Cartas anônimas de idosos e crianças se transformam em amizade
Humanidade

Troca de cartas anônimas entre idosos e crianças se transforma em forte amizade

Um projeto da Universidade de São Paulo se tornou um exemplo da importância do afeto entre as gerações.

Durante dois meses, 19 idosos de um residencial da zona oeste da capital receberam a enviaram cartas para 19 alunos com idade entre 7 e 9 anos anos do colégio Santa Amália, na zona sul.

As crianças, que estavam desenvolvendo o gênero textual na escola, usaram pseudônimos e contaram aos idosos sobre suas famílias e sobre os seus planos para o futuro. Já os mais velhos compartilharam anseios e experiências com a nova geração.

“O idoso tem um ganho de autoestima ao transmitir conhecimento, tem uma oportunidade de criar uma relação nova com alguém de uma geração diferente”, disse Rosa Yuka Sato Chubaci, estudante da USP.

Para Adriane Ideta, coordenadora da escola, o projeto foi super importante para as crianças obterem mais informações sobre a velhice, suas necessidades e suas vontades.

troca-de-cartas-1

Foi o caso da estudante Daniela Oliveira Zanatta (foto), de sete anos,  que trocou cartas com Angelina Giannini, de 92. Os familiares da dupla comentaram que a troca de cartas foi emocionante.

“Minha mãe só falava na Paz (apelido usado por Daniela) e queria demais conhecê-la. Não imaginei que as cartas seriam algo tão relevante como se tornaram: estímulos de valorização da vida e criação de respeito entre gerações”, conta Maria Angélica Giannini, filha de dona Angelina.

Já a mãe de Daniela contou que a filha não tem muitas oportunidades de conviver com pessoas idosas e que “No dia de conhecer a dona Angelina, mesmo não tendo ideia de como ela era fisicamente, a Daniela a reconheceu entre outras pessoas. Foi algo inesquecível. Elas criaram um vínculo verdadeiro”.

Encontro emocionante

No começo do projeto, não estava previsto o encontro entre os correspondentes. Mas o sucesso foi tanto que, em abril, uma grande festa no lar dos idosos selasse as amizades entre as gerações. O encontro foi tão emocionante que contou com abraços, beijos e lágrimas.

No total, foram 120 cartas enviadas. E, apesar do projeto ter chegado ao fim, muitas duplas continuam a troca de mensagens.

Fonte: folha.uol.com.br.

Se gostou da história de afeto entre as gerações, compartilhe com um amigo!

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo