Caixa do bebê: a invenção genial da Finlândia
Democracia

Na Finlândia toda mãe recebe um presente do governo. Aí está algo que o Brasil deveria copiar.

Quando você escuta a frase “as crianças são nosso futuro”, não é à toa.

Sem elas, o mundo já era. Não existe amanhã.

Por isso a redução da mortalidade infantil deve ser um dos principais objetivos da humanidade. A Organização das Nações Unidas (ONU) trabalha para isso e recomenda que todos os países façam o mesmo.

Agora… Sabe qual é a boa notícia? O Brasil tem mandado muito bem nessa missão.

Mortalidade infantil é o número de mortes de crianças no primeiro ano de vida. Este número serve de base para calcular a taxa de mortalidade infantil, que consiste na mortalidade infantil por mil nascidos vivos no mesmo período.

Segundo o relatório “Níveis e Tendências da Mortalidade Infantil 2015”, o nosso país é uma das 62 nações que alcançaram a meta de redução da mortalidade infantil, estipulada pela ONU.

Só pra você ter uma ideia, de 1990 a 2015, o Brasil reduziu em 73% a mortalidade infantil. A Unicef aponta que este avanço se deu principalmente graças ao programa Bolsa Família.

Aí sim! O Brasil reduziu em 73% a mortalidade infantil desde 1990. Clique aqui para tuitar isso.

Além da iniciativa de transferência de renda, o relatório da Unicef também indicou que uma combinação de estratégias combateu de forma efetiva a mortalidade infantil entre os brasileiros.

Foram citados, por exemplo, o resultado positivo da criação do Sistema Único de Saúde (SUS) com foco na atenção primária de saúde, a melhoria do atendimento materno e ao recém-nascido e esforços para prestar assistência à saúde no nível comunitário.

Eu não tenho dúvidas que há quem discorde sobre os “resultados positivos” do sistema público de saúde brasileiro, mas é inegável que temos condições muito melhores do que a maior parte do mundo.

Se já conseguimos resultados legais, imagine se copiássemos a Finlândia…

Sim, a Finlândia.

Eu aposto que só de ler o nome do país, você já deve ter imaginado que a Finlândia é um dos países com menor taxa de mortalidade infantil do mundo.

Bom, você acertou!

Além de ser o 5º país com a menor taxa atualmente, a Finlândia tem o título de o melhor país do mundo para ser mãe, segundo a ONG Save the Children. E o motivo é sensacional (e aparentemente simples de ser copiado).

Quando a mãe está no período pré-natal, o governo dá à família um presente.

O presente, na verdade, é uma oportunidade de escolher entre receber uma ajuda financeira (uma espécia de Bolsa Família para mães) ou a “caixa do bebê“.

95% das famílias finlandesas escolhem a caixa.

awebic-finlandia-caixa-bebe-3

Isso mesmo, uma caixa para as mães colocarem seus bebês.

Uma caixa que sirva de berço nos primeiros meses de vida da criança já é sim uma grande coisa, mas, no caso da Finlândia, a caixa traz outros presentes também.

Ela vem com todo tipo de coisas que uma família precisa para cuidar minimamente do desenvolvimento inicial do bebê:

  • Roupas de vários tamanhos para o crescimento do bebê no primeiro ano de vida
  • Fraldas reutilizáveis
  • Babadores
  • Termômetro
  • Livro do bebê
  • Camisinhas (para que o casal não tenha outro filho acidentalmente)

awebic-finlandia-caixa-bebe-1

Você pode ver todos os itens presentes na caixa neste link (em Inglês).

A “caixa do bebê” é tão bem elaborada que as roupas têm cores neutras. Assim as famílias podem doar para qualquer um ou guardar para quando o próximo filho nascer.

Muito legal, não acha? Os pais comemoram quando a caixa chega.

awebic-finlandia-caixa-bebe-2 Veja a alegria da família! ;-)

Vamos aos números: a “caixa do bebê” finlandesa realmente faz a diferença?

Na década de 1930 a Finlândia apresentava uma taxa de mortalidade infantil assustadoramente alta. Foi quando o governo tomou a iniciativa de dar a “caixa do bebê” para famílias de baixa renda.

Veja no gráfico abaixo o que aconteceu.

awebic-mortalidade-infantil-finlandia-1

Agora imagine comigo… se todas as famílias brasileiras recebessem um kit como esse. Ou melhor: se todas as famílias do mundo recebessem um kit como esse.

Eu acho que seria incrível.

Quer entender um pouco mais? Clique no play abaixo e veja essa reportagem sobre a caixa do bebê da Finlândia.

Veja o vídeo no YouTube.

Se você gostou dessa ideia finlandesa, compartilhe com seus amigos! ;-)

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo