Educação

Frequentar aulas muito cedo pode prejudicar a saúde mental de adolescentes

As crianças e adolescentes de hoje em dia andam mais tensas do que nunca.

Mesmo com os pais incentivando os filhos a aderirem hábitos saudáveis como evitar cafeína no período da noite, se desconectar do telefone e dormir cedo, muitos adolescentes ainda acordam cansados e irritados todos os dias.

O horário de início das aulas pode estar contribuindo para isso

Um estudo conduzido na University of Rochester Medical Center aponta que os alunos do ensino fundamental e médio que começam a rotina escolar antes das 8:30 da manhã possuem maior risco de sofrer de depressão e ansiedade.

E isso independe da rotina deles fora da escola.

Ainda existem outras variáveis a serem estudadas, mas as descobertas mostram que os alunos se sentem mais pressionados quando estudam em lugares em que as aulas começam muito cedo.

Por conta disso, a saúde mental desses estudantes acaba sendo afetada.

Os pesquisadores monitoraram os hábitos de higiene, qualidade e duração do sono e os sintomas de depressão e ansiedade de dois grupos de alunos.

Um dos grupos era formado por quem atendia aulas antes das 8:30 e outro por aqueles que começavam mais tarde.

Apesar dos estudantes que possuíam hábitos saudáveis apresentarem melhores resultados, os que iam para escola mais cedo ainda relataram mais problemas de saúde mental.

O grande problema é que a maioria dos estudantes estudam em lugares onde as aulas começam muito cedo.

Esse padrão se estabeleceu para que os horários das aulas batessem com o horário de trabalho dos pais e também para sobrar um tempo para se investir em atividades extracurriculares.

Mas será que ainda vale a pena insistir nisso?

Leia:  6 rituais de cuidado próprio para pessoas extremamente sensíveis

Outros estudos já haviam apontado que começar a rotina de aulas depois das 8:30 pode ser benéfico para os alunos.

Entretanto, o estudo da Universidade de Rochester foi um dos primeiros a apontar uma correlação entre o horário das aulas e a saúde mental dos adolescentes.

Precisamos ficar atentos com essa situação!

Ninguém quer prejudicar o psicológico dos próprios filhos, por isso deveríamos começar a testar modelos diferentes.

Nos Estados Unidos já surgiram até projetos de lei para mudar o horário de início das aulas das escolas para mais tarde.

Apesar da lei não ter sido aprovada, a proposta já demonstra que existem pessoas preocupadas com o tema.

Apesar de todas as descobertas, uma boa qualidade de sono continua sendo um fator importante

Mesmo que muitos não percebam, uma boa noite de sono é algo fundamental para nós.

Ironicamente, quanto mais atividades precisamos fazer, acabamos comprometendo nosso sono e isso não é nada bom.

Uma rotina desregulada de sono pode afetar o psicológico tanto de adultos quanto adolescentes, portanto fique esperto.

Se você concorda que as aulas deveriam começar mais tarde, compartilhe!

Precisamos cuidar não só da saúde física, como da saúde mental nossa e dos nossos filhos.

Deixe a sua opinião a respeito da cobrança das escolas e do horário das aulas através dos comentários.

Fonte: upworthy.com