Humanidade

Asilo recria cenários do passado para estimular a memória dos idosos

Estima-se que 13% das pessoas com mais de 80 anos sofrem de alguma doença cerebral como o mal de Alzheimer.

Infelizmente, nem todos os idosos recebem os cuidados necessários para encarar esse tipo de problema.

Ainda assim conseguimos destacar algumas iniciavas que visam realmente melhorar a vida desses senhores e senhoras.

A casa de cuidados Yorkare, por exemplo, está fazendo algo incrível para auxiliar quem sofre desse tipo de condição.

Eles recriam cenários do passado a fim de estimular lembranças familiares e felizes.

O lar de idosos fica na cidade de Beverley, na Inglaterra, e possui uma área de cerca de 55 mil metros quadrados com direito a dois grandes jardins e diversos espaços voltados para a diversão.

Explorando o local, é possível encontrar diversas frentes de estabelecimentos antigos e até mesmo lojas funcionais onde os moradores podem pegar o que precisarem.

Isso encoraja os idosos a conversarem sobre suas memórias do passado.

Enquanto algumas casas de cuidados são lugares deprimentes onde as pessoas apenas esperam a morte chegar, esta é projetada para manter os moradores ativos e engajados.

A ideia é que eles possam viver a vida de forma mais normal possível.

De acordo com Laurence Garton, diretor de desenvolvimento do local, eles tentam criar o máximo de ambientes diferentes dentro da casa.

Isso permite que os moradores possam fazer o que sempre fizeram e que os visitantes possam acompanhá-los.

Esse lar de idosos conta com 78 quartos e o preço não é nada barato.

Cada semana no local, com tudo incluso, chega a custar cerca de 700 libras (R$ 2.912,00).

É um luxo que poucos podem pagar, mas com certeza é um lugar perfeito para passar o fim da vida.

Leia:  Senhor de 109 anos tricota casaquinhos de lã para salvar pinguins de vazamento de óleo na Austrália

O que achou da ideia? Se gostou, compartilhe!

Espero que mais iniciativas como esta continuem surgindo por aí e de preferência com um preço acessível.

Esse tipo de cuidado especial pode fazer toda a diferença na vida dos idosos, principalmente para os que sofrem de doenças como o Alzheimer.

Fonte: boredpanda.com