Ciência e Tecnologia

Conheça as lentes de contato biônicas: sua visão perfeita em 8 minutos

Imagine poder enxergar três vezes melhor que alguém com uma visão 20/20, que é considerada perfeita, sem precisar de óculos ou lentes de contato, por até 100 anos ou mais.

Essa é a nova invenção do optometrista, Dr. Garth Webb.

lentes biônicas

Batizada de “Ocumetics Bionic Lens” (Lentes Biônicas Ocumetics), Dr. Webb afirma que o implante das lentes nos pacientes fará com que tenham visão perfeita e transformará a indústria da medicina ocular.

O médico ainda afirmou que os pacientes que realizarem o implante nunca terão cataratas, porque suas lentes comuns serão substituídas.

A visão perfeita aconteceria “independentemente da situação dos olhos”, afirma Dr. Webb.

As lentes biônicas seriam a melhor opção para pessoas que dependem de lentes corretivas e que estejam acima dos 25 anos, idade em que as estruturas oculares já estão completamente formadas.

“Seria uma melhora de visão que o mundo nunca viu antes”, conclui.

lentes biônicas

“Se você não é capaz de enxergar o relógio a poucos centímetros de distância, quando você implantar as lentes biônicas, você conseguirá enxerga-lo a metros.”

A lente personalizada se dobra e é inserida nos olhos com auxílio de uma seringa com solução salina.

Após implantada, a lente se ajusta em 10 segundos.

A cirurgia de 8 minutos

De acordo com o médico, o procedimento é indolor, idêntico à cirurgia de catarata.

A duração é de apenas 8 minutos e o paciente teria a visão corrigida imediatamente.

O Dr. Garth Webb, CEO da Ocumetics Technology Corp., passou os últimos oito anos e gastou cerca de 3 milhões de dólares pesquisando e desenvolvendo as lentes biônicas.

Ele conseguiu patentes internacionais e construiu um local de fabricação biomédica em Delta, em British Columbia.

Sua missão é motivada pela obsessão que ele tem de livrar a si mesmo e a outros das lentes corretivas que usa desde os sete anos.

lentes biônicas (Fonte imagem: Pexels)

“Meus heróis eram caubóis e eles não usavam óculos”, afirma o médico.

“Aos 45 anos eu lutava contra óculos de leitura, que eu achava um insulto, assim como muitas pessoas. Desde esse dia, eu xingo meus óculos progressivos.”

“Também uso lentes de contato, que eu também xingo diariamente.”

Os esforços do médico resultaram na apresentação recente das lentes para os 14 melhores oftalmologistas de San Diego um dia antes da reunião anual da Sociedade Americana de Catarata e Cirurgia Refrativa.

Leia:  Mercado alemão remove produtos estrangeiros em campanha contra preconceito

lentes biônicas (Fonte imagem: Pexels)

O Dr. Vicent DeLuise, um oftalmologista que dá aulas na Universidade de Yale e na Faculdade de Medicina Weill Cornell, declarou que fez diversas reuniões no dia 17 de abril, quando os especialistas em diversos campos ficaram sabendo das lentes.

De acordo com ele, cirurgiões de vários países ficaram impressionados com o que viram e querem participar dos testes clínicos.

“Há muito entusiasmo sobre as lentes biônicas vindo de cirurgiões experientes que, talvez, expressaram ceticismo sobre isso por terem testemunhado fracassos no passado.

“Agora eles acham que as lentes realmente funcionem e querem participar do conselho para ajudar Dr. Webb nesta jornada”, diz Dr. DeLuise.

“Acredito que esse dispositivo vai nos deixar perto do santo graal da visão excelente em todas as distâncias: longe, intermediária e próxima.”

Testes clínicos em animais e humanos cegos

A disponibilidade das lentes biônicas ainda depende dos resultados dos testes que estão sendo realizados em animais e em humanos cegos.

Espera-se que cheguem no Canadá em dois anos e, depois, alcancem outros países.

lentes biônicas

A chegada das lentes biônicas será a melhor solução para a cirurgia a laser, que requer a queima do tecido saudável da córnea e inclui problemas em potencial, como a necessidade de usar óculos para dirigir à noite e, após alguns anos, a catarata.

Juntamente com o lançamento das lentes biônicas, o Dr. Webb fundou uma instituição chamada de A Celebração da Visão, que doa fundos a organizações que realizam cirurgia de visão em países subdesenvolvidos para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

“A visão perfeita deveria ser um direito humano”, afirma Dr. Webb.

O Dr. DeLuise, quem administra a instituição, afirma que os fundos também são direcionados aos melhores institutos de pesquisa ocular do mundo.

“Ele tem a tecnologia que pode fazer com que tudo isso aconteça”, afirma concluindo que muitas empresas gastaram milhões de dólares tentando desenvolver lentes similares sem nunca terem obtido sucesso.

Fonte: CBC.ca

Compartilhe este conteúdo com aquele seu amigo que não enxerga nada!