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Medium escrito por James Clear.

Imagens: pexels.com e pixabay.com

Compartilhe este texto com seus amigos!