Homem ajuda vovó consertar o carro na estrada e algo estranho acontece
Humanidade

Homem ajuda vovó consertar o carro na estrada – só depois notou o que fez

Quando a roda saiu do carro de uma senhora idosa, ela não tinha ideia de como iria chegar em casa.

Patrocinado:

Um jovem viajava ao longo da estrada rural e viu o carro à beira do caminho.

Ele notou a mulher idosa sentada dentro, com um olhar preocupado em seu rosto. Ele decidiu parar e ajudá-la.

A mulher ficou preocupada quando viu o estranho se aproximando dela.

O que ele queria?

Ele realmente iria ajudá-la?

Mas como não conseguia consertá-lo, não tinha outra escolha. Ela deu ao homem sua roda sobressalente e ele trocou para ela muito rapidamente.

A velha senhora agradeceu ao jovem e ofereceu-se para pagá-lo pelo seu trabalho. Mas ele não quis pegar o dinheiro dela em troca da ajuda que havia fornecido.

Em vez disso, ele simplesmente disse a ela: “Pense em mim quando você ver alguém que precisa de ajuda. Lembre-se de Brian Anderson e pague por uma boa ação com outra boa ação.”

Com isso, o homem partiu.

A velha senhora ficou tão impressionada com seu ato de bondade que sentiu tonturas. Ela voltou em sua Mercedes, dirigiu um pouco para cima na estrada, e depois parou em um café.

Ela foi recebida lá por uma garçonete sorridente, que lhe ofereceu uma toalha para secar o cabelo que tinha molhado na chuva.

Foi neste momento que a velha senhora notou que a garçonete estava grávida de muitos meses. Ela deve ter estado muito cansada, ainda assim ela parecia ser a pessoa mais agradável da terra.

A senhora idosa pediu um copo de limonada e bebeu rapidamente. Então ela se lembrou de Brian Anderson e colocou US$ 100 para sua bebida, e quando a garçonete foi dar o seu troco, ela apressou-se para fora do café e partiu.

A garçonete então viu o bilhete que a velha senhora havia escrito em uma toalha de papel: “Um bom homem me ajudou na estrada, então agora eu estou ajudando você.”

Havia outros US$ 400 dentro da toalha de papel.

A garçonete sentiu-se tonta. Seu bebê estava para nascer no mês seguinte, e as próximas semanas se prometeram ser muito difíceis. Ela terminou o trabalho e saiu.

Algumas horas depois, finalmente chegou em casa. Ela subiu na cama e, pensando em como ela era sortuda, inclinou-se para o marido, beijou-o na testa e disse:

“Eu te amo, Brian Anderson…”

***

Essa é uma história sobre fazer o bem ao próximo, sobre gratidão e que poderia estar acontecendo nesse exato instante com você ou com alguém em qualquer lugar do mundo!

Sabe quando alguém te ajuda sem pedir nada em troca? E você ajuda outra e assim por diante? Onde esse ciclo de solidariedade e empatia pode parar?

Nunca se sabe…

Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência! As pessoas ajudam o próximo e muitas vezes, estão ajudando alguém realmente próximo.

Você já viveu algo parecido? Compartilhe com os seus amigos!

História traduzida de brightside.me.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo