Mãe registra reação do filho autista ao conseguir fechar um zíper sozinho
Humanidade

Mãe registra reação do filho autista ao conseguir fechar um zíper sozinho

Atividades diárias que são simples e corriqueiras para a maior parte das pessoas, como fechar o zíper de uma jaqueta, significam verdadeiras vitórias às crianças autistas.

Esse é o caso de Mandy Farmer, cujo filho de 6 anos alcançou recentemente a independência de realizar essa tarefa.

Para preservar a identidade da criança, Mandy refere-se a ele apenas como “E”.

Em um vídeo postado na página do Facebook da Love What Matters, Mandy que tem seu próprio blog chamado Maternidade por Mandy Farmer, acrescentou um texto explicando por que é tão importante apreciar as pequenas coisas.

Sua mensagem impactante e a alegria de seu filho em completar a tarefa sozinho fizeram com que o vídeo viralizasse na internet.

O vídeo de E e a mensagem de Mandy

“Sabe quando dizemos que as famílias autistas não subestimam as coisas? Isso que queremos dizer. ‘E’ tem 6 anos e meio. Sua coordenação motora fina está bastante atrasada.

Ele ainda não consegue escrever ou mesmo desenhar um quadrado. E, sinceramente, essas coisas não me preocupam tanto quanto as habilidades motoras finas para que ele mesmo consiga realizar algumas tarefas de cuidados. Abrir pacotes, se vestir, se alimentar com um talher.

As pessoas não têm ideia do quanto nossos filhos precisam trabalhar para conseguirem realizar essas tarefas de forma consistente.

Há tantas terapias que são úteis, mas muitos não têm acesso a elas. Ele está seguindo um programa há um mês e agora já consegue fechar o zíper de sua jaqueta sozinho, mas quero que vejam o quão difícil essa tarefa tão simples ainda é para ele.

Quando damos oportunidades, nossos filhos conseguem trabalhar para alcançar um patamar mais alto. É tão emocionante vê-lo alcançar seus marcos, mesmo que estes sejam obtidos em um tempo diferente de seus amigos.”

Outras famílias se identificaram com o vídeo

Desde 20 de março, data em que o vídeo foi postado, ele já recebeu mais de 238 mil visualizações.

Muitas pessoas que têm filhos autistas ou que são portadores de outras necessidades especiais estão se identificando com o vídeo e a mensagem.

“Ao assistirem o vídeo, espero que as pessoas vejam como tarefas simples podem ser complexas para indivíduos autistas e a quantidade de trabalho necessária que eles precisam para realizar estas tarefas que são corriqueiras para os outros.

Espero que as pessoas que fazem as regras assistam e compreendam que quando eles cortam serviços e fundos para educação de pessoas com necessidades especiais, são pessoas como E que eles estão prejudicando.”

Mandy continuou:

“Há tantas terapias que podem ajudar crianças como o meu filho a alcançarem um novo patamar, mas, para que isso aconteça, elas precisam ter acesso a elas. Espero que outros pais de crianças com necessidades especiais se sintam encorajados e saibam que, com tempo e trabalho, seus filhos também alcançarão seus marcos.”

Emoção registrada para sempre

Mandy diz que toda vez que assiste ao vídeo fica emocionada.

“O momento em que ele alcança um objetivo que ele vem trabalhando por tanto tempo é indescritível. Estou tão orgulhosa e feliz por ele. Os pais de crianças autistas comemoram muito as pequenas conquistas, porque sabemos o esforço que cada uma delas exigiu.

[…]

Toda vez que assisto ao vídeo, meus olhos se enchem de lágrimas e eu tenho vontade de gritar no final. Sei que, para muitos, isso não é nada, mas quando a realização de uma meta acontece depois de centenas de horas de terapia, é um momento a ser comemorado.”

E os progressos de E continuam

Logo em seguida ao vídeo de E fechando o zíper de sua jaqueta sozinho, Mandy compartilhou no Facebook que, agora, seu filho conseguiu abrir uma embalagem sozinho pela primeira vez.

A alegria do garoto foi tanta que está estampada no sorriso de orelha a orelha na foto.

As conquistas dos indivíduos autistas no Brasil

As instituições de apoio aos indivíduos e familiares de autistas no Brasil também são muitas e todas comemoram pequenas vitórias como Mandy e E.

Entidades como o Movimento Orgulho Autista Brasil não medem esforços para melhorar a qualidade de vida das pessoas autistas e suas famílias.

Gostou dessa história de superação? Então ajude-nos a propagar a mensagem a todos e, assim, trazer mais conscientização sobre as pessoas autistas e suas famílias.

Fonte: aplus.com

Dicas interessantes da web

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo