Humanidade

Mãe cria suas crianças de forma livre: sem remédios e sem regras

Muitas pessoas em nossa sociedade estão doentes, estressadas e não estão em contato com seu eu interior.

É por isso que Adele Allan decidiu criar seus filhos de uma maneira muito diferente da forma como a maioria da sociedade foi criada.

Seus filhos não têm regras impostas sobre eles. Eles não vão a uma escola convencional e não tomam vacinas.

Tudo isso porque ela quer criar “crianças livres”, que sabem exatamente quem são e não são obrigadas a viver de uma forma que não as agrade mental, espiritual e fisicamente.

Quando ela estava grávida, ela recusou em grande parte intervenção médica.

Crianças criadas de forma livre 1

“Nós recebemos uma mensagem muito interessante: ‘e se nossas escolhas acabam fazendo com que nossos filhos nasçam mortos?’ Eu estava convencido em confiar em Adele e ela conhecia muito bem seu corpo e mente e não faria nada para prejudicá-los”, conta Matt, marido de Adele.

Ela decidiu deixar seu cordão umbilical cair naturalmente depois que ela deu à luz. Demorou cerca de seis dias. Adele também se recusou a vacinar seus filhos.

“Não vejo a necessidade de injetar substâncias estranhas neles”, explica. “A saúde das crianças é tão importante quanto a minha.” – afirma Adele.

Crianças criadas de forma livre 2

Ela diz que se estivesse com alguma doença grave, como o câncer, ela ainda iria tratar com uma abordagem totalmente natural e afirma que o leite materno é capaz de curar infecções oculares, como a conjuntivite.

Ela continua amamentando seu filho de 1 ano e de 5 anos e conta que irá fazê-lo até eles decidirem que não querem mais ser amamentados.

Crianças criadas de forma livre 3

“Tudo se resume à mãe e à criança, deve ser uma decisão mútua entre os dois”, explica Adele. “É algo tão natural como um abraço. É uma conexão.”

Leia:  Acharam que seria mais um pedido de esmola... não era!

Ela também conta que deixa seus filhos caminharem em público sem sapatos:

“É uma ótima maneira para os sentirem os pés vivos e perceber as sensações debaixo de seus pés.”

Crianças criadas de forma livre 4

Seus filhos são educados em casa e aprendem de forma livre. Ao invés de dar brinquedos aos filhos, o casal (e as crianças também) preferem que os filhos brinquem ao ar livre.

“É muito mais importante para nós que as crianças interajam com os animais, plantas e aprendam sobre o meio ambiente do que um conjunto de brinquedos de plástico”, explica Matt.

Crianças criadas de forma livre 5

Você pode ver o casal contando sua história no vídeo abaixo (em inglês):

Fonte: shareably.net.

Interessante né? Compartilhe essa história com seus amigos que adorariam ser criados dessa maneira.

O que você acha desse tipo alternativo de criação? Comente e compartilhe sua opinião com a gente. :)