Mulher paga taxa de 120 dólares para devolver cachorro a morador de rua
Animais

Mulher paga taxa de 120 dólares para devolver cachorro a morador de rua

Mark Spencer, um morador de rua de 33 anos de Huntsville, Alabama (EUA), passou por uma situação bastante comovente.

Ele e seu melhor amigo, Wilbur, um cachorro vira-lata, foram separados quando o animal foi levado à carrocinha local após ter sido encontrado andando pelas ruas da cidade.

Mark ficou devastado.

Para conseguir seu amigo de volta, ele precisaria pagar a taxa de 120 dólares, dinheiro que ele obviamente não tinha.

“Preciso de ajuda”

wilbur-001

Desesperado, Mark decidiu tentar conseguir o dinheiro para libertar Wilbur e, por isso, com um pedaço de papelão improvisou um cartaz que dizia: “Cachorro na carrocinha. Preciso de ajuda”.

Depois de pronto, Mark correu para o estacionamento de uma unidade do Walmart e ficou esperando que alguma alma caridosa surgisse.

E ela surgiu!

Foi aí que Elizabeth Masterson, de 29 anos, passou por ele e se comoveu com a simplicidade do pedido de moço.

Como também ama cachorros, Elizabeth se sentiu na obrigação de ajudar Mark. Ela parou o carro e perguntou a ele como ela poderia ajudá-lo.

Com os olhos cheios de lágrimas de gratidão e saudades de Wilbur, o moço contou o que havia acontecido e que ele somente poderia reaver o cachorro depois de pagar as taxas absurdas da carrocinha.

Elizabeth não pensou duas vezes, mas foi tomada de surpresa ao saber que o valor total a ser pago era de 120 dólares.

Foi então que Mark explicou a ela que, além da taxa de soltura do cão, ele teria que pagar pelo banho, as vacinas e o tratamento antipulgas que Wilbur havia recebido.

Duas cabeças pensam melhor que uma

Elizabeth ficou ainda mais tocada com a história dos dois amigos depois disso. Porém, ela, agora, tinha um problema: só havia 20 dólares em sua carteira.

A moça generosa disposta a ajudar Mark havia perdido o emprego recentemente e o dinheiro estava curto. No entanto, ela não pretendia deixar o assunto morrer.

Primeiro, ela ligou para a carrocinha e confirmou as informações que o dono de Wilbur havia dito.

Em seguida, ela pediu para que ele esperasse por ela ali mesmo que ela retornaria em breve com o dinheiro que ele precisava e, com a cara e a coragem, saiu ao encontro de alguns amigos pedindo por um empréstimo temporário.

Duas horas depois, Elizabeth se reencontrou com Mark com a quantia necessária e, juntos, foram ao resgate de Wilbur.

O reencontro

Mark, tomado de gratidão, não conseguiu conter a emoção durante a viagem até a carrocinha e chorou como uma criança.

“Ele estava tão aliviado que veria Wilbur novamente”, disse a moça em entrevista à imprensa local, que confidenciou que também caiu no choro ao testemunhar a alegria de Mark.

Ao chegarem na carrocinha, a equipe do local já havia preparado o cachorro para a sua saída, para a alegria da dupla de resgate.

“Wilbur correu até seu dono e os dois se abraçaram felizes”, afirmou Elizabeth, que tirou uma foto do momento como lembrança.

A vida após a carrocinha

Depois de efetuar o pagamento, Wilbur foi oficialmente solto e Mark prometeu que nunca mais se separaria do amigo.

Em uma incrível conspiração do Universo a favor dos amigos, o moço ficou sabendo que havia uma vaga a ser preenchida na carrocinha e, sem hesitar, se candidatou a ela.

Se ele conseguir o emprego, Mark poderá alugar uma casa para ele e Wilbur e sair das ruas.

Elizabeth, por usa vez, se recusa a levar crédito do ato heroico que praticou ao reunir a dupla.

“Tenho certeza que qualquer pessoa que ama animais e tem um faria o mesmo por eles, afinal de contas, não dá para colocar um preço em um animal que se ama e eu fico muito feliz por poder ajudá-los”.

Fonte: alabamaobserver.com.

Leia mais publicações em Awebic.com.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo