Ciência e Tecnologia

Teoria científica explica por que devemos “fingir” até atingir nossos objetivos

Talvez você já tenha ouvido alguém dizer isso alguma vez na vida: “Pensamentos positivos atraem coisas positivas”.

Muitas pessoas ao redor do mundo acreditam nessa “filosofia” de vida e dizem que dá certo. E o que parece apenas uma forma otimista de levar a vida, vai além disso.

Duvida? Então prepare-se, você vai se surpreender.

Que o pensamento positivo e o poder da mente podem influenciar as nossas vidas não é uma ideia nova. Há muito tempo acredita-se que a felicidade é um direito de qualquer pessoa e deve ser considerado como um estado de espírito que pode alterar a nossa realidade física.

Por isso, em países como o Butão (isso mesmo, você não leu errado, o Butão) a felicidade é medida como um meio de determinar a prosperidade da nação.

Lá ao invés de usar dados, como o PIB ou IDH para medir a riqueza material, órgãos do governo estão mais preocupados com a saúde e riqueza espiritual e comportamental. Tem até um índice para isso, a Felicidade Nacional Bruta ou FNB.

Achou estranho? Isso vem de alguns preceitos do budismo, que é a religião mais praticada no país.

Mas como conseguir praticar esse pensamento positivo?

Bem, a resposta para essa pergunta parece um pouco absurda, mas o segredo é fingir.

Calma, não é que você tem que mentir. É uma questão de atitude, a maneira de viver a sua realidade, de forma que de como você lida com seus desejos mais profundos.

Não entendeu? A ideia se baseia em “fingir até conseguirmos atingir nossos objetivos”, seria algo como se estivéssemos atraindo nossos objetivos para próximos de nós.

A pessoa que queremos ser e o sucesso que queremos ter acontecerá naturalmente, porque cada pensamento e cada ação irão contribuir para que nossos desejos aconteçam.

Leia:  Inventaram um jeito criativo de combater as suásticas que aparecem nas ruas de Berlim

O efeito Placebo na sua vida

Já ouviu falar em efeito Placebo? Esse é um termo muito usado na medicina.

Médicos dão aos seus pacientes algo que eles acham que sejam remédios, como uma pílula de açúcar, por exemplo, e o paciente acredita que eles estão sendo tratados. Com isso o cérebro e o corpo se comportam de uma maneira como se isso fosse verdade.

Os mesmos princípios do placebo podem ser usados quando se trata de alcançar objetivos pessoais, funciona quase da mesma maneira.

Se você aproveitar o seu estado de espírito e convencer-se de que seu objetivo está ao seu alcance, não há razão para não acreditar que seja possível que seus sonhos possam realmente se realizar.

Tenha cuidado com o que você deseja

O que você deseja precisa ser realista e saudável, e isso não significa que somente uma atitude positiva é o suficiente para alcançar seus objetivos. A maneira como você enfrenta a adversidade é metade do trabalho.

Uma atitude positiva irá dar-lhe clareza e força para descobrir o seu verdadeiro caminho, mas o objetivo final deve ser sempre a felicidade pessoal e satisfação.

Acreditar em si mesmo e ter fé em suas capacidades significa olhar para dentro de você sabendo que está cada vez mais perto do sucesso.

Fonte: lifehack.org.