Mente

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

A pior coisa do mundo é quando alguém que você ama está sofrendo.

Você vê seu parceiro irritado, inquieto, cercado de estresse, isolado, alienado, controlado por seus medos mais profundos, esperando que o pior aconteça.

O coração dele bate rápido, ele sua, tem dores de cabeça, passa por um ataque de pânico.

Ele não consegue dormir e se concentrar em tarefas por causa de preocupações. Ele está preso em sua própria mente.

Além disso, parece que ninguém o entende.

Seu parceiro sofre de ansiedade. A ansiedade colocou raízes espinhosas no seu ninho de amor.

Estar em um relacionamento com uma pessoa que sofre de ansiedade exige muita paciência, empatia e cuidado.

Acima de tudo… reconhecimento, disposição para a educação e uma compreensão profunda do que seu parceiro passa.

Aqui estão 5 coisas que você precisa saber se seu parceiro ou parceira tem um transtorno de ansiedade e como ajudá-los.

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

1. A ansiedade é muito mais do que apenas se preocupar e ter medos. Leve a sério.

Ansiedade é pensar demais, cuidar demais, uma batalha constante entre os piores demônios em sua mente.

Superar esse transtorno mental não é uma coisa simples. Não é uma piada ou alguma magia que irá desaparecer sempre que desejar.

É mais do que “apenas relaxar” ou “não se preocupar muito”.

Esta é a razão pela qual você deve se informar sobre o que seu parceiro passa.

Se você não entende o que é ansiedade e como esse problema de saúde mental afeta a saúde de seu parceiro, você não será capaz de ajudá-lo.

Portanto, esteja disposto a aprender o máximo possível, leia, converse com alguém que tenha o mesmo problema que você, peça ajuda profissional.

Seu parceiro irá agradecer seu esforço.

2. Seu parceiro quer falar sobre seus sentimentos. Escute-o.

Mesmo que a ansiedade tenha o poder de paralisar a mente e o corpo, seu parceiro vai querer se comunicar com você… se você der a ele a oportunidade de falar.

Ouça o que ele tem a dizer.

Mais do que isso, pergunte se ele está bem e mostre sempre que está disposto a oferecer apoio e ajuda. Deixe que ele saiba que você está sempre aqui para ele.

No entanto, isso não significa que você deve empurrá-lo e torturá-lo com perguntas enquanto ele está em pânico!

Ouça suas necessidades. Tente entender se ele não quiser falar sobre seus sentimentos. Respeite seu tempo sozinho. Seu parceiro será grato.

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

3. Sua ignorância não significa que ele não te ama. Entenda-o.

As pessoas que sofrem de ansiedade lidam principalmente com o seu mundo interior. Elas pensam muito, analisam demais, tentam ganhar a batalha de suas preocupações e medos.

Leia:  Os 3 estágios da falha na vida e no trabalho (e como corrigi-los)

Por isso, eles estão frequentemente ausentes quando estão presentes.

Seu parceiro te ama e quer estar presente; ele simplesmente fica preso em sua mente e se sente impotente em suas tentativas de permanecer em contato com a realidade. Lembre-se disso.

Eles não podem controlar ou simplesmente deixar para trás.

Em vez de reclamar de sua falta de atenção, estenda a mão e ofereça uma ajuda que lhe mostrará a beleza do momento presente. Diga que você sabe que ele ama você.

4. Às vezes, você e seu parceiro não serão capazes de lidar com a ansiedade. Aceite e incentive seu parceiro a procurar ajuda.

Seu parceiro pode sofrer um ataque de pânico. Ele pode ter um dia muito ruim, e nada pode ajudá-lo a entrar nos eixos. Não importa o que você faça. Acontece.

Isso pode trazer muitas preocupações e frustrações.

No entanto, você não deve se culpar. Fique calmo. Tente aceitar a situação real e o encoraje a procurar ajuda profissional.

Seu parceiro sabe que você está sempre aqui para ele. Ele é grato pelo fato de você ficar com ele.

Se o seu parceiro não quiser um tratamento, não o force. Seja paciente. Gentil. Apoiador. Tente encontrar o que é confortável e o que funciona bem para ele.

5 coisas que deve saber se você ama uma pessoa que sofre de ansiedade

5. A ansiedade pode levar à depressão. Tente ver os primeiros sinais disso.

Alguns pesquisadores associam a ansiedade social à depressão. E enquanto a ansiedade traz emoções intensas e mantém sua mente constantemente ativa, a depressão traz uma baixa energia e retarda tudo.

Imagine o que acontecerá se seu parceiro sentir ansiedade e depressão ao mesmo tempo! Estar dividido entre dois perigos seria um grande desafio a ser superado.

Ansiedade e depressão geralmente andam de mãos dadas. Portanto, é muito importante que você esteja ciente de que existe um sinal inicial disso.

Você salvará a vida do seu parceiro.

Amar alguém com uma ansiedade pode ser difícil. No entanto, nunca deixe seu parceiro lutar sozinho. Enfrentem juntos.

A ansiedade é uma condição tratável.

Além disso, se você achar que não consegue, não tenha vergonha de procurar ajuda de um psicólogo, psiquiatra, terapeuta.

Tenha esperança. Acredite. Lembre-se de que seu parceiro é forte. Você deve ser forte também.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Curious Mind Magazine.

Imagens: pexels.com e pixabay.com

Compartilhe este texto com seus amigos!