Morador de rua revitaliza praça no centro de São Paulo
Humanidade

Morador de rua revitaliza praça no centro de São Paulo

Quem circula pela área do centro de São Paulo, deve ter notado a diferença na pequena praça localizada nas esquinas das avenidas São João e Duque de Caxias.

Esse feito foi do morador de rua Alexandre Martinez, de 41 anos, que em três meses, revitalizou, sozinho, o espaço.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele conta como foi esse processo de limpeza e revitalização e os cuidados feitos para manter a praça organizada.

No lugar do lixo e entulho, você encontra canteiros plantados e cuidados por ele, com pau-brasil, bananeira, abacateiro e palmeira.

“Se plantei, tenho que cuidar”, observa Alexandre ao jornal.

Ele também pintou as paredes que antes eram pichadas. A tinta foi presente de um carroceiro e como pincel, usou o pedaço da espuma de um colchão.

E a única cesta de lixo do local foi pendurada no poste por ele mesmo.

Alexandre aprendeu jardinagem com a avó quando era pequeno, em Limeira, no interior de São Paulo. E por isso lida bem com a terra.

Ele também plantou boldo, batata doce, feijão, pimenta, cebolinha e plantas decorativas, como a espada-de-são-jorge.

Seus conhecimentos usados em benefício da praça, só tem deixado o lugar mais agradável e bonito.

Tanto que os moradores da área elogiaram a iniciativa de Alexandre.

Mas Alexandre não se motiva a cuidar da praça “por dinheiro nem por glória”.

Na verdade, ele contou à Folha que faz isso para controlar sua ansiedade:

“Tentei melhorar a praça. E daí, com isso, deixei de fumar um cigarro. Depois, deixei de usar uma droga. Preenche minha cabeça e meu tempo.”

Alexandre mora em um quarto que aluga por R$ 25 por noite na Cracolândia, na região da Luz.

Ele volta para a praça de dois em dois dias. Quando não chove, ele usa água que vaza de um prédio próximo para regar as plantas.

As mudas usadas são doadas ou colhidas de outros canteiros e essa é também a forma que ele consegue dinheiro para pagar o quarto, além de vender frutas na Cracolândia.

Parabéns pela atitude, Alexandre!

Ele colocou a mão na massa e fez o que poucas pessoas estavam dispostas.

Uma iniciativa admirável! Compartilhe com os seus amigos.

Fonte: folha.uol.com.br

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo