Cansada dos espinhos anti-sem-teto, esta mãe tomou uma linda atitude
Democracia

Cansada dos espinhos anti-sem-teto, esta mãe tomou uma linda atitude

No último ano, os espinhos anti-sem-teto se tornaram um tema bastante controverso.

Para aqueles que não sabem do que se trata: estes espinhos curtos tornam áreas típicas onde os desabrigados dormem bastante desconfortáveis.

As empresas os instalam para evitar que pessoas desabrigadas durmam ou passem o dia em frente à sua propriedade.

A maioria das empresas o fazem de forma discreta, para reduzir o clamor público. Mesmo assim, cada vez mais esses espinhos estão sendo instalados nos centros urbanos.

Mas em vez de simplesmente reclamar, Jennie Platt decidiu agir.

Quando notou os espinhos instalados em um edifício comercial em sua cidade de Manchester, na Inglaterra, em janeiro, ela soube exatamente o que fazer.

Jennie recebeu ajuda de seus filhos e de suas companheiras de equipe do rugby para cobrir os espinhos.

Cansada dos espinhos anti-sem-teto, ela resolveu agir 1

Jennie e seus filhos, de 10 e 11 anos, usaram almofadas para cobrir os espinhos, definitivamente o oposto do objetivo dos espinhos.

Ao invés de deixar o espaço desconfortável, Jannie tornou a área o mais confortável possível.

“Eu vi a história na internet e isso realmente me deixo irritada. Achei tudo isso muito malvado e realmente desnecessário. É um lugar onde as pessoas pode ficar quentes e abrigadas”, ela contou ao Manchester Evening News.

Jennie Platt e seus filhos chamaram muito a atenção enquanto colocavam as almofadas no lugar.

Cansada dos espinhos anti-sem-teto, ela resolveu agir 2

“Algumas pessoas estavam nos observando e se perguntando o que diabos estávamos fazendo, mas também havia bastantes pessoas desabrigadas que nos viram e disseram que iriam voltar lá mais tarde”.

Mas ela não ficou apenas nos travesseiros e almofadas.

Ela também deixou barras de chocolate e sanduíches para que aqueles que precisassem de algo para comer junto a um recado:

“Sente-se e faça um lanchinho”

Cansada dos espinhos anti-sem-teto, ela resolveu agir 3

Infelizmente, Jennie reconhece que as almofadas são apenas uma solução temporária.

“Eu sei que elas não vão durar e eu sei que eles vão molhar, mas as pessoas que gerenciam esse edifício precisam saber como tratar as pessoas.”

Por sorte, não foram apenas residentes locais como Jennie que ficaram indignados com os espinho anti-desabrigados.

Cansada dos espinhos anti-sem-teto, ela resolveu agir 4

Pat Kearney, um porta-voz da cidade, também falou sobre os espinhos, dizendo que eles não são a solução para o problema dos desabrigados.

Os esforços de pessoas como Jennie e Platt valeram a pena quando os proprietários do prédio removeram os espinhos, não muito tempo depois.

Deveríamos estar mais preocupados em tomar medidas para evitar que pessoas se tornem sem-teto do que impedi-las de encontrar um lugar seco e quente para dormir.

O que achou da atitude de Jennie? Linda né? Compartilhe com seus amigos e ajude a divulgar ações que fazem do mundo um lugar melhor.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo