Mente

21 traços únicos de personalidade de quem gosta de ficar sozinho

Nem todo mundo consegue ser extrovertido.

Alguns de nós preferimos ficar sozinhos e tudo bem. Pesquisas mostram que há muitas razões pelas quais ficar sozinho (e gostar) não é uma coisa tão ruim!

Cada indivíduo tem uma variedade de ideias, características, perspectivas e preferências exclusivas.

Se você está tendo dificuldade em encontrar um terreno comum com indivíduos extrovertidos (a vida da festa, líderes naturais, sempre querendo os holofotes), pode ser porque você não consiga se relacionar com eles.

Nem toda pessoa gosta de ter a atenção apenas nela ou se sente mais confortável em um ambiente de grupo. Alguns preferem ter conversas mais íntimas ou relacionamentos mais profundos e não conseguem encontrar isso em muitas pessoas.

Se você é alguém que se encontra evitando grandes multidões ou situações de grupo e se sente mais à vontade quando está sozinho com seus próprios pensamentos, você pode ser introvertido.

O problema em ser introvertido é que, atualmente, estamos vivendo em uma sociedade que promove a abertura de sua vida para os outros, não importa o quanto ela seja construída, através de meios como as redes sociais.

Os introvertidos são frequentemente recebidos com estereótipos e incompreendidos pelos outros, dificultando a visão de sua natureza como algo positivo.

No entanto, de acordo com a Psychology Today, esses estereótipos não são precisos.

As pessoas que preferem ficar sozinhas podem ser introvertidas, mas as conotações negativas associadas ao introvertido estão longe da verdade.

As pessoas que conseguem apreciar e desfrutar de estar sozinhas realmente possuem uma força, confiança e compreensão de si mesmas que os extrovertidos podem não possuir.

Muitas vezes, essa capacidade de curtir estarem sozinhas é, na verdade, porque elas têm um melhor senso de si mesmas.

Traços únicos dos solitários

Às vezes somos levados a pensar que ficar sozinho é estranho ou errado.

A sociedade projeta a ideia de que a pessoa “normal” ou “na média” deve querer socializar, estar perto das pessoas e fazer tantos amigos quanto possível.

Essa é uma percepção comum reforçada pela sociedade.

Para aqueles que gostam de ficar sozinhos, talvez até mais do que estar perto de pessoas, sua falta de desejo de socializar ou construir múltiplos relacionamentos pode se tornar confuso não apenas para eles, mas para as pessoas ao seu redor.

No entanto, estamos aqui para dar a você algumas boas notícias. Você não é o único e não é estranho!

Embora a socialização possa ser importante, e os relacionamentos possam ser saudáveis e benéficos, existe uma tonelada de benefícios e traços de personalidade que as pessoas que gostam de ficar sozinhas também ganham ao aproveitar esse tempo extra para si mesmas.

Caso você não acredite em nós, aqui estão 21 razões pelas quais querer ficar sozinho pode, na verdade, ser bom para você:

1. Maior força emocional – Pessoas que gostam de ficar sozinhas são capazes de aceitar melhor, entender e identificar suas emoções, pois passam mais tempo observando e avaliando seus próprios pensamentos e sentimentos.

Como elas levaram esse tempo extra para entender suas emoções, elas têm uma melhor noção de como lidar e gerenciar essas emoções.

Ter essa capacidade de entender, controlar e canalizar melhor suas emoções de maneira positiva, não é apenas fortalecedor, mas também é uma sensação de força que muitos não dedicam tempo para criar e construir.

2. Naturalmente empático – Estudos sugerem que pessoas que preferem ficar sozinhas estão mais em contato com os pensamentos, sentimentos e emoções dos outros ao seu redor, as tornando mais empáticas.

Essa consciência das emoções dos outros, assim como as suas próprias, permite que elas não apenas sintam empatia, mas mostrem mais compaixão pelas pessoas ao seu redor.

Pessoas empáticas são capazes de identificar, reconhecer e experimentar os sentimentos dos outros, o que pode aumentar sua sensibilidade em relação a outros seres humanos e permitir que elas se importem com as pessoas em um nível mais do que apenas superficial.

Traços únicos dos solitários

3. Uma forte bússola moral – Outro benefício para as pessoas que preferem passar o tempo sozinhas é que elas geralmente entendem melhor o que consideram certo e errado.

Como elas dedicaram tempo para analisar e determinar suas perspectivas e crenças morais, sua bússola moral é mais desenvolvida do que aqueles afetados e moldados pelas opiniões dos outros.

Essa bússola moral definitiva também facilita a tomada de decisões e a satisfação com as decisões tomadas.

4. Elas têm a mente aberta – Mesmo que algumas pessoas pensem que os introvertidos têm mais chances de serem próximos porque não são tão afetados ou expostos às opiniões dos outros, muitas pessoas que preferem a solidão são realmente muito abertas a novas experiências e perspectivas diferentes.

As pessoas que gostam de passar o tempo sozinhas não têm automaticamente uma mente fechada para os caminhos do mundo ao seu redor; elas simplesmente escolhem reunir uma melhor compreensão do mundo de maneiras diferentes, que se adequam à sua personalidade.

5. Elas não precisam de aceitação dos colegas – Considerando que a sociedade moderna é tão influenciada pela internet e pelas mídias sociais, sentir que conquistamos o respeito de nossos colegas pode se tornar uma necessidade irresistível que faremos quase tudo para satisfazer.

A popularidade e a aceitação se tornaram um dos conceitos mais insistentes que associamos ao sucesso, e isso pode ser uma medida prejudicial de sucesso (particularmente para nossa saúde mental).

No entanto, aquelas pessoas que preferem ficar sozinhas sentem essa necessidade menos do que aquelas que obtêm satisfação pela atenção e socialização, porque têm tempo para conhecer e entender seu próprio senso de identidade.

Como elas têm uma melhor compreensão de quem são, elas são mais capazes de separar sua autoestima dos pontos de vista dos outros.

6. Elas podem admitir suas falhas – As pessoas que preferem ficar sozinhas têm maior probabilidade de se sentir confortáveis em admitir suas falhas e estão mais sintonizadas e bem com o fato de serem imperfeitas.

Isso remonta ao senso de si que elas ganham por estarem confortáveis consigo mesmas e estarem sozinhas.

Leia:  Esta é a melhor maneira de reagir quando alguém gritar com você

Ser capaz de reconhecer nossas falhas e defeitos é um passo importante em direção ao crescimento pessoal positivo.

7. Elas preferem a companhia de outras pessoas intelectuais – Estar confortável em ficar sozinho permite que muitos introvertidos sejam mais seletivos sobre com quem escolhem passar o tempo.

Como elas não sentem uma necessidade constante ou incessante de estar perto de muitas pessoas, elas valorizam seu tempo e podem ser mais seletivas de como escolhem gastá-lo.

Isto é porque elas sabem que, com ou sem a companhia dos outros, elas ficariam bem de qualquer maneira.

Como resultado, muitas pessoas que preferem ficar sozinhas têm maior probabilidade de não se interessar por conversa fiada ou conversas sem sentido e preferem pessoas que combinem intelectualmente e que propiciem conversas mais desafiadoras.

8. Elas valorizam seu tempo – Nós meio que entramos nisso no ponto anterior, mas a razão pela qual as pessoas que gostam de ficar sozinhas são mais seletivas com a companhia que escolhem, é que elas valorizam seu tempo.

As pessoas que preferem passar tempo sozinhas entendem o verdadeiro valor do tempo, um ativo em nossas vidas que muitos negligenciam ou obscurecem quando entre outras pessoas.

Não apenas valorizam seu próprio tempo, mas geralmente têm mais respeito pelo valor e tempo dos outros.

9. Forte senso de intuição – Pessoas que preferem ficar sozinhas estão mais sintonizadas com seus sentimentos e confiam neles.

Como passam mais tempo se conhecendo, elas são mais capazes de entender, reconhecer e aproveitar sua intuição e, finalmente, confiar nela.

Traços únicos dos solitários

10. Elas são altamente leais – Como são mais seletivas com quem passam o tempo, as pessoas que preferem ficar sozinhas são mais propensas a ser leais às pessoas que gostam de estar por perto.

Elas ainda entendem o valor da amizade, são apenas mais seletivas sobre quem são esses amigos.

Mas menos amigos também significa que é mais fácil valorizar e permanecer fiel a esses amigos.

11. Elas são independentes – Elas fizeram uma linha mais definida de quando chegar aos outros para ajudar e quando dependem de si mesmas.

Essa linha distingue entre a conexão com os outros e a dependência real.

Aprendendo a encarar o mundo por conta própria, as pessoas que desfrutam de sua própria companhia não precisam das pessoas tanto quanto preferem tê-las por perto.

12. Elas têm opiniões bem pensadas sobre o mundo – Um equívoco frequentemente associado àquelas pessoas que preferem ficar sozinhas é que elas são mais propensas a parecer indiferentes a assuntos externos ou mundanos, mas esse não é o caso.

Na verdade, elas provavelmente passaram mais tempo observando e avaliando o mundo e tendo desenvolvido opiniões incrivelmente fortes e bem pensadas; elas nem sempre escolhem compartilhá-los.

13. Elas são conscientes de si mesmas – Aquelas pessoas que preferem ficar sozinhas gastam muito tempo com seus próprios pensamentos, criando e desenvolvendo um nível de autoconsciência incomparável aos outros.

14. Elas irradiam gentileza e compaixão – Ao retroceder e olhar para o mundo ao seu redor e se tornarem indivíduos mais empáticos, pessoas que gostam de ficar sozinhas são capazes de ver o mundo de uma perspectiva mais gentil, mais sintonizada com as necessidades daqueles ao seu redor.

Isso permite que elas ajam de acordo com sua compaixão.

15. Elas respeitam limites saudáveis – Pessoas que gostam de ficar sozinhas entendem a importância de limites claros e saudáveis para o benefício de si mesmas e daqueles que as rodeiam.

Como resultado, são mais propensas a respeitar os limites dos outros também.

16. Elas são corajosas – como estão confortáveis consigo mesmas, as pessoas introvertidas não têm medo de ficarem sozinhas no mundo, uma forma de coragem que muitos não possuem.

Sua confiança pode ser confusa ou desconcertante para os outros, mas, em última análise, é admirável.

Elas são menos propensas a se sentirem derrotadas, desistir ou recuar.

Traços únicos dos solitários

17. Elas são mentalmente equilibradas – Sua incrível consciência e capacidade de concentração permite que indivíduos independentes analisem uma situação com uma mentalidade calma, racional e equilibrada e encontrem uma solução de forma eficiente.

18. Elas colocam importância no amor-próprio – Pessoas que preferem estar na companhia dos outros são mais propensas a esquecer de refletir e valorizar a si mesmas.

Para encontrar a verdadeira felicidade e formar relacionamentos felizes e saudáveis, precisamos ter um claro entendimento e apreciação de nós mesmos.

Os introvertidos reservam um tempo para encontrar as razões pelas quais amam e apreciam a si mesmos, para que também saibam por que os outros deveriam fazer o mesmo.

19. Elas procuram relacionamentos românticos significativos – Aquelas pessoas que preferem ficar sozinhas dão mais valor à importância de encontrar a pessoa certa, porque não têm medo de ficarem solteiras.

Elas não perdem tempo namorando por causa da companhia; se estão namorando você é porque veem o potencial.

Elas também têm uma forte ideia do que estão procurando em um parceiro e resistirão até encontrarem a pessoa que se encaixa em seus critérios.

20. Elas estão cientes de seus pontos fortes e fracos – Pessoas que têm uma melhor compreensão de si mesmas são menos propensas a ignorar suas fraquezas e menos propensas a sentir a necessidade de compensá-las, exagerando seus pontos fortes.

Ser honesto consigo mesmo sobre quais são seus pontos fortes e fracos é crucial para o seu desenvolvimento pessoal.

21. Elas são altamente confiáveis – Se derem a palavra de que vão fazer algo por você, elas vão fazer.

Elas não oferecem seu tempo para qualquer coisa, então se elas se comprometerem com algo, darão valor a esse compromisso.

E é por isso que ficar sozinho não é tão ruim assim.

Você também gosta de ficar sozinha(o)? Quantas dessas características você possui? Comente!

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Providr escrito por Jessica Tedesco.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos que também adoram ficar sozinhos!