Programa de escoteiras incentiva meninas de abrigo a serem fortes
Humanidade

Programa de escoteiras incentiva meninas que vivem em abrigo a serem fortes

Sleep Inn se tornou o primeiro abrigo da cidade de Nova Iorque a receber o Troop 6000, grupo de escoteiras da organização Girl Scouts of Greater New York que apoia o pluralismo e a diversidade através de programas de liderança para meninas escoteiras de 5 a 17 anos.

O Grupo 6000 tem “a poderosa missão de construir meninas de coragem, confiança e caráter que fazem do mundo um lugar melhor.”

Essa missão se estende para as mulheres do abrigo, de forma a incluí-las nesse pensamento empoderamento.

São 22 meninas do Sleep Inn que participam dos encontros do grupo toda sexta-feira.

A organização explica em seu site oficial, que o programa tem a potencial de oferecer:

  • Continuidade – uma reunião semanal onde as crianças aprendem, tentam coisas novas e se divertem.
  • Comunidade – uma rede de meninas e adultos apoiadores que mesmo que nunca tenham se encontrado antes, fazem parte do mesmo clube.

Para Meredith Maskara, diretora de operações do Girls Scouts of Greater New York, essas meninas estão ajudando outras a olhar além do estigma de viverem em um abrigo:

“Há um estereótipo que todos nós já tivemos consciente ou inconscientemente quando ouvimos a palavra ‘sem-teto’ e de repente há um rompimento desse estereótipo com esse grupo”, disse ela ao Huffington Post.

O Grupo 6000 foi desenvolvido em parceria com o Departamento de Serviços para Desabrigados depois que Jimmy Van Bramer, líder da maioria da Câmara da cidade de Nova Iorque se juntou a um grupo de escoteiras para servir o jantar de ação de graças em um abrigo para mulheres.

“Elas são nossas futuras engenheiras, estilistas, atletas, médicas, ativistas e líderes comunitárias”.

“Com o Grupo 6000, essas meninas agora têm um lugar para realizar seus sonhos, encontrar estabilidade, fazer amigos ao longo da vida e descobrir a força interior que elas têm para ser quem quiserem ser”, afirmou o líder.

Também faz parte da proposta do Grupo 6000 que mulheres que vivem no abrigo participem das atividades como líderes dos grupos de escoteiras, atuando como professoras e mentoras.

Esse apoio não só contribui para o desenvolvimento das meninas, como também as fortalece.

Uma iniciativa muito importante!

Compartilhe essa história com os seus amigos e familiares.

Fonte: huffpostbrasil.com, girlscoutsnyc.org

Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo