Jogador de futebol almoça com menino que estava sozinho
Humanidade

Jogador de futebol almoça com menino que estava sozinho e encanta o mundo

Uma foto está viralizando na internet e o motivo é muito doce.

Se você reparar bem, um rapaz está almoçando com um menino que está sozinho.

Esse fato por si só, já deixaria muitas mães felizes pelo ato de gentileza, mas os bastidores tornam tudo ainda mais emocionante e significativo.

O menino em questão é Bo Paske do sexto ano da Manford Middle School em Tallahasse.

O rapaz é Travis Rudolph, de 20 anos, jogador do Seminoles, time de futebol americano da Universidade do Estado da Flórida (FSU na sigla em inglês).

No dia 30 de agosto, Travis e mais quatro jogadores estavam visitando a escola, quando viu o menino sozinho em uma mesa do refeitório.

O jogador perguntou se poderia se sentar com ele e esse gesto gentil emocionou a mãe de Bo e a comunidade. E agora, nós também!

“Nós tivemos uma ótima conversa. Ele começou me dizendo que o nome era Bo, me dizendo o quanto ama o Estado da Flórida. E partimos daí”, disse o jogador ao jornal Orlando Sentinel.

Leah Paske escreveu no post em que divulgou a foto no Facebook, que por pelo menos um dia, não precisou se preocupar se seu filho estaria sozinho.

E esse pensamento recorrente não é por acaso. Bo tem autismo e por isso tem dificuldade de interagir com as pessoas.

Apesar de se preocupar que o filho fique isolado das outras crianças, ela acrescentou que Bo não parece se importar.

Então o gesto de Travis foi muito apreciado por Leah, por não apenas ter sentado perto de seu filho, mas conversado com ele.

“Foi muito fácil [conversar] com ele. Ele tinha um belo sorriso em seu rosto. Ele foi uma pessoa realmente acolhedora”, disse o jogador ao jornal.

Jimbo Fisher, o técnico do Seminoles, ficou muito orgulhoso da atitude do jogador:

“Você pode afetar pessoas de muitas maneiras. Este é o jeito que você afeta as pessoas”, disse ele ao Orlando Sentinel.

“Fazer o dia de alguém sendo você mesmo e indo e expandindo a palavra, e entendendo o impacto que você tem como um atleta e como modelo para as pessoas na comunidade.”

Emocionada, Leah ambém escreveu:

“Eu não tenho certeza do que exatamente fez esse homem incrivelmente gentil compartilhar uma mesa de almoço com meu filho, mas eu estou muito feliz em dizer que não será esquecido tão cedo.”

Confira a postagem completa:

Several times lately I have tried to remember my time in middle school, did I like all my teachers, do I even remember…

Posted by Leah Paske on Tuesday, August 30, 2016

Tradução: Muitas vezes, ultimamente, eu tenho tentado lembrar minha época na escola fundamental, eu gostava dos meus professores, eu ainda me lembro deles? Eu tinha muitos amigos? Eu me sentava com alguém no almoço?

Quão malvadas as crianças realmente eram? Eu me lembro de um garoto no ônibus que me chamava de “Tammy Fay Baker” porque eu comecei desajeitadamente a usar lápis de olho na sexta série, eu me lembro de ser dura e chamá-lo de algum nome bobo de volta, mas quando ele não podia me ver mais, eu chorava.

Eu lembro de a escola ser assustadora e difícil. Agora eu tenho uma criança começando a escola fundamental, eu tenho sentimentos de ansiedade por ele e podem ser esmagadores se eu permiti-los.

Às vezes, eu agradeço pelo autismo dele. Isso pode soar como uma coisa terrível de se dizer, mas em alguns modos, eu acho, eu espero, que o proteja. Ele não parece notar quando as pessoas o encaram quando ele agita suas mãos.

Ele não parece notar que ele não é mais convidado para festas de aniversário. E ele não parece se dar conta se almoça sozinho. É uma das minhas questões diárias para ele. Houve algum momento no dia em que você se sentiu triste? Com quem você almoçou hoje?

Às vezes a resposta é um colega de classe, mas na maioria dos dias é ninguém. Aqueles são os dias que eu me sinto triste por ele, mas ele não parece se importar.  Ele é um garoto super doce, que sempre tem um sorriso e um abraço para todo mundo que encontra.

Um amigo meu mandou essa bela imagem para mim hoje e quando eu vi a legenda “Travis Rudolph está almoçando com seu filho”, eu respondi: “Quem é esse?” Ele disse “Jogador de futebol americano do FSU”, então eu tive lágrimas escorrendo por meu rosto.

Travis Rudolph, do Estado da Flórida e outros jogadores do FSU visitaram meu filho na escola hoje. Eu não tenho certeza do que exatamente fez este homem incrivelmente gentil compartilhar uma mesa de almoço com meu filho, mas eu estou muito feliz ao dizer que não será esquecido tão cedo.

Este é um dia que eu não tive que me preocupar se meu doce menino almoçou sozinho, porque ele se sentou do outro lado de alguém que é um herói em muitos olhos. Travis Rudolph, muito obrigada, você fez esta mãe extremamente feliz e nos fez fãs por toda a vida!

Foi mesmo algo legal da parte do jogador e só nos mostra o quanto o mundo lá fora precisa de mais carinho.

Fontes: dailymail.co.uk, fox8.com, orlandosentinel.com.

O que achou da atitude de Travis Rudolph? Compartilhe com os seus amigos!

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo