in , ,

Vida em semanas: dias ruins não parecerão tão difíceis quando você aplicar essa perspectiva à vida

Quantas semanas são necessárias para transformar um recém-nascido em um senhor de 90 anos?

Essa pergunta pode parecer estranha a princípio, mas é por meio desse questionamento que vamos conseguir entender melhor o olhar sobre o tempo que pode modificar nossa perspectiva de vida.

Quando enxergamos a vida a partir dos anos, ela parece longa e infinita.

Ao fragmentarmos o tempo em meses, ainda temos a sensação de termos a vida inteira para sermos felizes ou buscarmos por nossos objetivos.

Essa sensação da distância do um possível “fim” de nossas vidas faz com que nos acomodemos à nossa zona de conforto de maneira excessiva, impedindo-nos de entender o quão paradoxalmente efêmeros e preciosos são os nossos momentos.

No entanto, quando olhamos para o tempo dividindo-o em semanas, toda essa sensação de eternidade se comprime ao curto “aqui e agora” que escorre por entre os dedos.

Você já parou pra pensar sobre como “gasta” a sua semana?

Um estudo recente mostrou que a maioria dos americanos, por exemplo, gasta maior parte da sua vida em função da carreira, esperando ansiosamente para aproveitar a aposentadoria.

Infográfico: waitbutwhy.com.

Por outro lado, se pensarmos que nem todos nós viveremos até os 90 anos (como Kurt Cobain, Janis Joplin e Jimmy Hendrix que morreram no auge dos seus 27 anos), será que vale a pena enxergar a vida apenas sob a perspectiva de “anos” ao invés de fragmentar o tempo em semanas e aproveitá-la de maneira mais consciente?

Infográfico: waitbutwhy.com.

Dado esse fato, a única expressão apropriada para descrever sua semana é: ela é preciosa. Das trilhões de trilhões de semanas distribuídas pela eternidade, você foi presenteado com um punhadinho delas.


Recomendamos para você:

Letícia Flores

Written by Letícia Flores

Letícia, do latim "alegria". Redatora, professora e inventadora. Escreve e dá aulas de italiano por paixão; produz conteúdo por profissão. Que sorte a desta menina, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por que alguns países são pobres e outros são ricos?

15 casais que recriaram suas fotos antigas mostram que o amor é para sempre