Ciência e Tecnologia

Pesquisadores descobriram a fonte de energia do futuro: limpa e ilimitada

Você sabe o que é grafeno?

Seu nome não lembra a palavra “grafite” à toa.

Assim como este e o diamante, o grafeno é uma das formas cristalinas do carbono.

Grafeno como fonte de energia (3)

A novidade é que pesquisadores da Universidade do Arkansas descobriram que as propriedades desse produto fazem dele um excelente condutor elétrico.

Apesar de ser composto por apenas uma única camada de átomos de carbono flutuantes, o grafeno produz um movimento conhecido como ‘Browniano’.

Grafeno como fonte de energia (2)

Mas o que isso significa na prática?

O professor Paul Thibaldo explica que o movimento provocado pelos átomos de carbono torna possível a produção de energia contínua.

“Essa é a chave para usar o movimento de materiais 2D como fonte de energia coletável”, conta o pesquisador.

Uma folha de grafeno de apenas 10 mícrons* de diâmetro produz cerca de 10 microwatts de energia continuamente, sem perda.

Essa descoberta traz à tona a possibilidade de se obter uma fonte de energia limpa e ilimitada a partir desse “material milagroso”.

No vídeo abaixo (ative as legendas em inglês), Paul explica como esse movimento poderia ser usado para substituir as baterias que usamos hoje por meio da produção de corrente alternada.

“Se você pudesse ter uma bateria alternativa que não precisasse ser substituída nunca, imagine todas as coisas que você poderia fazer”, diz ele no vídeo.

Assista:

Além disso, a tecnologia tem o potencial de permitir que qualquer objeto envie, receba e armazene informações, alimentadas exclusivamente pelo calor da ambiente.

Grafeno como fonte de energia (1)

O grafeno tem uma série de outros usos, incluindo a produção de células solares mais avançadas e telas de televisão mais finas.

A questão a se refletir é: o que o ser humano terá de explorar da natureza para tornar essa “maravilha” possível?

Leia:  Estudos mostram que viajar pode te tornar mais inteligente e saudável

Mas não temos dúvidas: se essa alternativa, além de prática, também for sustentável para o planeta, será muito bem-vinda!

O que você acha? Comente e compartilhe sua opinião com a gente.

*Mícron: unidade de medida equivalente à milésima parte do milímetro.

Fonte: IFLscience.com.