Corpo

7 diferentes maneiras como os cheiros afetam a nossa mente

O receptor olfatório, ou receptor de cheiros, é uma proteína capaz de ligar moléculas de odor que desempenham um papel central na função do olfato.

De acordo com um estudo publicado pelo Centro de Pesquisas de Assuntos Sociais, o SIRC, enquanto um coelho possui 100 milhões de receptores olfatórios e os cachorros 220 milhões, humanos têm apenas 5 a 6 milhões.

Mesmo assim, essa quantidade é suficiente para que o olfato tenha certo controle sobre nossas vidas.

Veja abaixo 7 maneiras em que a mente é afetada pelos cheiros.

1. Realça sabores

olfato

O paladar nos diz quando uma comida é salgada, amarga, ácida, doce ou saborosa. Nosso nariz é realmente quem sabe se a comida é boa ou não.

Ele cheira a comida enquanto a comemos e envia mensagens a nossos cérebros que as combina com as mensagens do paladar e realça a experiência.

2. Faz com que você se sinta atraente

olfato

Temos a tendência em comprar perfumes para nos tornarmos mais atraentes. Mas o que não sabemos é que não é o cheiro em si que atrai outras pessoas.

Um estudo recente mostrou que ao colocar perfume, nos tornamos mais confiantes e é isso o que nos deixa irresistíveis.

3. Faz você viajar no tempo

olfato

Cheiros desencadeiam emoções conectadas a diferentes lembranças. Eles nos dão uma sensação de viajar pelo tempo.

Há diversos estudos que demonstram que os cheiros ativam lembranças mais emocionalmente que fotos.

Enquanto perdemos 50% de nossas lembranças visuais em meses, a maior parte de nossas lembranças olfativas perduram por um ano.

4. Afeta seu humor

olfato

Além de trazer lembranças, os cheiros podem desencadear emoções e humores. Isso acontece em um nível subconsciente de nossas mentes.

Às vezes, não entendemos porque nos tornamos ansiosos ou irritados de repente. É nisso que a aromaterapia é baseada.

Leia:  50 segredos das pessoas que nunca ficam doentes (e vivem muito!)

Há odores que nos relaxam e que nos fazem felizes.

5. Pode te deixar louco

olfato

Pessoas que não conseguem sentir cheiros ou tem um capacidade reduzida de olfato, têm risco maior de se sentirem deprimidos.

Isso acontece por causa da forte conexão entre cheiros e emoções.

A inabilidade de experimentar cheiros diferentes limita nossa capacidade de reviver lembranças e sentimentos.

A falta do senso de olfato está também correlacionada com a esquizofrenia.

6. Pode espelhar emoções

olfato

Podemos sentir medo, alegria, desejo e outras emoções só pelo cheiro de uma pessoa.

Isso acontece porque o suor e as lágrimas humanas contêm sinais químicos. Cada um deles ativa uma seção diferente de nossos cérebros.

Então, se uma pessoa estiver com medo, seu suor dirá ao nosso cérebro que ele se sente assim, o que também pode nos amedrontar.

7. Pode fazer com que você gaste mais

olfato

Varejistas chamam isso de “fragrância ambiental”. Em outras palavras, é lavagem cerebral pelo nariz.

Algumas marcas de carro adicionam “cheiro de carro novo” em seus veículos para nos fazer comprar mais.

Algumas lojas colocam fragrâncias logo na entrada para que sigamos o cheiro e compremos algo.

Cafeterias e padarias deixam o cheiro chegar às nossas narinas de propósito. Eles sabem que o cheiro convencerá nosso cérebro a querer comprar seus produtos.

O senso do olfato é útil e importante.

Além de nos trazer emoções e lembranças, é uma fonte para novas estratégias mercadológicas relevantes para a economia.

Você já foi seduzido por um cheiro? Conte para nós sua experiência nos comentários.

Fonte: brightside.me

Compartilhe este conteúdo com seus amigos!