Economia

Pessoas com mais de 40 anos deveriam trabalhar 5 horas por dia, diz estudo

Você tem 40 anos ou mais?

Então talvez você se surpreenda com a conclusão de estudo da Universidade de Melbourne na Austrália, que usou dados de um censo conduzido pelo Instituo de Economia Aplicada e Pesquisas Sociais da Austrália, ligado à universidade.

O estudo analisou o impacto das horas trabalhadas de 3 mil homens e 3,5 mil mulheres acima de 40 anos que tiveram que completar uma série de testes cognitivos e que sugere que trabalhar 25 horas semanais é melhor para a habilidade cognitiva de pessoas nessa faixa etária.

Os testes

Os participantes foram convidados a ler em voz alta, recitar listas numeradas de trás para frente e combinar números e letras em padrões específicos sob pressão de tempo.

Em termos gerais, os homens que trabalham de 25 a 30 horas por semana e as mulheres de 22 a 27 horas alcançaram os melhores resultados nos testes.

Já aqueles que trabalham 40 horas semanais tiveram deterioração cognitiva ligeiramente inferior, enquanto que trabalhar 55 horas ou mais mostrou piores resultados do que aqueles que estão desempregados ou são aposentados.

“O trabalho pode ser uma faca de dois gumes, na medida em que pode estimular a atividade cerebral. Mas ao mesmo tempo, longas horas de trabalho e certos tipos de tarefas podem causar fadiga e estresse, que potencialmente danificam as funções cognitivas.”

Essas são as palavras de um dos autores do estudo, Colin McKenzie, professor de economia da Universidade Keio no Japão.

De acordo com o professor, parece que trabalhar longas horas foi mais prejudicial às funções do cérebro do que simplesmente não trabalhar.

Trabalho em tempo parcial para pessoas acima de 40 anos

Mckenzie disse ainda ao The Times, que muitos países passaram a aumentar a idade para aposentadoria:

Leia:  Ganhador do Nobel de Medicina afirma que o câncer não é uma doença

“Atrasando a idade em que as pessoas são elegíveis para começar a receber os benefícios de aposentadoria. Isso significa que mais pessoas continuam a trabalhar nas etapas mais avançadas de suas vidas.”

Ele também afirma que o grau de estimulação intelectual pode depender das horas trabalhadas e por isso, ressalta o que consta no estudo, de que horas de trabalho diferentes para adultos de meia idade e idosos é importante para manter o bom funcionamento cognitivo.

“Isso significa que, em média e maior idade, trabalhar em tempo parcial pode ser eficaz na manutenção da capacidade cognitiva.”

No entanto…

Algumas pessoas precisam trabalhar em tempo integral, enquanto que em outros ambientes, as empresas permitem meios alternativos de trabalho para oferecer melhor qualidade de vida aos seus funcionários, como o home office que pode ser integral ou alguns dias da semana em casa.

Então o tipo de trabalho que é realizado importa?

A sua habilidade de pensar é preservada quando o seu trabalho é intelectualmente exigente?

Como não foram feitas perguntas sobre a qualidade do trabalho, o professor Mckenzie disse que é difícil dizer:

“É muito difícil identificar os efeitos causais do tipo de trabalho nas funções cognitivas. Pessoas devem ser selecionadas em certas ocupações de acordo com as suas habilidades cognitivas.”

Imagens: eatliveglow.com. Fontes: independent.co.uk, bbc.com.

Você acha que diminuir as horas de trabalho é a resposta? Compartilhe com seus amigos!