Democracia

Fotógrafo revela a Coréia do Norte que Kim Jong-un não quer que o mundo veja

Desde o ano passado a relação do ditador norte-coreano com o resto do mundo está cada vez mais tensa.

Kim Jong Un brada nos microfones da imprensa daquele país o poder que supostamente tem ao seu alcance, deixando a vizinha Coreia do Sul, o Japão, os Estados Unidos e, francamente, todos nós, temerosos.

O fotógrafo Eric Lafforgue é um dos poucos que teve a oportunidade de registrar a realidade nua e crua da Coreia do Norte.

“Desde 2008, estive seis vezes na Coreia do Norte”, afirma. “Graças à tecnologia, consegui salvar fotos que fui proibido de tirar ou que me pediram para deletar.”

A missão do fotógrafo não era registrar os passeios turísticos que são só fachada para uma realidade bem mais assustadora.

Ele queria mais; Eric conseguiu ver um pouco da terra e das pessoas que não estão completamente sob o controle do ditador.

“Fui tratado como qualquer outro turista”, Eric contou. “Não me permitiram tirar fotos da polícia, do exército, etc. Mas, com uma lente com zoom de 300mm e um assento no fundo de um ônibus tirei várias.”

O fotógrafo captou momentos dos habitantes e dos oficiais do governo em suas atividades diárias.

Depois de sua última viagem ao país, em 2012, o governo norte-coreano descobriu que Eric estava compartilhando fotos proibidas online.

Eles exigiram que o fotógrafo as retirasse do ar, mas ele não aceitou, pois, como afirmou, registrou o lado bom e o ruim do país, como faz nos outros países que visita.

A consequência da recusa de Eric foi a proibição permanente de seu retorno ao país.

“Durante minha estadia no interior, pude conversar com os residentes por horas, graças aos meus guias. Me contaram muito sobre como vivem, sobre o que sonham e etc.

A coisa mais importante é saber que os norte-coreanos são amigáveis, curiosos sobre os turistas e generosos, mesmo que tenham pouco a oferecer.”

Confira abaixo as fotos marcantes de Eric:

1.Uma mulher parada em meio a uma multidão de soldados. Essa foto é proibida porque o governo não permite fotos do exército.

coreia do norte

2.Quando você visita as famílias, elas gostam que tirem fotos mostrando que as crianças têm computadores. Mas quando veem que não há eletricidade, mandam deletar as fotos.

coreia do norte

3.Um raro exemplo de uma criança indisciplinada na Coreia do Norte. O ônibus estava passando por uma pequena estrada no norte, quando este garoto ficou parado no meio dela.

coreia do norte

4.Os carros ainda são novidade em Pyongyang e os moradores ainda estão se acostumando com a presença deles. As crianças brincam no meio das principais avenidas, como faziam antes dos carros começarem a surgir.

coreia do norte

5.O sistema de metrô de Pyongyang é o mais profundo do mundo, porque é também um abrigo de bombas. Uma pessoa me viu tirando essa foto e me pediu para deletá-la, porque aparece o túnel.

coreia do norte

6.Talvez a proibição mais ridícula que encarei: esse pintor oficial estava trabalhando em um novo mural em Chilbo. Tirei a foto e todos começaram a gritar comigo. A pintura não estava terminada, então nada de foto!

coreia do norte

7.É proibido fotografar má nutrição.

coreia do norte

8.Quando você dorme em Kaesong, próximo à zona desmilitarizada, você fica trancado em um complexo de hotéis composto de casas antigas. Os guias dizem: “por que você quer sair daqui? Lá fora é a mesma coisa que aqui.” Mas não é!

coreia do norte

9.Ficar em filas é um esporte nacional para os norte-coreanos.

coreia do norte

10.As casas rurais e as famílias que nelas vivem são escolhidas cuidadosamente pelo governo. Mas, às vezes, um detalhe como um banheiro usado como cisterna mostra que os tempos são difíceis.

coreia do norte

11.Oficiais norte-coreanos detestavam quando tirava esse tipo de foto. Mesmo quando eu explicava que a pobreza existe no mundo todo, inclusive no meu país, eles me proibiam de tirar fotos dos pobres.

coreia do norte

12.Não é um circo. São trabalhadores com poucas medidas de proteção.

coreia do norte

13.É possível encontrar todos os tipos de comidas e bebidas nos dois supermercados de Pyongyang em que as coisas são vendidas em euros e wons. Só a elite compra nesses locais.

coreia do norte

14.Nos tempos difíceis (e geralmente eles são), crianças são vistas trabalhando nas fazendas coletivas.

coreia do norte

15.A paranoia é algo que habita as mentes dos norte-coreanos. Tirei essa foto de uma mãe cansada e seu filho descansando em um banco de um parque e o guia me pediu para deletar porque ele tinha certeza que eu diria que eram pessoas em situação de rua.

coreia do norte

Fonte: boredpanda.com.

Leia:  Injeção de arte: enfermeira faz pinturas incríveis usando seringas

Compartilhe esse post com seus amigos e ajude-os a entender a verdade escondida da Coréia do Norte!

Veja também: 10 fotografias impressionantes que destacam as grandes diferenças das duas Coreias