Bindercast

Os dois números mais importantes do seu negócio

Neste capítulo discutimos a visão de Seth Godin sobre as métricas de LTV (Lifetime Value) e CAC (Customer Acquisition Cost) serem as duas variáveis mais importantes para se criar um funil lucrativo.

Enquanto o marketing de marca você tem o objetivo de moldar a cultura, o marketing direto é aquele que você mede de cabo-a-rabo.

Dessa forma, o marketing direto se encaixa no conceito de Funil.

O Funil, segundo o Seth, deve ser aplicado se você conseguir medir desde a entrada à saída.

“Se você não consegue medir todas as etapas do funil, você não deveria comprar anúncios.”

Marketing direto no Funil é você medir cada clique, cada interação, cada compra, cada acesso, na intenção de visualizar o fluxo do seu funil para ter uma previsibilidade de cada etapa do funil.

CAC é o custo de entrada no topo de funil e é importante tentar reduzi-lo, mas atento em não criar falsas expectativas que podem fazer você perder atenção e a confiança. E a melhor forma não é mexer no topo do funil, mas no fundo. E aí que entra o Lifetime Value.

Ao invés de pensar “Estou gastando R$10,00 para conseguir R$50 de volta”, você pode entender que uma vez que esses clientes compraram existe uma probabilidade maior de voltarem e comprar outras coisas. Assim, no ano isso representa mais de R$50,00 estimado pelo CAC.

Concluímos, então, que a última etapa do funil, o LTV, é a mais relevante uma vez que é por onde você poderá ter uma maior lucratividade.

métricas do funil
Crédito: rawpixel.com

[#Bindercast 021]

Leia:  Funil de marketing