23 lembretes que adultos de 23 anos precisam ler agora
Humanidade

23 lembretes que adultos de 23 anos precisam ler agora

Eu acordei no meu vigésimo terceiro aniversário com um trabalho chato, um relacionamento fracassado, uma carteira vazia e uma completa falta de direção.

E tenho certeza de que não estou sozinho nesse destino.

Os anos depois da faculdade não são nada legais com a gente.

Nós somos empurrados para o mundo real, com dívidas de mensalidades da faculdade, empregos que pagam mal, relacionamentos que mudam de um dia para o outro e um profundo sentimento de estar perdido por não saber lidar com tudo isso.

Ninguém gosta de você quando você tem vinte e três anos, incluindo nós mesmos.

Mas mesmo assim, nós conseguimos, passamos por isso.

A maioria de nós chegou aos 24, e saímos dessa escuridão.

A maioria de nós tem a sorte de dizer que, no final dos 23 não nos sentimos mais completamente perdidos.

Mas no caso de você não estar lá ainda, aqui estão algumas coisas que você precisa lembrar.

1. Você não vai ficar sozinho pelo resto da sua vida.

23 é uma idade solitária e nada confortável.

A universidade, provavelmente, já acabou.

Sua vida profissional está apenas começando.

E sua vida social está confusa, estranha e desconfortável em resposta à todas as mudanças.

Você está longe das pessoas que o conhecem bem e ainda não se aproximou o suficiente das pessoas que estão perto fisicamente.

Dê um tempo para tudo isso.

Dê a suas relações a chance de evoluir.

Dê-se a chance de se adequar sobre não viver mais com aquele grupo de amigos próximos (sim, você irá se adequar).

A solidão não dura para sempre, mesmo quando você sente como se durasse.

2. Você não precisa estar trabalhando no seu emprego dos sonhos agora.

Está tudo bem ter um trabalho de merda em um escritório porque você precisa pagar as contas.

Está tudo bem gastar seu tempo livre sendo voluntário para obter a experiência que você precisa.

Existem milhares de rotas diferentes que você pode levar para chegar onde você quer ir.

Não se esgote no processo — apenas continue em movimento, de forma constante e devagar, em direção a onde que chegar.

3. Todo mundo se sente perdido em algum momento.

É sério!

Toda pessoa que você conhece, interage ou pense no decorrer de um dia teve um período de suas vidas onde eles não tinham ideia do que estavam fazendo.

Então este é o seu momento.

4. Você ainda tem muito tempo para falhar.

Você tem tempo para falhar no amor, na sua carreira, nas suas intenções, nos seus objetivos pessoais.

Você ainda é jovem o suficiente para cair e se levantar, muitas vezes mais.

Portanto, não tenha medo de assumir esses riscos grandes e assustadores agora – enquanto você ainda tem o tempo, a força e a determinação de começar de novo.

5. Alguém ainda vai te amar novamente.

Você vai sentir aquela melancolia do romantismo sobre a lua novamente.

Você vai querer dizer “eu te amo” de novo.

Você vai ter algo real com outro ser humano novamente, mesmo que não sinta isso agora.

A capacidade de amar outras pessoas não deixa você, é apenas como um músculo que você não flexionou por muito tempo.

6. Você ainda vai se amar novamente.

Sua autopercepção vai se ajustar para abranger o você, novo e adulto (esse que você ainda está se tornando).

Não se preocupe muito sobre quem você é, ou ainda não é, aos seus vinte e três anos — você tem muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e ser orgulhoso de quem quer que seja.

7. Você pode definir e manter limites.

Ser um jovem adulto significa dizer “sim” a muitas coisas — longas horas de trabalho, exigências de nossos parceiros — porque você ainda não está certo do que você pode dizer não.

Mas aí é que está: você está autorizado a definir limites pessoais e profissionais porque você precisa deles para se manter saudável e estável.

Você não precisa ganhar o direito de cuidar de si mesmo.

Você merece isso, como um produto básico da sua existência.

8. Você nunca está complemente sem suporte.

Você pode não ter a sorte de ter pais que são capazes de lhe dar apoio financeiro ou até mesmo amigos que estão sempre disponíveis para lhe dar apoio emocional, mas tenha a certeza, se as coisas realmente estiveram ruins, você terá pessoas para ajudá-lo de maneiras que você não pode esperar.

Se pelo menos alguns nomes vierem à sua mente, você está indo melhor que muitas pessoas.

9. Sentir-se desapontado com você mesmo significa que você sabe que pode fazer melhor.

Se você nunca estivesse de acordo com seus próprios objetivos, você estaria vivendo sua vida de forma errada, não?

Decepção — com moderação — significa que você acredita em coisas maiores para si mesmo.

E manter essa crença na vida o levará além do que você poderia imaginar.

10. Não é seu dever viver o sonho de outra pessoa.

Você não precisa se mudar para a Ásia para ensinar inglês se não vai fazer você feliz.

Você não precisa se mudar para uma cidade grande e conseguir um trabalho de escritório chato porque vai impressionar seus pais.

As escolhas que você faz agora definem como serão suas escolhas o resto de sua vida.

Então, você tem permissão para fazer as escolhas que deseja fazer — e apenas se preocupe em impressionar o seu futuro eu.

11. “Não” é uma palavra muito importante.

Você tem permissão para usá-lo.

Diga não aos trabalhos que não o atraem.

Diga não às pessoas que trazem o pior em você.

Diga não a todas as oportunidades que impedem que você persiga o seu sonho de vida.

Diga não com confiança, de forma estratégica e tão regularmente quanto você precisa.

É seu direito e, em alguns casos, seu maior ativo.

12. As pessoas não podem ler sua mente — você vai ter que pedir o que você precisa.

Ninguém vai lhe entregar seu trabalho do sonho ou seu relacionamento perfeito ou seu estilo de vida ideal porque você obedeceu às regras de forma tão zelosa.

Você precisa pedir diretamente — e às vezes incessantemente — por essas coisas.

É lamentável que o mundo adulto funcione desta maneira, mas sim.

Quanto mais cedo você se sentir confortável pedindo coisas, mais cedo você começa a obter grandes resultados.

Resultados que outras pessoas não conseguem porque tem muito medo de pedir por eles.

13.Você não precisa ficar com vergonha.

Não precisa ter vergonha pelo seu trabalho ou pela pessoa que está namorando ou onde você está na vida, em relação às pessoas com quem você se formou ou convive.

A persistência é uma escolha.

E quanto mais orgulhoso você escolher ser de si mesmo – não importa onde você esteja na vida – mais longe você vai.

A confiança é um grande profetiza do sucesso.

14. Seu corpo já não é o mesmo de quando você tinha 17 anos.

Você não pode se manter em uma dieta constante de cerveja e salgadinhos para sempre.

Seu corpo está começando a mudar e você precisa mudar para acomodá-lo se você não quer sentir um pouco cansado para o resto da eternidade.

Tratar seu corpo corretamente terá mais um impacto positivo na sua vida nos próximos anos do que você poderia imaginar agora.

15. Você é mais atraente do que você imagina

Algo que ouço repetidas vezes de jovens adultos é que eles nunca imaginaram que eram atraentes aos vinte e poucos anos.

Nós somos nossos maiores críticos neste momento em nossas vidas e é bem provável que sua qualidade menos atraente seja a falta de confiança que você tem em sua própria aparência.

Comece a acreditar em você mesmo um pouco mais agora, então você não precisará ser tão rude com você mesmo depois.

16. Você ainda não terminou seu processo de mudança e nem vai por enquanto.

Há aqueles momentos raros e bonitos nos nossos vinte e poucos anos, onde parece que temos tudo descoberto e estamos completamente fora da escuridão.

Mas esses momentos nunca duram por muito tempo.

A vida está mudando constantemente — mas isso está longe de ser uma coisa ruim.

Seu cérebro ainda está em desenvolvimento. Você ainda está se desenvolvendo.

E o pior que você pode estar agora é estagnado.

17. Você tem que te dar um pausa.

Aos 23, é fácil ficar envolvido no trabalho, formar relacionamentos e encontrar os mesmos em outros ambientes e acaba que nos esquecemos de ter um momento para respirar.

Relaxar.

Você ainda merece viver e curtir sua vida.

Seu futuro chegará em breve.

18. Perder amigos é uma conseqüência natural desse estágio de sua vida.

Perder o contato com seus antigos companheiros de quarto da faculdade ou seus amigos da cidade natal ou os entes queridos é uma consequência natural de envelhecer.

Isso não é sobre manter ou não todas as amizades que você já teve — algumas coisas desaparecem naturalmente, porque elas deveriam.

Porque algumas das amizades que você compartilhou foram destinadas a durar uma temporada, não uma vida inteira, e tudo bem.

19. Haverá pessoas que você tem que deixar para trás enquanto cresce, e isso não faz de você uma pessoa ruim.

Todo mundo cresce internamente também, mas em tempos diferentes.

E quanto mais velho você ficar, mais você notará que algumas pessoas, intencionalmente, optam por ficar presas, contraídas.

E não é seu trabalho resgatar essas pessoas de si mesmas.

Você pode amá-los, você pode apoiá-los e você pode incentivá-los, mas no final do dia você simplesmente não pode se manter a favor deles.

Eles têm responsabilidade sobre suas vidas e você é responsável pela sua.

Você não é egoísta ou horrível para continuar sem eles.

20. As comparações são completamente absurdas, a menos que você as use como motivação.

As comparações são ótimas se você estiver usando elas para se motivar a aumentar seu nível em algo.

Se, no entanto, você só está usando-as para se abater, eles são o maior desperdício de seu tempo e energia.

Você não é seu amigo ou seu colega da faculdade ou seu colega de trabalho que acabou de receber um aumento.

Você é você.

E se você quiser ser melhor que as outras pessoas, você deve usar as suas habilidades, que são exclusividade sua.

21. Todo mundo já se ferrou.

Sério, todo mundo cometeu pelo menos um erro grande, daqueles que eles gostariam de não ter feito.

É só que nós tendemos a não falar sobre nossos erros, o que cria uma cultura onde todos acreditam que eles são os únicos que possuem conflitos e batalhas.

Confie em mim: você não está sozinho.

Todos nós fizemos algumas coisas erradas. E todos nós sobrevivemos. O que significa que você provavelmente também irá.

22. Todos estão aterrorizados.

Ninguém sabe realmente o que vem depois.

Ninguém realmente tem um plano infalível.

Ninguém está 100% seguro de como chegar onde eles querem na vida, ninguém tem isso totalmente planejado.

Mesmo as pessoas mais confiantes estão um pouco inseguras e um pouco aterrorizadas às vezes.

A vida é assim. A incerteza é um ingrediente chave.

23. Se você tivesse tudo solucionado agora a sua vida seria entediante.

Se você tivesse o resto de sua vida trancado aos vinte e três anos, sua vida seria uma decepção.

Os altos e baixos são apenas uma parte natural do que mantém as coisas interessantes.

E a verdade é que agora é o melhor momento imaginável para enfrentar essas flutuações.

Um período de luta prepara você para um futuro de resiliência.

Então, lute até os vinte e três. O futuro tem muito tempo para entrar nos eixos.

Você conhece alguém que precisa ler esses lembretes? Compartilhe!

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Thoughtcatalog.com, escrito por Heidi Priebe.

Leia mais publicações em Awebic.com.

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo