25 das maiores "cagadas" que mudaram completamente a história
Democracia

25 das maiores “cagadas” que mudaram completamente a história

Todos nós cometemos erros.

Os erros acontecem em muitas maneiras e possuem consequências diferentes. Alguns erros cometidos foram realmente tão colossais que — de certa forma — acabaram mudando o mundo.

Winston Churchill disse uma vez que a história é escrita pelos vencedores, mas como você verá neste post, nem sempre é o caso.

Do naufrágio de RMS Titanic para o derramamento de óleo Deepwater Horizon, aqui estão as 25 maiores “cagadas” que mudaram completamente a história.

25. Invasão de Napoleão e Hitler à Rússia no inverno

Maiores Erros da História (1)

Napoleão Bonaparte (no verão de 1812) e Adolf Hitler (no verão de 1941) tentaram invadir a Rússia, mas os russos aguentaram mais tempo do que o esperado. Os inimigos acabaram lutando no notório inverno russo.

Nem Napoleão nem o exército de Hitler estavam preparados para as condições climáticas extremas e foram eventualmente derrotados pelos russos.

24. Ordem de Mao Zedong para matar pardais

Maiores Erros da História (2)

Em 1958 na China, Mao Zedong, o pai fundador da República Popular da China, decidiu que seu país deveria estar livre de pragas como pardais, então ele ordenou matar todas essas aves. Três anos depois, cerca de 45 milhões de pessoas morreram de fome, pois a eliminação de pardais levou à superpopulação de insetos (particularmente gafanhotos) que consumiam todas as colheitas.

23. Ronald Wayne vende sua participação na Apple

Maiores Erros da História (3)

Ronald Wayne foi o terceiro co-fundador e dono de 10% das ações da Apple Computer. Em abril de 1976, Wayne decidiu vender sua participação por apenas US$ 800.

Se ele tivesse continuado acionista, aquela participação de 10% valeria hoje uma fortuna de US$ 63 bilhões.

22. Estudante matando a árvore mais antiga do mundo

Maiores Erros da História (4)

Em 1964, Donal Rusk Currey, um estudante de pós-graduação, conseguiu deixar sua ferramenta para cortar árvores presa em um pinheiro Bristlecone.

Para removê-la, um guarda florestal o ajudou a cortar a árvore. Mais tarde, Currey começou a contar os anéis, eventualmente descobrindo que a árvore tinha quase 5.000 anos de idade – era a árvore mais antiga já registrada.

21. Torre de Pisa

Maiores Erros da História (5)

Demorou 177 anos para construir a Torre de Pisa, mas apenas 10 anos após sua conclusão em 1372, ela começou a se inclinar devido ao afundamento do solo.

O grau foi de 5,5, mas após a restauração de 2010, está agora “apenas” 3,99. Os restauradores estão confiantes de que não serão necessários mais trabalhos para a torre nos próximos dois séculos.

20. Naufrágio do Titanic

Maiores Erros da História (6)

O maior navio de passageiros em serviço na época, o RMS Titanic, foi muitas vezes descrito como “insubmergível” antes de sua primeira viagem inaugural de Southampton para Nova York em abril de 1912.

Infelizmente, o Titanic provou poder afundar após bater em um iceberg, resultando na morte de mais de 1.500 de um total de 2.224 pessoas a bordo. Muitos deles morreram apenas porque não havia barcos salva-vidas o suficiente.

19. Rússia vende Alaska para EUA

Maiores Erros da História (7)

Em 18 de outubro de 1867, os Estados Unidos compraram o Alasca da Rússia pelo preço de dois centavos de dólar por acre (US$ 7,2 milhões em ouro), já que os russos pensaram que não era nada além de uma região inútil.

Logo depois disso, nos anos 1880 e 1890, a mineração maciça de ouro começou por lá, continuando até hoje. O Alasca ainda produz mais ouro do que qualquer outro estado dos EUA, exceto Nevada.

18. Descoberta da penicilina

Maiores Erros da História (8)

Alexander Fleming, biólogo escocês, farmacologista e botânico, não se importava muito com a higiene enquanto trabalhava.

Curiosamente, foi por causa de sua atitude relaxada em relação a um ambiente de trabalho limpo que ele acabou descobrindo a penicilina, o primeiro antibiótico do mundo, depois que um fungo matador de bactérias apareceu em seu prato.

17. Aeronave perto do desastre após erro de conversão de métricas

Maiores Erros da História (9)

Em 1983, o primeiro Boeing 767 da Air Canada teve que realizar uma aterrissagem de emergência quando ficou sem combustível. Alguém não converteu corretamente o número de litros do combustível que precisava.

Depois que ambos os motores perderam seu poder, os pilotos fizeram o que se pensa ser a primeira aterrissagem bem-sucedida de emergência de um jato comercial.

16. Caçador perdido iniciando fogo

Maiores Erros da História (10)

O caçador novato Sergio Martinez de West Covina (Califórnia – EUA) se perdeu em bosques perto de San Diego, então ele decidiu disparar um flare. Infelizmente, o flare desencadeou o que é agora referido como o maior incêndio na história californiana.

Conhecido como o fogo de cedro, o incêndio queimou mais de 280.000 hectares (1.133 km²) de terra em San Diego.

15. Londrinos matando gatos

Maiores Erros da História (11)

Durante a Grande Peste de Londres, em 1665, as pessoas suspeitavam que os gatos estavam espalhando a doença, então eles começaram a matá-los. No entanto, uma vez que a população de gatos começou a cair, a praga ficou ainda pior — porque não havia gatos para matar os portadores reais da peste, os ratos.

A Grande Praga matou cerca de 100.000 pessoas, quase um quarto da população de Londres, em apenas 18 meses.

14. O condutor do arquiduque Franz Ferdinand fazendo uma curva errada

Maiores Erros da História (12)

O assassinato do arquiduque Franz Ferdinand da Áustria e de sua esposa Sophie, em Sarajevo, em 28 de junho de 1914, é considerado o evento que causou a Primeira Guerra Mundial.

Essa tragédia poderia ter sido evitada se o motorista do arquiduque não tivesse feito uma curva errada a caminho do assassino Gavrilo Princip. Espantado com sua inesperada oportunidade, Princip matou o arquiduque e sua esposa.

13. Deixando o portão aberto em Constantinopla

Maiores Erros da História (13)

De meados do século V ao início do século XIII, Constantinopla era a maior e mais rica cidade da Europa, uma vez que sobreviveu a muitos ataques de Bárbaros, Árabes, Búlgaros e Russos.

Em 1453, a cidade foi cercada pelos turcos e alguém acidentalmente deixou um dos portões abertos, permitindo que eles entrassem. Os habitantes foram massacrados ou escravizados e o imperador Constantino XI foi morto.

12. Decca Records rejeita os Beatles

Maiores Erros da História (14)

Em fevereiro de 1962, uma banda de música relativamente desconhecida, The Beatles, fez um teste para a Decca Records Company em Londres. Tocaram 15 canções, mas não convenceram a companhia e foram rejeitados.

Como todos sabem, mais tarde os Beatles se tornaram uma das bandas mais populares e bem sucedidas de todos os tempos.

11. O exército austríaco se derrota

Maiores Erros da História (15)

Na Batalha de Karansebes de 1788 (Romênia moderna), o exército austríaco se quebrou em dois e acabou por engano lutando contra si mesmo. Os turcos, os quais deveriam ser o real inimigo, chegaram ao local dois dias depois para encontrar 10.000 soldados austríacos mortos ou feridos.

10. Blockbuster rejeita aquisição da Netflix

Maiores Erros da História (16)

Em 2000, Reed Hastings aproximou-se do CEO da Blockbuster, John Antioco, e pediu US$ 50 milhões para a companhia que ele fundou — a Netflix. Antioco, pensando que era um “negócio muito pequeno de nicho”, terminou as negociações e não comprou a empresa que, naquele tempo, era somente um serviço de DVD.

Agora, a Netflix — com um valor próximo ao da CBS no ano passado -– vale mais que o canal que monopoliza a rede de televisão com uma valorização de mercado de US$ 32,9 bilhões.

9. Satélite da NASA perdido devido a acidente métrico

Maiores Erros da História (17)

Em 1999, a NASA perdeu um satélite em Marte de US$ 125 milhões porque uma equipe de engenharia da Lockheed Martin usou unidades inglesas nas medidas enquanto a equipe da agência usava o sistema métrico mais convencional para uma operação chave da nave espacial.

8. NASA apagando imagens de pouso na Lua

Maiores Erros da História (18)

Falando sobre a NASA, há outra coisa que eles definitivamente não estão orgulhosos. Quando eles procuraram suas fitas da icônica aterragem lunar de 1969, descobriram que as fitas tinham sido acidentalmente apagadas e reutilizadas para economizar dinheiro.

Para criar uma nova versão oficial do vídeo de aterrissagem na Lua, a NASA teve que rastrear as filmagens de emissoras de TV ao redor do mundo e restaurá-las digitalmente.

Estranho, né?

7. Um padeiro queimando Londres

Maiores Erros da História (19)

Apenas um ano após a Grande Peste de Londres que devastou a cidade em 1665, a metrópole britânica foi atingida por outro desastre enquanto um padeiro, Thomas Farriner, se distraiu de alguma forma e sua padaria em Pudding Lane pegou fogo.

O fogo logo se espalhou para outras partes da cidade, levando eventualmente à destruição de mais de 13.200 casas e 87 igrejas.

6. Júlio César vai ao Senado

Maiores Erros da História (20)

César foi advertido por sua esposa para não ir ao senado, mas o político romano, famoso por sua arrogância, foi de qualquer maneira no dia 15 de março de 44 A.C. Ele acabou sendo esfaqueado até a morte por cerca de 60 membros do Senado, incluindo seu melhor amigo Brutus.

5. Desastre de Chernobyl

Maiores Erros da História (21)

Em 26 de abril de 1986, durante um experimento sobre os baixos níveis de energia em que os sistemas de segurança foram deliberadamente desligados, uma combinação de falhas inerentes ao projeto, juntamente com os operadores do reator organizando o núcleo de forma contrária a uma série de regras, resultou no que se revelou ser o pior desastre nuclear da história.

4. Fogo de Cerro Grande

Maiores Erros da História (22)

O incêndio devastador de Cerro Grande em 2000 começou como uma queimada controlada. No entanto, rapidamente cresceu e ficou fora de controle devido ao tempo seco e ventos fortes. Mais de 400 famílias na cidade de Los Alamos, Novo México, perderam suas casas devido ao incêndio que eventualmente queimou por três meses.

3. Engenheiros soviéticos queimam gases

Maiores Erros da História (23)

Depois de uma perfuração de uma cratera em Darvaza, onde descobriram uma caverna repleta de gás natural, no centro do Turcomenistão em 1971, os engenheiros soviéticos decidiram queimá-la, pensando que iria acabar em semanas. Agora, 46 anos depois, a cratera ainda está queimando.

Ela realmente se tornou uma das atrações turísticas mais populares do país.

2. Viagem de Colombo à América

Maiores Erros da História (24)

Em 1492, Colombo navegou o Oceano Atlântico e desembarcou na América Latina. Embora ele pensou que tinha acabado de descobrir outra rota comercial para a Índia, ele e seus homens acidentalmente transmitiram doenças (como a varíola) para os nativos cujo sistema imunológico não estava pronto para lidar.

Eventualmente, populações inteiras dos indígenas foram exterminadas.

1. Derramamento de óleo Deepwater Horizon

Maiores Erros da História (25)

Em 20 de abril de 2010, uma plataforma de petróleo britânica (BP) no Golfo do México explodiu, derrubando quase cinco milhões de barris de petróleo.

Foi o maior derramamento de petróleo da história, ultrapassando os 3,3 milhões de barris que derramaram na Baía de Campeche no México em 1979. Afetando uma área total de até 176,100 km², o desastre teve efeitos devastadores sobre a vida marinha matando milhões de peixes, tartarugas, mamíferos marinhos, pássaros e outros animais.

Deixamos passar alguma “cagada” ou erro histórico? Comente!

Via: list25.com.

***

Listas Interessantes é a nova seção de artigos do Awebic. Mais conteúdo, mais profundo, mais interessante.

Viu isso?

Leia mais publicações em Awebic.com.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo