Este cão trabalhador recebeu um bônus de Natal pelo trabalho bem feito
Animais

Este cão trabalhador recebeu um bônus de Natal pelo trabalho bem feito

Durante o ano que passou, Sarge acorda cedo todos os dias e vai trabalhar com sua mãe, Jennifer Gibbs.

Ele não usa terno e gravata como seus colegas de trabalho de uma empresa de seguro de restauração na cidade de Littleton, no Colorado.

Mas, quando está no trabalho, ele é o profissionalismo em pessoa (ou em cachorro).

Sarge

Sarge, que tem oito anos, pelos misturados e orelhas grandes, nunca se sentiria bem em um terno de qualquer forma.

Em outubro, ele mal podia esperar para desfilar com sua fantasia de esqueleto na festa de Halloween do escritório.

Sarge

Sarge desempenha funções importantes no escritório.

Enquanto sua mãe está ocupada com a contabilidade e a rotina administrativa, o dog ajuda a manter todos alegres como mascote.

“Sarge curte trabalhar e receber os colaboradores, entregadores, os filhos e outros pets dos meus colegas”, Jennifer disse em entrevista.

“Ele ama andar de carro e sair comigo para fazer as coisas: desde consultas médicas a ir ao shopping. Muitas pessoas já o conhecem.”

Sarge

A família de Jennifer adotou Sarge quando ele era apenas um filhote de 7 semanas de um abrigo em Brighton, no Colorado.

Ele foi abandonado por uma pessoa que não podia arcar com as despesas de sua criação.

“O começo da vida de Sarge não foi fácil, mas desde que chegou em nossa casa, ele faz questão de mostrar seu amor e gratidão todos os dias”, disse a dona.

“Se perguntar a qualquer membro da minha família quem é seu parente preferido, eles dirão que é Sarge”. E completou: “foi ele que nos escolheu, não o contrário.”

Além de ser o colega de trabalho ideal, Sarge também ajuda sua mãe de maneiras que nem todos conhecem.

Sarge

Em abril de 2015, Jennifer sofreu uma lesão cerebral traumática e teve as costas quebradas em um acidente de mountain bike.

Dois anos depois, Sarge se tornou indispensável ao ajudar sua mãe a lidar com as sequelas do acidente, incluindo ansiedade, dores crônicas e enxaquecas.

Quando ela está em um dia difícil, Sarge está sempre ao seu lado para se aconchegar e dar uma lambida.

Sarge

“Ele me ajuda a ser mais ativa e a ficar mais calma e centrada”, Jennifer comentou.

“Sarge não entende porque fico chateada ou como as dores surgem, mas sabe que algo está errado.”

“Ele se senta ao meu lado, deita sua cabeça no meu colo e me dá beijos, o que faz com que tudo se torne melhor.”

Antes do acidente, Sarge visitava ao escritório de vez em quando, mas, agora, ele é presença confirmada.

O cachorro oferece apoio, proteção e companhia a todos, além de fazer de tudo para alegar seus amigos.

“Mesmo quando nossos colegas estão tendo um dia difícil, eles se sentam perto de Sarge, que os ouve e faz com que se sintam melhor”, conta Jennifer orgulhosa.

Por ser cachorro, Sarge não ganha uma avaliação de trabalho de final de ano, mas está claro para todos que sua performance foi excelente em 2017.

Sarge

Na hora de distribuir os bônus de Natal, os chefes de Jennifer decidiram fazer algo especial ao cão que os alegra tanto.

Algo que eles sabiam que um cachorro resgatado apreciaria.

“Todos os anos, eles oferecem bônus de festas com um cartão escrito a mão para agradecer o serviço prestado e uma quantia em dinheiro”, Jennifer explicou.

Sarge

“Desde que Sarge começou a frequentar o escritório, eles decidiram dar um presente a ele: um cartão de agradecimento e um vale compras de 50 dólares no pet shop.”

Sarge

“Eles nunca haviam feito isso antes, e embora inesperado, o gesto não foi uma surpresa, já que todos amam Sarge e sempre foram muito generosos com ele”, completou a dona.

“Eles até deixam biscoitos para ele aqui no escritório!”

Jennifer ficou tão emocionada com o gesto, que postou uma foto do presente de Sarge.

Em algumas horas, o post teve quase 300 mil visualizações e 24 mil curtidas. Todos querem saber o que Sarge comprará com seu bônus.

A resposta?

Sarge

Petiscos em palitos e itens de mascar, seus favoritos!

Jennifer encoraja a todos a pensar em adotar um novo membro às famílias nesta época do ano.

“Se alguém não pode adotar um animal agora, esperamos que considerem apadrinhar, doar fundos ou trabalhar voluntariamente nos resgates”, concluiu Jennifer.

Compartilhe essa história de companheirismo e amor entre humanos e seus pets.

Fonte: thedodo.com

Nós curtimos você. Você nos curte de volta? ❤️



Nossas sugestões pra você

Clique para comentar

Deixe um comentário


Nossos fãs estão curtindo:

Ir Topo