Cultura

Minha religião não é problema seu

A caminhada contra a intolerância religiosa foi feita no dia 17 de setembro, Domingo, na praia de Copacabana no Rio de Janeiro.

Por um lado, é triste as pessoas precisarem fazer manifestações e caminhadas, para combater o preconceito que ainda existe não só em nosso país, mas em todo lugar.

Não diga “preconceito não existe mais”, pois existe sim.

“Pastor é indiciado por destruir imagens de um terreiro na Baixada Fluminense”.

Vivemos em uma sociedade que foi colonizada, o preconceito está imposto em nós, que às vezes nem percebemos quando sofremos algo do tipo.

Mas pelo que foi visto, os praticantes de diversas religiões como: budismo, candomblé e umbanda, não estavam tristes por estarem ali. Pelo contrário, estavam super alegres com suas vestes e práticas feitas no ritual.

Nunca vi tanta gente animada em um só lugar!

Líderes religiosos se organizaram em um carro e cantaram suas cantigas para quem estava lá, animando mais ainda o evento, que tinha este objetivo, mostrar que não há diferença alguma entre um católico por exemplo, e um candomblecista.

Precisamos ensinar as crianças que não é certo julgar a religião dos outros, afinal, não estão te fazendo mal algum.

Este tipo de tema necessita ser discutido nas escolas, pois ainda há pessoas que possuem a mentalidade de que apenas sua religião é a certa e isso não contribui para termos uma sociedade melhor.

Uma sociedade melhor seria onde todos se respeitassem, independente de cor, religião e classe social. Somos humanos, somos iguais, não há necessidade de ainda haver atitudes preconceituosas.

Seja humano, trate o outro da mesma forma que você gostaria de ser tratado.

Leia:  16 características de pessoas com pensamento crítico