Ele sofreu bullying por seu jeito de dançar, mas o que aconteceu depois foi surpreendente!
Humanidade

Ele sofreu bullying por seu jeito de dançar, mas o que aconteceu depois foi surpreendente!

Aquele tipo de história que nos faz acreditar na humanidade.

A internet pode ser palco para muitas pessoas mal-intencionadas, como foi no caso de um usuário anônimo da rede 4chan. Ele postou duas fotos que mostram um homem dançando e depois parado constrangido.

dancingman

Junto com as imagens, o agressor postou a frase: “Avistamos essa espécime tentando dançar na outra semana. Ele parou quando viu a gente rindo”.

Porém, e ainda bem, a internet também pode ser utilizada para fazer boas ações. E isso aconteceu neste mesmo caso. Considerando a postagem desprezível, um usuário do Imgur deu um screenshot no post e publicou uma mensagem de apoio ao homem.

Esse foi o primeiro passo para que algo surpreendente acontecesse.

A postagem de apoio chamou atenção de muitas pessoas indignadas com o caso, entre eles Cassandra Fairbanks, autora do site americano The Free Thought Project. Ela contou a história em sua conta no Twitter e lançou o desafio de encontrar o homem da foto para levá-lo até Los Angeles, onde um grupo de mulheres gostaria de preparar algo especial para ele.

Foi então que a hashtag #FindDancingMan (“Encontre o homem dançante”, em tradução literal) começou a viralizar na internet, nascendo a ideia de fazer uma festa de dança. A campanha acabou ganhando o apoio de muitas mulheres, além de celebridades como Pharrell Willians e DJ Moby, que ofereceu seus serviços gratuitamente para animar a festa.

E a campanha deu certo!

dancingman3

A busca pelo homem das fotos não foi fácil, mas, com a ajuda de milhares de usuários, Cassandra Fairbanks finalmente conseguiu encontrá-lo. Ela entrou em contato com ele, descobrindo que ele se chama Sean O’Brien e vivia em Londres. Cassandra explicou toda a repercussão do caso a ele, que aceitou o convite para participar da festa em duas semanas.

Os usuários, então, começaram a arrecadar fundos para sediar a festa e levar O’Brien do Reino Unido para Las Vegas. Através do sistema de crowdfunding, foram recolhidos mais de US $ 40.000 e todo o valor adicional foi doado para a organização anti-bullying Fundação Cybersmile.

Grande festa para dançar sem preconceitos

Em 24 de maio deste ano a festa para o Dancing Man finalmente aconteceu. Acompanhado de celebridades, defensores anti-bullying e ao som do DJ Moby, O’Brien pode dançar à vontade em um dos bailes mais incríveis de todo o mundo.

Durante a celebração, O’Brien subiu ao palco para agradecer e disse: “Pessoas com grandes corações superam em muito os mentes pequenas”. A festa ainda serviu par arrecadar dezenas de milhares de dólares que foram destinados a organizações anti-bullying.

dancingman2

Infelizmente nem todo mundo que sofre bullying na internet tem sorte de receber esse apoio e poder sorrir no final, mas o caso do Dancing Man traz esperança e mostra que, assim como disse O’Brien, as pessoas de bom coração ainda são maioria!

Gostou dessa história? Conhece algum outro caso em que as redes sociais e a internet causaram boas ações? Então, deixe seu comentário e compartilhe com a gente!

Fonte: upworthy.com

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo