11 atitudes inspiradoras que fizeram 2017 ser um ano melhor
Humanidade

11 atitudes inspiradoras que fizeram 2017 ser um ano melhor

Um novo ano traz a chance de começarmos de novo e/ou fazer mudanças grandes e ousadas.

Embora 2017 tenha tido seus pontos baixos, vários atos de bondade, inclusão e inspiração tornaram o ano um pouco melhor em geral.

Confira 11 momentos deste ano que está para acabar que inspiraram as pessoas e servirão de exemplo para os próximos anos que virão:

Um jovem de 5 anos montou uma barraquinha de limonada para arrecadar dinheiro para ajudar pessoas afetadas pelo furacão Harvey.

Atitudes inspiradoras 2017

Em setembro, o furacão Harvey atingiu Houston, Texas, tirando pessoas de suas casas e deixando a cidade sob mais de 1 metro de água.

Depois que a tempestade diminuiu, pessoas ao redor do país fizeram o que podiam para ajudar.

Jett, nascido em Houston e atualmente morador da Filadélfia, de apenas 5 anos de idade, construiu um carrinho de limonada.

A ABC News informou que Jett vendia chá doce e limonada por 50¢ (50 cents de dólar) o copo enquanto usava sua capa de Superman.

Ele doou todo o dinheiro arrecadado às pessoas de sua cidade Natal.

Um estudante do ensino médio da Flórida iniciou um clube, para que ninguém se sentasse sozinho no almoço.

Atitudes inspiradoras 2017

Denis Estimon e outros três alunos do ensino médio de Boca Ranton, na Flórida, queriam fazer do almoço um momento divertido e social de novo.

Os estudantes criaram o “We Dine Together”, um clube onde os membros vagam pelo campus e se socializam com outros estudantes que estão comendo sozinho.

Denis é haitiano e vive nos Estados Unidos e disse a CBS Evening News que sua experiência pessoal em comer sozinho foi o que o motivou a começar o clube.

“Nenhuma criança deve comer sozinha”, disse ele ao jornal. “Há tantos problemas neste mundo e uma única coisa que pode resolvê-los: relacionamentos.”

Modelos usam o palco para falar sobre os direitos das mulheres durante concurso de beleza

Atitudes inspiradoras 2017

As concorrentes à Miss Peru 2018 usaram o palco para discutir um assunto importantíssimo – os direitos das mulheres.

Ao invés de medidas corporais, as participantes compartilharam fatos sobre a violência de gênero.

Todo o evento, realizado em outubro de 2017, foi dedicado a aumentar a conscientização sobre o assunto e lembrar os espectadores da dura realidade do problema.

“Todo mundo que não denuncia ou não faz algo para que isso pare é cúmplice”, disse Jessica Newton, organizadora do concurso, ao BuzzFeed.

Povo de Nova Iorque limpou pichações de ódio feitas no metrô da cidade

Atitudes inspiradoras 2017

Em fevereiro de 2017, um grupo de usuários do metrô de Nova Iorque removeu pichações anti-semita e nazistas de um dos carros.

A NBC informou que as pichações estavam em cada janela, porta ou propaganda.

O cozinheiro Jared Nied foi a primeira pessoa a se manifestar sobre os comentários de ódio. Ele informou aos colegas passageiros que a tinta usada poderia ser removida com desinfetante.

Os passageiros então procuraram imediatamente por tecidos e desinfetantes e ajudaram a limpar o carro.

Nied contou à CNN que ele e os outros passageiros ficaram muito felizes em fazer o que é certo.

Esta mulher de 81 anos aprendeu a programar sozinha e lançou seu próprio aplicativo para iPhone

Atitudes inspiradoras 2017

Segundo a CNN, Masako Wakamiya encontrou dificuldades em convencer os outros a criarem um jogo para idosos. Então ela mesmo tomou uma providência.

Ela não estava por dentro das novas tecnologia e revelou em uma conversa da TEDx que levou cerca de três meses para conseguir configurar seu computador, quando tinha 60 anos de idade.

“Você não precisa ser profissional”, disse ela. “Se você tem criatividade e uma mente brincalhona, você pode criar materiais didáticos”.

Isso a levou a criar o Hinadan, um jogo com bonecas ornamentais e roupas tradicionais inspiradas no festival tradicional japonês Hinamatsuri.

Chefs de cozinha famosos doaram dinheiro a um paciente com câncer para que ele pudesse fazer uma viagem gastronômica.

Atitudes inspiradoras 2017

Ali Allouche, um paciente com câncer de 17 anos que luta contra o osteossarcoma, assistiu aos episódios de “Anthony Bourdain: Parts Unknown” antes e depois da cirurgia.

Isso inspirou ele e sua mãe a planejarem uma viagem culinária.

Ali Allouche criou uma página em um site de financiamento coletivo em outubro deste ano e conseguiu chamar a atenção de diversos chefs famosos, dentre eles Robert Irvine.

Numerosos chefs acabaram doando dinheiro para que Ali realizasse sua viagem e alguns até mesmo o convidaram para visitar seus restaurantes.

Os passageiros deste metrô realizaram uma cerimônia de graduação para aluno que ficou preso em um trem atrasado.

Atitudes inspiradoras 2017

Jerich Marco Alcantara perdeu sua cerimônia de graduação, porque estava preso em um trem atrasado.

Por sorte, os passageiros do trem e os poucos amigos e familiares de Jerich tiveram uma cerimônia improvisada que alguém filmou.

Os passageiros deram a ele um “diploma” exibido no celular de alguém e colocaram “Good Riddance”, do Green Day para tocar no fundo, segundo relatórios da NYMag.

Jerich ainda participou de uma cerimônia oficial e pessoal após o ocorrido, mas, desta vez, ele e sua mãe se certificaram de pegar um carro.

Um cabeleireiro cortou o cabelo das pessoas sem-teto e iniciou uma hashtag para humanizá-los

Atitudes inspiradoras 2017

O cabeleireiro Josh Coombes lançou a campanha #DoSomethingForNothing para humanizar as pessoas sem-teto.

“Não importa onde você esteja, acredito que todos nós provavelmente temos mais tempo do que realmente dizemos ter para nos conectar uns com os outros”, disse Josh ao INSIDER.

“A compaixão pode magoar bastante quando você se aproxima de alguém e ouve seus problemas, mas a verdade é que os problemas existem de qualquer maneira. E se você é como eu, preferirá se conectar com isso.”

Josh ainda se conectou e colaborou com o músico Chris Leamy, que também ajuda os sem-teto. Leamy começou o #HePlaysForMe, ao tocar música na rua por doações voluntárias, em nome das pessoas com necessidade.

“Poderia não se tratar de um cabeleireiro, poderia até não se tratar de pessoas sem-teto, mas se trata de fazer o que você ama e fazer alguém sorrir”, completa Josh.

Uma escola colegial mudou seu código de vestimenta para ser mais positivo para o corpo.

Atitudes inspiradoras 2017

As políticas de uniforme nas escolas podem ser uma fonte de estresse para os estudantes, pais e professores.

No entanto, uma escola colegial de Illinois deu um ótimo exemplo em agosto de 2017, criando um código de vestimenta mais inclusivo para que todos os estudantes passassem a se sentirem confortáveis.

“Nós vemos nosso código de vestimenta através de uma lenta que evita estereótipos ou marginalização dos estudantes com base em sua raça, sexo, identidade de gênero, orientação sexual, etnia, religião, cultura, renda familiar ou tipo/tamanho do corpo”.

Se um aluno violar o código, não será impedido de entrar na escola. Ao invés disso, o pessoal será treinado para usar “linguagem positiva para explicar o código e resolver as violações”.

Fazer da escola um ambiente mais confortável e seguro para todos é algo que podemos alcançar.

Esta mulher de 90 anos compartilhou sábios conselhos

Atitudes inspiradoras 2017

Em agosto de 2017, o livro “Humans of New York” compartilhou os conselhos de vida de uma mulher russa de 90 anos.

A mulher não identificada disse que se sente 40 anos mais nova do que realmente é.

A foto e a história da mulher foram curtidas por mais de meio milhão de pessoas do Facebook.

“Eu nunca me reclamo”, diz o título do Facebook. “Estou feliz por estar viva”.

Seu conselho para as pessoas é “começar com o que você tem, não com o que você quer”.

A senhora ainda conta que começa o dia com duas horas de dança. Sua positividade é a prova de que a idade realmente não passa de um simples número.

Um pastor levantou mais de 200 mil dólares para comprar comida para pessoas afetadas pelo furacão Maria.

Atitudes inspiradoras 2017

O furacão Maria foi o terceiro furacão mais forte que já atingiu os Estados Unidos – e Porto Rico também foi atingido com muita força.

Para ajudar os porto-riquenhos atingidos pela tempestade em setembro deste ano, o pastor Humberto “Bert” Pizarro não só orou pelas pessoas, mas começou a administrar uma rede informal de resposta a desastres.

O USAToday relatou que, por meio dos contatos da igreja, o pastor arrecadou 200 mil dólares em alimentos.

Embora sua família viva em Nova Iorque, o pastor Humberto retornará para Porto Rico no Dia de Ação de Graças para continuar seus esforços.

Compartilhe esse conteúdo com seus amigos para que eles se inspirem em atitudes como essas em 2018!

Qual atitude mais te inspirou em 2017? Comente e compartilhe com a gente! :)

Fonte: thisisinsider.com.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo