Fotógrafo faz ensaio fofo para incentivar a adoção de Pitbulls
Animais

Fotógrafo faz ensaio fofo para incentivar a adoção de Pitbulls

Qual a primeira coisa que vem à sua mente quando ouve falar em Pitbulls?

Depois de ver esse ensaio feito pelo fotógrafo Adam Goldberg, é bem provável que quando ouvir falar em Pitbulls, você pense em um narizinho todo sujo de pasta de amendoim, língua para fora e a cabecinha de lado, com um sorriso no rosto.

Adam Goldberg decidiu apagar a imagem negativa que boa parte das pessoas têm sobre esses cachorrinhos fofos e, de quebra, conseguir novos lares aos bichinhos.

Enquanto cuidava do site e dos perfis da Humane Society of Broward County nas redes sociais, foi pedido para que Adam fotografasse alguns dos animais.

O problema é que, até aquele momento, Adam só havia fotografado com a câmera do seu celular.

Sem hesitar, o futuro fotógrafo passou oito meses aprendendo a fotografar retratos e fez um ensaio com todos os animais do abrigo.

A missão de Adam Goldberg

Parte da missão deste fotógrafo era aumentar a visibilidade dos animais que já estavam no abrigo há algum tempo.

No entanto, quando começou a fotografar os cachorros e a postar suas fotos, percebeu que uma raça de cachorro em especial era sempre deixada para trás: “nove a cada dez cachorros eram pitbulls.”

Lei do Pitbull

Bem perto do abrigo há uma lei específica.

Na região de Miami-Dade, é proibido aos residentes ter uma das quaisquer raças de cachorros classificadas como Pitbull.

Pitbulls Terrier Americano, Terrier Staffordshire Americanos e Bull Terrier Staffordshire são todos proibidos pela Lei do Pitbull, bem como qualquer outro cachorro que tenha características destas raças.

Uma legislação de raça específica como a de Miami-Dade pode trazer problemas aos donos de cachorro.

Para muitos, a lei significa a diferença entre encontrar uma casa para morar ou manter o cachorro.

A Lei contribui para a imagem negativa que os Pitbulls têm

A Coordenadora de Marketing da Humane Society of Tampa Bay, Nash McCutchen, previu que este rótulo faria com que os pitbulls fossem os últimos a serem adotados ou permanecessem no abrigo para sempre.

“Cachorros adultos de grande porte demoram mais tempo para serem adotados do que as raças de porte menor ou os filhotes. Adicione o rótulo que o Pitbull tem e será ainda mais difícil”, comentou.

O mito de que os pitbulls são cachorros violentos que brigam e atacam surgiu nos anos 70 e, em 2017, muitas pessoas ainda acreditam nisso.

Mas, para os donos, não existe cachorro mais dócil que o Pitbull.

“Eu tive tempo para conhecê-los”, contou Adam. E continuou: “Percebi que eles são muito carinhosos, eles querem me lamber o tempo todo. Eu me apaixonei por eles.”

Nash, que nunca havia convivido com um Pitbull antes de trabalhar no abrigo, teve uma experiência semelhante à do fotógrafo.

“Simplesmente me apaixonei pela raça”, confessou. “Eles são próprios para o convívio dom humanos, têm personalidades dinâmicas, são muito leais e gostam de brincar”, finalizou.

O trabalho de Adam

Adam e Nash se conheceram em 2015, quando o fotógrafo começou a fazer trabalhos voluntários ao abrigo.

Em julho de 2016, o fotógrafo fez seu primeiro ensaio para angariar fundos aos abrigos de Tampa e, em agosto daquele ano, lançou o Pit Bull Picture Project.

O projeto apresenta os Pitbulls que ele fotografou e os outros cachorros que estão disponíveis para adoção, na esperança de não apenas mudar a imagem negativa dos pitbulls, mas também de encontrar um lar para todos eles.

Os ensaios de Adam arrecadaram quase 18 mil dólares para os abrigos da Flórida e se tornaram tão populares que ele lançou recentemente o site A Gold Photo Pet Photography como seu empreendimento.

O sucesso foi tanto que ele já está expandindo pela Flórida e está de olho no Colorado e Washington.

Adam espera levar seu estilo único de fotografia para animais de estimação e abrigos pelos Estados Unidos.

Quer conhecer mais sobre o trabalho de Adam? Você pode segui-lo no Instagram ou Facebook.

A questão não é a raça e sim a criação

Você tem um Pitbull? Conte para a gente nos comentários como é conviver com esses bichinhos fofos.

Lembre-se de compartilhar esse post para acabarmos com a imagem negativa que muitos ainda têm sobre essa raça.

Fonte: upworthy.com

Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo