O que acontece quando ensinam mulheres presas a dançar?
Cultura

Veja o que acontece quando você ensina mulheres de um presídio a dançar

Presídio feminino dá aulas de dança às detentas… o resultado não poderia ser melhor.

As mulheres do presídio South Middlesex Correctional Center, nos Estados Unidos, não têm muita liberdade para se movimentar.

Mas, duas vezes por semana, um pequeno grupo se reúne na cantina da prisão para dançar.

As mulheres participam de um programa super legal chamado Movendo Passos.

No projeto, dançarinos profissionais dão aulas de diferentes estilos de dança para as presidiárias, como o hip-hop, o ballet e a dança contemporânea.

dança-nos-presídios-9

Uma das presidiárias, Christine, diz que a dança “é uma oportunidade de se expressar e de se sentir normal” em um lugar onde você não tem muitas opções.

Para elas, dançar é uma forma de superar os traumas passados.

dança-nos-presídios-3

Além disso, uma vez por ano acontecem espetáculos no refeitório. Por isso, as mulheres relatam que as performances são uma excelente forma de chamar os familiares para fazer uma visita – já que muitos acabam se afastando.

Eu acho que [a minha avó] estava chorando. Ela achou o espetáculo incrível. Ela estava muito orgulhosa de mim. Porque ela viu como eu era antes, antes de todos os problemas começaram”, disse Christine.

dança-nos-presídios-8

O programa também é um novo começo para os instrutores de dança…

Por consequência do esforço físico que a dança requer, muitos bailarinos precisam se aposentar jovens. Nesse sentido, o voluntariado é uma forma de começar uma nova carreira para alguns instrutores.

Instrutora Mary Teuscher.

Instrutora Mary Teuscher.

E não pense que o grupo termina quando as mulheres saem da prisão…

Adrianne Tabet, diretora do programa, diz que os ensaios são ainda mais rígidos quando as mulheres são libertadas. Segundo ela, todos se reúnem nas sextas-feiras em um estúdio de dança em Cambridge para ensaiar.

Para Christine, dançar após sair da prisão “é algo para olhar para frente, comprometer-se, e para ficar no caminho certo.”

dança-nos-presídios-4

Agora, Tabet espera lançar um programa de dança para crianças de mães encarceradas para ajudá-las a lidar com os problemas.

Fonte: upworthy.com.

Bons exemplos no Brasil

Alguns presídios do Brasil também aderiram à dança no processo de ressocialização dos preços. É um caso do o Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande (MS).

dança-nos-presídios-5

Que essa iniciativa se espalhe por mais cidades brasileiras. <3

Gostou do que viu? Compartilhe!

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo